Boa Vista e Serra do Tepequém são lindos demais!

Boa Vista e Serra do Tepequém são lindos demais!

Fala, viajante! Tudo bem com vocês? Continuando nossa viagem por todas as regiões do país, o Brasil 60 agora está em Boa Vista, capital de Roraima. Terra da paçoca gigante – está no Guinness Book, super bem planejada e porta de entrada para o Monte Roraima.

Lembrando que o Brasil 60 é o meu novo projeto, onde eu vou visitar 60 destinos brasileiros e registrar tudo em vídeo e em posts aqui no blog para vocês acompanharem tudinho. A New Trip está comigo nesta aventura, claro!!

Aliás, aproveita e já dá uma olhada no meu vídeo:

Roraima é o estado brasileiro menos populoso e com o menor número de municípios. No entanto, é o estado com o maior percentual de indígenas do Brasil, quase 10% de toda população.

Apesar de pouco populoso, são quase meio milhão de habitantes no estado, sendo que a maioria deles (420 milhões) vivem na capital. Aliás, Boa Vista é a única capital brasileira localizada no Hemisfério Norte e uma cidade muito linda. É uma das mais planejadas do país, limpa e organizada.

Bem diferente da cultura da borracha que tomava conta da região norte do país, Roraima se destacou pelo seu solo propício para o agronegócio e pelo garimpo. Muitos fazendeiros se estabeleceram na região e a fazenda mais famosa era a de Boa Vista.

Por isso, em 1890, quando a região foi elevada a município, recebeu este nome. Aliás, a antiga sede desta fazenda de 1830 é hoje o Bar Meu Cantinho.

O que fazer

Praça do Centro Cívico
É de onde toda a organização de cidade começa. Vista de cima, a cidade tem formato de leque a partir deste ponto. Nesta praça fica ainda os três poderes do estado e o polêmico monumento do garimpeiro. A região se desenvolveu muito por conta do garimpo, mas hoje enfrenta muitos problemas com a ilegalidade de atividade.
Pertinho deste espaço cívico fica a Igreja de São Sebastião, construída originalmente em 1924, foi totalmente reformada há cerca de um ano.

Praça da Bandeira

Apesar de não ter nenhuma bandeira hasteada nesta praça, ela foi construída em homenagem aos 50 anos da bandeira brasileira. No centro da praça fica um canhão trazido do Forte de São Joaquim, que está há 35km da capital. No local ainda ficam uma cafeteria e um ginásio de esportes.

Bem do lado da praça fica o Prédio da Prelazia. Construído em 1909, hoje é a secretaria da diocese de Roraima, mas antes já foi muitas outras coisas, como escola e até sede do governo.

Igreja Matriz Nossa Senhora do Carmo

É um dos principais cartões postais da cidade. Há relatos que em 1787 já havia uma capela onde hoje está a igreja do Carmo. E bem em frente, fica a Rua Floriano Peixoto, a primeira rua da cidade e onde estão as primeiras construções de Boa Vista.

Monumento aos Pioneiros

Roraima - EPM

Este é na verdade o segundo monumento aos pioneiros, sendo que o primeiro está localizado pertinho na Praça Barreto Leite, construído na década de 70. Já o segundo monumento é um painel dos anos 9º, que homenageia os indígenas e os imigrantes que vieram e se estabeleceram na cidade.

Catedral Cristo Redentor

Com estilo bem mais moderno do que as demais igrejas da cidade, a construção da década de 70 faz alusão ao Rio Branco, as malocas indígenas e outras referências como uma harpa. É um complexo arquitetônico bem interessante e bonito.

Flutuante Flutuaí Boa Vista

Este bar restaurante é ideal para passar uma tarde à beira do Rio Branco, fazer SUP, andar de caiaque, barco e muitas outras atrações. Lugar perfeito para tomar uns drinks e ver o pôr do sol em um passeio de barco que custa R$60. Os preços são justos e o atendimento é bem bacana. Curti muito!

