O que ver e fazer em Salvador, a primeira capital do Brasil (parte1)

Estevam em Salvador
Foto típica de turista na frente do logo Salvador

Fala, viajante! Tudo bem com vocês? O Brasil 60 acaba de desembarcar no Nordeste e a primeira cidade que eu visitei foi a capital da Bahia, Salvador. Aliás, você sabia que Salvador foi a primeira capital do Brasil? É, viajante! Vou te contar tudo isso e muito mais.
Lembrando que o Brasil 60 é o meu novo projeto, onde eu vou visitar 60 destinos brasileiros e registrar tudo em vídeo e em posts aqui no blog para vocês acompanharem tudinho.
Aliás, aproveita e já dá uma olhada no meu primeiro vídeo de Salvador (BA):

 

Salvador, a primeira capital do Brasil

Antes de se definir que Salvador seria a primeira capital do Brasil, o país vivia sob o regime de Capitanias Hereditárias. Porém, não estava dando muito certo. Então, o governo português designou Tomé de Souza como governador-geral do Brasil para solucionar o problema. E a sua primeira decisão foi instituir Salvador como capital.
E não foi por acaso, não! Isso porque a Baía de Todos os Santos está estrategicamente posicionada para receber os navegadores portugueses e para o escoamento de carga. Por ali, passavam a maior parte do pau-brasil retirado do nosso solo e a produção açucareira do Nordeste.
Somente em 1763 a capital do Brasil foi transferida para o Rio de Janeiro e, depois, em 1960 para Brasília.

Influência africana

A influência afro é muito grande na cidade. Os primeiros africanos foram trazidos para a Bahia pelos portugueses para trabalhos forçados nas plantações de açúcar do Nordeste. Por isso, ainda hoje, a Bahia tem uma população majoritariamente negra. Além disso, até hoje as tradições africanas são conservadas e podem ser vista na cidade. Aliás, você sabia que o Brasil é o país com a maior comunidade afrodescendentes do mundo fora de África? E que Salvador é a cidade mais negra do Brasil?
A cultura baiana tem muito da africana, seja nos costumes ou na culinária. O berimbau, o tambor, a capoeira, o candomblé, o acarajé e tantas outras coisas. Tudo isso é uma forma de refletir a herança da cultura africana na Bahia. Para quem quer aprender mais sobre a cultura afrobaiana, a dica é fazer um roteiro pelos principais locais que contam esta história.
Para isso, você não pode deixar de visitar: Museu Afro-Brasileiro, Centro Cultural Solar do Ferrão, Museu Nacional da Cultura Afro-Brasileira (MUNCAB), Casa do Benin, Centro Cultural Casa de Angola, Fundação Casa de Jorge Amado, Museu da Gastronomia Baiana, Mercado Modelo e Forte São Marcelo.

Como ir do aeroporto para o centro de Salvador?

O melhor jeito é pegar um Uber, viajante! Isso mesmo. Porque é mais rápido, super fácil e barato. Portanto, vale muito a pena. Até existe metrô em Salvador, mas a verdade é que ele não conecta a cidade toda, ou seja, é muito limitado.

O que visitar em Salvador?

Passear pelo centro histórico

Estevam em Salvador
Centro Histórico de Salvador

O conjunto arquitetônico do centro histórico de Salvador é lindo e um dos mais importantes do Brasil, por ter em sua essência o começo da história do país. Em 1984, o local foi inscrito no Livro de Tombo Arqueológico, Etnográfico e Paisagístico pela riqueza de suas construções. Já em 1985, entrou na lista de Patrimônio Mundial da Unesco.
Eu fiquei bastante feliz de ver que esta parte da cidade é muito bem preservada. Por lá, você pode caminhar pelas ruas e praças e visitar algumas das construções mais lindas e conhecidas de Salvador. Como, por exemplo, Igreja dos Jesuítas, Igreja e Convento de São Francisco, Igreja do Carmo, Igreja e Convento de Santa Teresa, Igreja e Mosteiro de São Bento e a Igreja da Ordem Terceira de São Francisco, que aliás é muito famosa pelo tanto de ouro que foi usado na sua construção.

