Emirates proíbe embarques para o Cairo, Turkish segue permitindo

Passageiros que iniciem viagem na Índia ou América Latina não podem mais embarcar nos voos da Emirates cujo destino final seja o Cairo, no Egito.
O comunicado da companhia surpreendeu muita gente, em especial porque o Egito tem sido um dos destinos internacionais mais procurados em tempos de pandemia.

emirates
Imagem: Travel4All

A Emirates informou a proibição da seguinte forma:
 
Atualização sobre voos para o Cairo, no Egito
Notícia importante
Última atualização: 23 maio 2021, 15:26 Dubai (GMT+4)
Passageiros que iniciem seu itinerário na Índia ou na América Latina, incluindo Argentina e Brasil, não serão autorizados a embarcar em voos da Emirates para o Cairo, no Egito. 
 A restrição entra em vigor imediatamente, por prazo indeterminado.
 As opções para reservas canceladas são:

  1. Guarde seu bilhete para voo futuro

Não é necessário entrar em contato conosco se optar por guardar o bilhete para voos futuros. Todas as informações estão disponíveis na opção “Guarde seu bilhete” aqui. Entre em contato com o escritório de reservas quando estiver pronto para viajar.

  1. Remarque seu voo para outra data

 Para remarcar, entre em contato com o seu agente de viagem ou escritório de reservas.
 A Emirates lamenta qualquer inconveniente causado. 
 Para receber as notificações mais recentes, pedimos aos clientes que verifiquem se os dados de contato estão corretos acessando Gerencie sua reserva.
 
A companhia aérea esclareceu que tal medida estaria em linha com os protocolos covid-19. Contudo, a Turkish segue embarcando passageiros do Brasil ao Egito, via Istambul, o que demonstra que a suspensão adotada pela Emirates não decorreu de imposição do governo egípcio.

turkish
Imagem: Divulgação – Turkish

 
Veja a manifestação da Turkish, datada de 25/05/2021:
 
“Até o presente momento, os passageiros do Brasil podem entrar normalmente no Egito via Turquia. As regras que o Egito impõe para os passageiros provenientes do Brasil voando Turkish Airlines são as seguintes:
1. Apresentação do Cartão de Saúde Pública que é preenchido na chegada ao Egito
2. Apresentação de teste de RT-PCR (em inglês) no máximo 96 horas antes da partida do último voo para o país, sendo que o laudo/resultado deve ter um carimbo do laboratório emissor. Todos os passageiros com origem do Brasil estão sujeitos a um novo teste na chegada ao Egito.
Vale mencionar que os brasileiros precisam de visto para entrada no Egito, e ele é adquirido diretamente na chegada. Caso tenham visitado algum país com risco de transmissão de febre amarela, é obrigatório que o passageiro apresente a carteira internacional de vacinação contra a febre amarela. Caso contrário, há a possibilidade de uma quarentena de 6 dias na chegada, em locais determinados pelo governo egípcio”.
É verdade que a decisão da Emirates de proibir o embarque de brasileiros elimina uma boa opção de aéreo para o Egito. Mas, calma, esse fato não inviabiliza as viagens para o país, diante do posicionamento da Turkish.
Você está planejando uma viagem para o Egito? Pretendia viajar com a Emirates? Conta pra gente aqui sua dúvida ou opinião na caixinha de comentários! Fique ligado aqui no Blog EPM e não perca outras notícias como essa. Aproveite para seguir o meu perfil no Instagram @quevoceviaje, onde compartilho experiências, roteiros e dicas para que você viaje!
Até o próximo post!
Juliana Molinari
Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularaluga um carro, garante os tickets para passeios ou compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!
Aproveita e se inscreve no canal do Youtube e no Instagram do Estevam para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas!
 

Escrito por Juliana Molinari

Deixe um comentário