Parque do Rio Branco

É uma representação da selva amazônica, inclusive eles chamam de selvinha amazônica, com vários animais que encontramos na natureza. é bem legal para vir com as crianças.

Mirante Edileuza Lóz

Vale muito a pena. A vista é linda da cidade e do rio. E ainda tem um piso de vidro para ver tudo de cima. A visitação é gratuita, mas precisa fazer agendamento online. A dica é ver o pôr do sol de lá de cima. É muito lindo!

Complexo Ayrton Senna

Um espaço familiar e de lazer que tem um monte de atrações, como a Praça das Águas, A Selvinha Amazônia, playground, pista de skate, várias comidinhas de rua e muito mais. Além disso, o famoso letreiro Eu Amo Roraima também fica aqui.

Teatro Municipal de Boa Vista

Fica bem em frente ao hotel que eu escolhi ficar na cidade. É um prédio enorme e todo de vidro, lindo e dentro tem uma cafeteria ótima, chamada Flying Fox. Fica a dica.

Lago do Robertinho

Passeio imperdível para que visita a capital Boa Vista. Fica a cerca de 30 minutos da cidade e o lugar é um balneário bem no meio do cerrado. Perfeito para passar o dia comer e se divertir fazendo várias atividades, como banana boat e tirolesa (pagas a parte). Paga R$ 20 para passar o dia e quem quiser, tem chalezinhos para passar a noite.

Serra do Tepequém

Para chegar na Serra do Tepequém, que fica a cerca de 210km de Boa Vista, dá pra ir de carro, mas pegamos um taxi aéreo com o pessoal da @voaretaxiaere.

Tepequém é uma pequena vila onde moram 400 pessoas. E a região ficou muito conhecida nos anos 40 e 50 pelos seus diamantes.

Muitos garimpeiros vieram para cá para explorar as riquezas e por conta disso, até as formações da natureza foram modificadas, já que os garimpeiros usavam dinamite para buscar os diamantes.
Dois dos lugares para visitar é o Mirante do Paiva e a Mão de Deus, que tem paisagens lindas. Além, de trilhas, cachoeiras e muita natureza intocada. A dica é estar acompanhado por um guia local. Quem for visitar a região, chama o pessoal da @tepequem.aventura.

Fotos do Tepequém

Onde comer

  • Riu Restaurante – bem em frente ao Rio Branco oferece self-service e a la carte.
  • Plataforma 8 – é um espaço colaborativo que tem coworking, café. Cervejaria.
  • Mr. Bacon e Bread Coffee Shop – provei a famosa paçoca de Roraima neste lugar que também é bom para um café e outras comidinhas.
  • Rei Arthur Pub – ideal para tomar uma cerveja e comer uns petiscos. Climatizado e bem badalado.
  • Toca da Bruxa – é tipo um ateliê onde você pode comer e tomar bons drinks ao som de música ao vivo.
  • Grand Maison Bistrô – ligar chique e fino, com uma decor bem bonita e a apresentação dos pratos é linda.

Onde ficar

  • Boa Vista Eco Hotel (Boa Vista) – super bem localizado no centro e perto de tudo na cidade, além de uma ótima infraestrutura.
  • Pousada Plato2112 (Tepequém) – super simples e muito convidativa para os turistas que visitam a serra.

É isso, viajante! Me despeço deste estado lindo e sigo viagem para o Tocantins. Eu amei este lugar e quero muito voltar. Fica ligado aqui no blog que eu breve vou postar mais sobre minha próxima parada: Palmas. Segue lá o meu canal do YouTube e fique por dentro do Projeto Brasil 60

Enquanto isso, veja mais fotos de Roraima:

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularaluga um carro, garante os tickets para passeios ou compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!
Aproveita e se inscreve no  canal do Youtube e no Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas!

Escrito por Lucas Estevam

Deixe um comentário