Cartagena e seu centro histórico amuralhado em pleno Caribe

O que fazer, onde comer e ficar em Cartagena das Índias, na Colômbia. Sou Juliana Molinari, criadora do @quevoceviaje, e neste post vou te apresentar este destino no Caribe que oferece rica história e belas praias.
cartagena
Há alguns dias, compartilhamos aqui no EPM que a Colômbia suspendeu a restrição de voos com o Brasil, o que nos permite voltar a ter planos para viajar para este país que reúne vários atrativos.
Sua capital, Bogotá merece uma visita e, inclusive, já escrevemos sobre ela. Se você ainda não leu essa matéria ou quiser revê-la, é só clicar aqui.
Mas, hoje, a nossa conversa é sobre outro destino colombiano com uma pegada mais praiana, acompanhada de interessante conteúdo histórico-cultural: Cartagena das Índias ou, simplesmente, Cartagena.
As casas no estilo colonial pintadas em cores vibrantes, as variadas frutas vendidas a cada esquina, as famosas Palenqueras com suas roupas alegres e sorrisos escancarados no rosto, as altas temperaturas e a hospitalidade do povo retratam que Cartagena é uma cidade cheia de cor e calor, inclusive humano.
cartagena
Cartagena foi fundada em 1533 e recebeu esse nome em homenagem à cidade de Cartagena, na Espanha, país que colonizou o território colombiano. A cidade foi sede do governo, residência de vice-reis espanhóis e importante porto comercial por onde passaram muito ouro, prata e escravos. Tal cenário contribuiu para o desenvolvimento de seu centro histórico, também chamado de “Cidade Fortificada”, declarada Patrimônio Mundial da Unesco.
Onde ficar
A melhor localização para hospedagem é na Cidade Fortificada, mas as estadias ali costumam ter preços elevados.
Para driblar os preços altos, mas sem se afastar muito do centro histórico, a minha escolha foi o San Lazaro Art Hotel, a poucos metros da entrada da Cidade Fortificada, perto de um shopping, com piscina (algo muito valioso numa cidade quente como Cartagena) e de frente para o imponente Castelo de San Felipe de Barajas.
cartagena
O que ver e fazer
O Castelo de San Felipe de Barajas, o maior forte já construído pelos espanhóis numa colônia, tinha o objetivo de afastar ataques terrestres e conta com guaritas, espaços para armazenamento de alimentos e armas, além de vários túneis subterrâneos que foram feitos, em especial, para ouvir os passos de eventuais inimigos em aproximação.
cartagena
Então, já fica a dica: visite o Castelo e desbrave seus túneis cheios de história e ainda seja presenteado com uma linda vista da cidade!
cartagena
cartagena
A Cidade Fortificada, que inclui o Castelo de San Felipe de Barajas, foi estabelecida a fim de proteger a cidade, que por sua riqueza e prosperidade passou a atrair os olhares de piratas. A Cidade Fortificada também é chamada de Cidade Amuralhada ou Cidade Murada, justamente em razão dos treze quilômetros de muralha que cercam o espaço.
Nada como caminhar por entre as ruas repletas de casas coloniais bem conservadas e pela própria muralha.
Dica 1: Deixe para passear pela muralha ao final do dia, lá você encontrará o imperdível Café Del Mar, local perfeito para se encantar com um estonteante pôr do sol sobre o mar. Mas, chegue cedo porque o lugar é super disputado!
cartagena
Dica 2: Para uma experiência mais romântica, não deixe de fazer o passeio de carruagem pelo centro histórico, oportunidade em que você poderá conhecer a antiga casa de veraneio do renomado escritor colombiano que foi laureado com o Nobel da Literatura, Gabriel Garcia Márquez, que teve Cartagena como inspiração para algumas de suas obras.
cartagena
Cartagena em si não tem praias muito atraentes e para conhecer um litoral tipicamente caribenho as Islas del Rosario e a Playa Blanca são as melhores opções.
Para fazer esses passeios, optei por contratar os serviços de uma agência local indicada pelo hotel em que me hospedei.
O acesso às Islas del Rosario se dá por meio de lancha e a maré influencia de forma significativa o percurso, e posso atestar isso com toda a propriedade porque a maré dificultou em muito o meu retorno para a cidade de Cartagena a ponto de eu pensar que poderia acontecer o pior.
cartagena
Mas, mesmo com todo o perrengue do retorno, a visita vale muito a pena! O mar ali é clarinho, tem uma temperatura super agradável e um tom azul fenomenal!
cartagena
Nesse passeio você tem um day use em algum dos espaços hoteleiros e de lazer numa das ilhas. A minha escolha foi o Gente de Mar Resort, que incluiu um delicioso e farto almoço, além de bebidas.
cartagena
 
cartagena
cartagena
Já a Playa Blanca pode ser acessada por terra, além da via marítima. A primeira opção foi a minha escolha.
Assim como no passeio para as Islas del Rosario, o almoço na Playa Blanca também estava incluso.
O local é mais rústico, quando comparado com as estruturas disponíveis nas Islas del Rosario, mas o que realmente importa é a beleza natural que não falta no lugar.
cartagena
Dica: evite ir nos finais de semana porque a Playa Blanca fica lotada em razão da visita dos locais.
Onde comer
La Cevicheria
Quem gosta de peixes e frutos do mar, no formato de ceviche ou não, não pode deixar de conhecer esse lugar que teve destaque em razão da visita de Anthony Bourdain a Cartagena.
Aproveite a oportunidade para provar a marcante bebida colombiana – limonada de coco! Prepare-se, você vai se viciar!
cartagena
El Santíssimo
Com seu ambiente requintado e cardápio surpreendente, é outro restaurante que merece uma visita. Mas, atenção, reservas são altamente aconselháveis!
cartagena
Sabores de Cartagena
A cidade tem alimentos típicos que precisam ser saboreados. Destaco as arepas, uma espécie de pão de milho que pode receber diversos recheios e normalmente são oferecidas nos cafés da manhã dos hotéis, mas também podem ser facilmente encontradas pelas ruas da cidade.
Também nas ruas é que encontramos as Palenqueras, cuja origem é de um vilarejo chamado San Basílio de Palenque, uma cidade formada, inicialmente, por escravos livres, cujas mulheres passaram a comercializar frutas para sobreviver, dentre elas o corozo e a guanabanazo (a nossa deliciosa graviola).
Cartagena não é surpreendente? Não é demais poder encontrar num único destino o clima típico caribenho e atrativos históricos-culturais? Ficou com alguma dúvida? Conte pra gente na caixinha de comentários logo abaixo desse post. E, não deixem de me seguir no @quevoceviaje e acompanhar o meu conteúdo feito para que vocês viajem!
Um beijo e até o próximo post!
Juliana Molinari
 
Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularaluga um carro, garante os tickets para passeios ou compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!
Aproveita e se inscreve no canal do Youtube e no Instagram do Estevam para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas!
 
 

Escrito por Juliana Molinari

Deixe um comentário