Tour em Pirenópolis: surpreenda-se com esta cidade histórica

Fala, viajante! Tudo bem com vocês? Depois de conhecer Goiânia, capital de Goiás, O Brasil 60 agora desbrava a cidade histórica de Pirenópolis. Vou te mostrar o que ver e fazer na cidade, e te dar dicas de tours e restaurantes para visitar.
Lembrando que o Brasil 60 é o meu novo projeto, onde eu vou visitar 60 destinos brasileiros e registrar tudo em vídeo e em posts aqui no blog para vocês acompanharem tudinho.
Aliás, aproveita e já dá uma olhada no meu vídeo em Pirenópolis:

História de Pirenópolis

A cidade de Pirenópolis nasceu no século 18 quando vários bandeirantes, Portugueses e mineradores vieram para esta região de Goiás, pertinho de Minas Gerais, em busca de ouro. A cidade se tornou um importante centro comercial, em especial, pela fabricação do algodão. Quando fundada, a cidade recebeu o nome de Minas de Nossa Senhora do Rosário Meia Ponte. Mas quando os espanhóis estiveram na cidade, perceberam que ela era cercada por montanhas que se pareciam com a Serra dos Pirineus (entre a Espanha e a França) e, daí, veio o nome atual Pirenópolis.
No entanto, a região de Piri ficou muito tempo esquecida e foi somente nos anos 70, com a construção de Brasília, que a cidade voltou a receber turistas. Hoje é um importante polo turístico e atrai visitantes que buscam relaxar nas cachoeiras e do artesanato, feito com pedras da região. Vale ressaltar que Pirenópolis é uma cidade Patrimônio Histórico do Iphan desde 1989 e, hoje, somente 25 mil pessoas moram por lá.

O que visitar em Pirenópolis

Igreja Matriz de Nossa Senha do Rosário
Pirenópolis
Igreja Matriz de Nossa Senha do Rosário

Comecei minha visita pela Igreja Matriz, que fio totalmente reconstruída depois que um incêndio destruiu todo o telhado e seu interior. Esta foi a primeira igreja da cidade, construída em 1728, e tombada como patrimônio em 1941.

Igreja Nosso Senhor do Bonfim

Construída em 1754 ela fica bem em frente a Rua Aurora, considerada a mais bonita de Pirenópolis. Seguindo por esta rua, vamos direto até a Praça do Coreto. Ao longo desta mesma rua há diversos cafés que valem uma visitinha.

Rua do Rosário
Pirenópolis
Rua do Rosário, Pirenópolis

Conhecida também como rua do lazer, onde está a maioria dos bares e restaurantes, onde acontece todo o agito e a paquera da cidade.

Pirenópolis
Rua Aurora é considerada a mais bonita de Pirenópolis e tem diversos cafés
Caminhar pelas ruas da cidade
Pirenópolis
Centro Histórico de Pirenópolis – foto Augusto Miranda (MTur)

Só de caminhar pelas ruas de pedra e admirar a arquitetura da cidade já é um belo passeio. Eu curto muito fazer esses passeios a pé por estas cidades pequenas e históricas. É uma delícia e você tem a oportunidade de conhecer melhor a vida e a cultura local.

Cachoeira do Abade
Pirenópolis
Cachoeira do Abade – foto Augusto Miranda (MTur)

Viajante, agende a sua visitação nesta cachoeira! Não faça como eu e dê de cara com a porta fechada. Explico. O parque onde fica a cachoeira só aceita visitação agendada e o visitante só pode entrar até às 16 horas. Infelizmente, não consegui visitar o local, mas sei que é um lugar lindo onde você pode fazer trilhas e até almoçar no local. Além, claro, de nadar em uma das 4 cachoeiras. Ideal para passar o dia com os amigos e a família. Entrada custa R$ 40 para os adultos e R$ 20 para as crianças e idosos.

Curiosidade: As Cavalhadas de Pirenópolis

Pirenópolis é bem conhecida pelas cavalhadas, uma festividade que acontece três dias antes da festa do Divido – que por sua vez acontece 50 dias depois da Páscoa. Entendeu? Esta festa é símbolo da cidade, que matem a tradição desde 1826. As cavalhadas são manifestações folclóricas, trazidas pelos colonizadores do norte de Portugal, onde há muita música e comida, carreiras equestres coreografadas e torneios medievais.

Como chegar

Eu estava em Goiânia e vim de carro até Pirenópolis, cerca de 1h30 de viagem. Praticamente a mesma distância para quem sai de Brasília. Além disso, há ônibus que fazem este percurso diariamente, tanto de Goiânia quanto de Brasília, para Pirenópolis. Consulte os horários certinho!

Onde comer

 Magia do Café – ideal para degustar um café nas mesinhas ao ar livre que ficam em frente.
Restaurante do Dill – serve um frango com pequi delicioso e o restaurante foi muito bem recomendado.

Pirenópolis
Adorei Pirenópolis, é uma cidade linda e simpática

É isso, viajante! Este foi o nono destino do nosso Brasil 60 e eu adorei a visitação, curti muito e comi muito bem. Agora eu sigo viagem meu próximo destino aqui pela região central do país. Você sabe qual é? Vai lá no YouTube e segue meu canal para ficar por dentro do projeto Brasil 60!

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularaluga um carro, garante os tickets para passeios ou compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!
Aproveita e se inscreve no  canal do Youtube e no Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas!

Escrito por Lucas Estevam

Deixe um comentário