Veneza vai começar a cobrar taxa de visitantes

Veneza vai começar a cobrar taxa de visitantes

Veneza anuncia medida rigorosa (e lucrativa) para tentar controlar o alto fluxo de pessoas na cidade e seus efeitos negativos. Saiba mais nesse post.

A reabertura da Itália

Conforme compartilhamos recentemente AQUI, a Itália está reaberta aos turistas e, recentemente, flexibilizou algumas regras relacionadas à covid-19, facilitando a vida dos viajantes.

O overtourism de Veneza

Mas, nem só de facilidades vivem os viajantes que desejam visitar a Itália e, mais especificamente, Veneza.

O fato de Veneza ter recebido na Páscoa quase meio milhão de visitantes pode ser visto de forma positiva como uma sinalização da recuperação da economia no setor do turismo, mas também reacendeu a preocupação quanto ao overtourism – alto fluxo de pessoas em local que não suporta essa volumetria.

O overtourism pode gerar efeitos negativos aos turistas, por não terem uma experiência agradável ao visitar o local que sofre desse mal, como também os moradores do destino que perdem a qualidade do transporte público e se deparam com a subida dos preços de alimentação e aluguel.

A decisão de mudança

O cenário vivido por Veneza fez com que seu prefeito decidisse implementar medidas radicais para conter a superlotação da cidade.

A partir de junho, Veneza testará um sistema de reserva para entrada em seu centro histórico. Inicialmente, será de graça mas, a partir de 2023, serão cobradas taxas, de 3 a 10 euros, de acordo com o número de pessoas em circulação, daqueles que desejarem visitar a cidade sem nela pernoitar.

Ou seja, quem dormir em algum hotel em Veneza (não continental) ou for morador estará livre das novas taxas.

E, ainda, cogita-se a instalação de catracas para fazer o controle da entrada em Veneza.

Mas, há quem critique a medida por entender que ela não vai resolver o problema, mas sim transformar a cidade numa espécie de parque de diversões e uma fonte de receita adicional para os cofres públicos.

A experiência de Amsterdam

Amsterdam também sofre com o overtourism, mas seguiu caminho diferente do definido por Veneza. Lá, houve uma limitação de leitos de hotéis e locações de airbnb, bem como foram adotadas taxas turísticas nos hotéis.

Holanda Aberta para Brasileiros

Considerações

Será que essa moda pega e outros países entrarão na mesma onda? A medida adotada por Veneza seria a nova tendência de combate ao overtourism?

Fato é que, mais uma vez, vai pesar no bolso do viajante e sem sabermos ao certo se a medida vai atingir o seu objetivo.

O que você acha da novidade? Acompanhe aqui pelo Blog EPM outras avaliações como essa! Conta pra gente aqui sua dúvida ou opinião na caixinha de comentários! Fique ligado aqui no Blog EPM e não perca outras notícias como essa e aproveite para seguir o meu perfil no Instagram @quevoceviaje, onde compartilho experiências, roteiros e dicas para que você viaje!

Até o próximo post!

Juliana Molinari (@quevoceviaje)

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularaluga um carro, garante os tickets para passeios ou compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes! Aproveita e se inscreve no canal do Youtube e no Instagram do Estevam para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens alé

Escrito por Juliana Molinari

Deixe um comentário