Elevador Lacerda

Estevam em Salvador
Elevador Lacerda

Foi o primeiro elevador urbano no mundo a servir de transporte público!!! Sim, viajante! Ele foi construído em 1873 e serve para conectar a Cidade Alta e a Cidade Baixa – ligando a Praça Tomé de Sousa à Praça Cayru, no bairro do Comércio. Ele funciona 24 horas por dia. Além disso, é um símbolo da cidade e um dos cartões postais mais conhecidos de Salvador. Pra subir ou descer no você paga uma tarifa de R$ 0,15.

Palácio Rio Branco

Fica bem ao lado do Elevador Lacerda. O Palácio Rio Branco já foi sede do governo do estado e hoje abriga um museu com importantes obras, como o Memorial dos Governadores. Dentro do prédio há ainda uma bela escadaria de ferro e bronze e um lindo vitral colorido no alto.

Praça da Sé

O local é em homenagem a Catedral da Sé que ficava na praça, mas que foi demolida em 1930. Hoje, há uma cruz enorme no local onde ficava a igreja. Ao lado temos a Praça São Tomé de Sousa, aquela do Elevador Lacerda.

Largo do Pelourinho

Estevam em Salvador
Pelourinho

Aqui é o local onde foi gravado o famoso clipe do Michael Jackson, da música They Don’t Care About Us, com participação especialíssima do Olodum e dos moradores da região. Por aqui você também pode visitar a Fundação Casa Jorge Amado, uma instituição que preserva a obra do escritor baiano e conta com acervo de livros, fotos e milhares de itens que contam a história do autor.
Eu adoro me perder pelas ruelas do Pelourinho. O lugar é tão colorido e cheio de gente diferente. É um lugar maravilhoso, muito gostoso de passear. Mas, minha dica é fazer isso durante o dia. Se você não conhece bem a região pode se perder durante a noite.

Igreja e Convento de São Francisco

Viajante, a entrada desta igreja fica na lateral! Portanto, quando chegar lá e der de cara com a porta na frente, não pense que ela está fechada, mas siga para a lateral. Pra mim, esta é a obra mais linda e rica de Salvador. Ela tem mais de 300 anos (século 18) e foi construída no estilo barroco e todo seu revestimento é de ouro. Literalmente, tudo que brilha nesta igreja é ouro sim! Dizem que foram usadas mais de uma tonelada de ouro na igreja. É impressionante. Mas, para entrar e visitar é preciso pagar R$ 5 por pessoa.

Mercado Modelo

O local tem mais de 100 anos e conta com 266 lojas em dois pavimentos. Antigamente, o mercado servia para abastecer a cidade com mercadorias e infelizmente, com escravos. Aliás, o Elevador Lacerda também servia para facilitar o transporte de carga do mercado para a Cidade Alta. Hoje, o local é mais turístico e vende artesanato e tem dois restaurantes. Contudo, não recomendo comer no local!

Onde comer

Sorriso da Dada – fica no Pelourinho e servem uma moqueca de camarão deliciosa. Aliás é o meu prato baiano preferido.
Sorveteria A Cubana – foi a primeira sorveteria de Salvador e tem em seu cardápio sabores exóticos.
O Cravinho – era um carrinho de bebidas que virou um bar bem legal.
Restaurante Adamastor – restaurante do Fera Palace Hotel que serve pratos deliciosos a preços super justos.
Casa da Gamboa – dica para um almoço no Pelourinho e a moqueca vegana deles é show!

Onde ficar

Fera Palace Hotel – localizado no coração de Salvador, bem pertinho do centro histórico e cm vista para a Baía de Todos os Santos. O hotel foi construído em 1934 e ele foi todo reformado recentemente. No rooftop tem piscina, bar e restaurante.

Mais da Bahia:

BAHIA: 3 CIDADES DE PRAIA PARA CONHECER NO SUL DO ESTADO
4 PRAIAS DO NORTE DA BAHIA PARA CONHECER NO VERÃO

É isso, viajante! Nossa aventura por Salvador ainda não terminou. Esta foi apenas a primeira parte da viagem. Fique atento que logo mais aparece outro post com mais atrações e lugares lindos para você visitar quando estiver em Salvador. Obrigada a @cassiturismo que me acompanhou todo o tempo. E para quem é leitor do EPM, tem desconto em passeios com eles! É só dizer que viu no Estevam Pelo Mundo. Aproveita e vai lá no YouTube e segue meu canal para ficar por dentro do Projeto Brasil 60!

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularaluga um carro, garante os tickets para passeios ou compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveita e se inscreve no  canal do Youtube e no Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas!

Escrito por Lucas Estevam

Deixe um comentário