Dicas para quem quer morar fora do Brasil

Dicas para quem quer morar fora do Brasil

Para muita gente, comprar uma passagem só de ida para outro país é um sonho. Viver em uma realidade completamente diferente da que estamos habituados é uma grande decisão que precisa ser tomada com cautela e preparação por quem quer morar fora do Brasil.

Muitos receios, medos e dúvidas, principalmente com questões burocráticas, podem surgir antes do embarque. Por isso, esse texto te dará algumas dicas para você que pensa em começar a vida em outro lugar.

Confira abaixo os principais pontos que você deve pensar, pesquisar e decidir antes de se jogar nessa aventura.

Para onde vou?

Primeiramente, a sua grande decisão precisa ser qual o país da sua nova residência. Tudo o que você precisará organizar e programar vai depender de qual é o seu destino e, por isso, é fundamental que você já tenha certeza dele.

Em casos de oportunidades de trabalho, estudo e incentivos governamentais para estrangeiros, em que o país já está estabelecido, algumas burocracias podem ser facilitadas através dessas alternativas. Com essas possibilidades, a imigração normalmente torna-se mais tranquila.

Mas, se a ida para morar fora não tem programação definida, é preciso estar ainda mais atento. Cabe integralmente a você buscar os detalhes e requisitos para a viagem.

Dica 1: esteja com tudo em dia como cidadão

Antes de mais nada, você precisa estar com todas as suas obrigações como cidadão brasileiro em dia. Isso vai facilitar sua vida para conseguir determinados documentos que são fundamentais para a viagem.

Além disso, se você estiver com tudo regularizado, também vai conseguir as documentações como residente no país para onde você vai, sobretudo se você não tiver dupla cidadania. Cumprir todas as etapas e regras das legislações é o ponto mais importante para que tudo de certo.

O que eu vou precisar?

Se para viajar a turismo já precisamos passar por algumas burocracias para entrarmos de forma legal em um território, para morar esse processo é ainda mais criterioso.

Antes mesmo de solicitar documentos no consulado ou chegar na imigração, você deve se informar sobre tudo que irá precisar e a ordem que deve consegui-los.

Dica 2: tenha um objetivo claro e comprovado

Para a grande maioria dos países, você precisará provar qual é o seu objetivo para ingressar no território, a razão de escolher aquele país e se você tem como e onde se manter nele. Principalmente para conseguir vistos e não ter problemas na imigração, essas definições precisam estar estabelecidas. Além deles, você também pode precisar de pré-contratos de residência, comprovações de renda, certificados com qualificações profissionais e comprovantes de experiências de trabalho.

Tudo isso poderá ser usado como uma avaliação para mostrar que você pode, de alguma forma, contribuir com a nação do seu destino residindo lá.

Pesquise tudo o que puder

Já tem lugar definido e o checklist de todas as documentações para providenciar? Então, você já está preparado para as etapas mais importantes e que serão decisivas para sua ida. Porém, para que você não tenha problemas nos seus primeiros dias e na sua adaptação ao novo lugar, pesquise o máximo de coisas que puder sobre ele.

Qual o bairro que você pretende morar; como funciona o transporte público; onde há farmácias, supermercados e comércios são algumas coisas importantes para estarem no seu radar antes do embarque.

Dica 3: explore cada detalhe

É muito prático conseguir informações sobre cidades, funcionamento de serviços públicos e observar a localidade através da internet. Além de conseguir encontrar pessoas que já moram no lugar, você pode explorar o site das prefeituras, buscar fotos, olhar as imediações por GPS e estudar o seu destino previamente.

Isso vai ajudar na adaptação e te deixará preparado para se virar nos primeiros dias com maior independência, além de já se familiarizar com o que você vai encontrar.

Ainda tenho dúvidas sobre morar fora, o que faço?

Cada país é um universo e, para cada pessoa, a experiência de viver em um deles pode ser diferente a depender de diversas circunstancias.

Medos e dúvidas são absolutamente normais quando se trata de fazer uma grande mudança. Por isso que é tão importante conhecer e estudar sobre o destino. Quanto mais você conhecê-lo de longe, melhor. Assim, você já estará mais preparado para o que vai encontrar e ter noções de como será seu dia a dia.

Se você não tem motivações por trabalho, estudo ou algum tipo de incentivo, escolha um país que ofereça melhores condições para o seu estilo de vida e que combine com seus gostos e objetivos.

O que não vale é ficar na vontade e não se jogar nos seus sonhos. Você só vai saber se a decisão de morar fora é boa ou não se tomá-la.

Considerações

Morar fora do Brasil é uma decisão e tanto e pode ser uma vivência maravilhosa. Particularmente, considero que é a oportunidade de descobrir que outros lugares do mundo também podem ser seu lar e onde você também pode encontrar uma família.

Já vivi a experiência de morar fora e ainda quero fazer isso outras vezes. Mas, sinceramente, não consigo trocar o Brasil definitivamente – a culinária, o calor e as praias me ganham.

E você, tem vontade de ir morar fora do Brasil? Conta para gente aqui nos comentários e compartilha sua motivação e o que você já pesquisou sobre o destino!

Para acompanhar mais dicas e conhecer diversos destinos não deixe de acompanhar nossos posts aqui no Estevam Pelo Mundo!

Escrito por Milena Lopes

Deixe um comentário