4 lugares em Salvador que os baianos amam e recomendam

O que fazer em Salvador
A Bahia é um estado extremamente turístico, principalmente pelo seu litoral e pela sua capital. Lugares em Salvador para visitar, não faltam. Mas, se você tem interesse em conhecer a cidade e ter o gostinho de como os moradores gostam de admirá-la e aproveitá-la, vou te contar sobre alguns deles. 
Os próprios nativos, muitas vezes, aproveitam os pontos turísticos famosos como Pelourinho e Farol da Barra. Entretanto, tem algumas coisas que só quem mora em Salvador sabe dos pequenos prazeres de explorar a capital de outras formas e sob pontos de vista menos visitados. 
Antes de mais nada, se estiver com planos de ir a Salvador, não esqueça de conferir os conteúdos do Brasil 60 aqui no blog e lá no canal do Estevam no YouTube. Você vai encontrar muita recomendação de o que fazer, onde comer e onde se hospedar para aproveitar a cidade ao máximo!

Enfim, aqui estão lugares em Salvador que seus moradores amam e com certeza recomendam para que você conheça a cidade com outros olhos.

Praias do subúrbio

As praias mais famosas de Salvador para os turistas são as da região da Barra ou no norte da cidade. Porém, para os locais, a região do subúrbio ferroviário tem alguns dos mais bonitos trechos do litoral soteropolitano. 
Banhadas pelas águas da Baía de Todos os Santos, as praias nos arredores de São Tomé de Paripe são paraísos longe dos lugares repletos de turistas. Por ficarem afastadas do centro, elas nem parecem que estão dentro da capital. 
Nas praias de São Tomé de Paripe e Tubarão, por exemplo, não só as águas tranquilas e azuis atraem os locais. Além dos aspectos naturais, restaurantes especializados na culinária local regados a muito peixe e frutos do mar são outro atrativo.  

Uma tarde nos museus de arte

Apesar do centro histórico de Salvador já ser um museu ao ar livre, bem perto do Pelourinho e da região mais antiga da cidade, é possível visitar outros espaços de arte que são menos turísticos. No Corredor da Vitória, uma popular avenida residencial no bairro da Vitória, cercada por um túnel de árvores lindíssimas, há museus e cafeterias para dar e vender. 

Corredor da Vitória
Trecho do Corredor da Vitória

Para quem gosta de passeios mais tranquilos e de visitar exposições, essa avenida oferece um roteiro a pé. O Museu Geológico da Bahia e o Museu de Arte da Bahia são alguns que ocupam a sequência de espaços em Salvador para visitar gratuitamente. Bem pertinho dali, na Rua da Graça, está também o Palacete das Artes. Este é mais um local que vale a visita e possui obras de Rodin espalhadas pelos gramados da antiga mansão e exposições temporárias internamente. 
Além disso, não faltam estabelecimentos para sentar e tomar um café para dar uma pausa no passeio cultural. Um deles é o Coffetown, que o Estevam visitou da última vez que esteve na cidade!

Uma rápida vista da Baía de Todos os Santos

A Baía de Todos os Santos é, de fato, um cartão postal. Mas, só quem vive subindo e descendo na região central da cidade sabe que algumas das melhores vistas não estão nos pontos turísticos. 

Vista de Salvador
Vista da Ladeira da Montanha

Contraditoriamente, não é parado ou caminhando pelo centro histórico que os soteropolitanos têm algumas das melhores vistas, mas sim em movimento. Em Salvador, existem duas avenidas que fazem parte do dia a dia dos locais e que são um privilégio para ver o mar. 
Uma delas é a Ladeira da Montanha. Ela começa no bairro do Comércio como uma rua estreita que sobe por baixo do famoso Elevador Lacerda para o centro comercial na cidade alta. 
Elevador Lacerda
A subida por baixo do Elevador Lacerda

O trajeto é presenteado com a vista de alguns segundos para o mar, que rende admirações para quem estiver passando de carro como passageiro. 
Ademais, uma outra opção é descer do bairro do Canela pela Avenida do Contorno em direção ao centro. O trajeto também oferece uma paisagem incrível da Baía, da cidade baixa e do subúrbio da cidade. 
Dentro dos limites de velocidade, é claro, vale a pena passar com calma por esses lugares e admirar a vista como os soteropolitanos adoram.

Fim de tarde de bike na orla

A orla de Salvador tem muitos lugares conhecidos para comer, ver o pôr do sol e admirar as vistas. Porém, se você não quiser fazer isso somente em um lugar, fugir de um fim de tarde turístico e tiver disposição, faça como os locais e pegue uma bicicleta. 
Desde que a orla foi revitalizada, as ciclovias vem sendo muito utilizadas pelos moradores de Salvador. Não só para atividade física, pedalar na orla também está sendo uma prática de lazer, já que as vistas de alguns trechos são verdadeiros cartões postais. 
Uma dica, por exemplo, é visitar a orla do Jardim de Alah, um bairro predominantemente residencial, muito aconchegante e cheio de estabelecimentos para fazer uma pausa durante o passeio.

Passeio na orla com destino à Barra

Outra sugestão, que leva, inclusive, a um ponto turístico, é o trecho do Rio Vermelho à Barra. Reservando alguns dos melhores lugares de Salvador para ver o pôr do sol, o trecho é ótimo para conhecer uma parte da cidade de bike. 

Orla de Salvador
Orla do Rio Vermelho

Finalizando, lugares em Salvador legais e bonitos para visitar são incontáveis, mas garanto que sair das práticas 100% turísticas também vai fazer com que você aproveitar muito a capital. Aliás, essa cidade encanta qualquer um, seja em pontos turísticos ou não, moradores e visitantes se admiram com ela – e com razão.
 

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularaluga um carro, garante os tickets para passeios ou compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveita e se inscreve no  canal do Youtube e no Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas!

Escrito por Milena Lopes

Deixe um comentário