O que posso despachar como bagagem em voos

O que posso despachar como bagagem em voos

O que podemos levar ou não em uma viagem de avião pode nos gerar dúvidas. Existem regras particulares para determinados equipamentos, quantidades de itens, quais materiais e objetos são permitidos ou não de serem transportados em aeronaves. Por isso, criamos este post para te ajudar sobre o que você pode despachar como bagagem.

Além das malas, outros volumes podem ser colocados nos porões dos aviões na hora de viajar. No entanto, é preciso se certificar se é possível e sob quais regras as companhias aéreas permitem esse transporte.

Listamos aqui alguns dos itens mais comuns que se pode despachar como bagagem e, assim, você poderá programar e organizar o que pretende levar ou trazer em suas viagens. Reforçamos que, para a segurança dos seus pertences, os itens despachados devem sempre estar em malas, mochilas, capas, proteções ou caixas ideais ou, ao menos, bem acomodados e lacrados no volume de transporte.

Tomamos como referência as indicações da Agencia Nacional de Aviação Civil (Anac) que orienta os itens permitidos em embarques com origem no Brasil.

Auxílios de mobilidade

Cadeiras de rodas, sejam elas manuais ou não, são itens que se pode despachar como bagagem.

Para os modelos manuais, não há muitas restrições, basta que ela esteja dobrada ou desmontada para que a empresa possa colocá-la no porão. Já para os modelos motorizados, que dependem de bateria, é possível fazer o despache sob algumas condições.

Cada empresa pode orientar como opera o despache desse equipamento, exigindo, por exemplo, que a bateria seja separada do auxílio de mobilidade ou indicando apenas que ela esteja bem presa e com seus terminais protegidos.

É importante entrar em contato com a cia. aérea antes da viagem para já estar ciente dos detalhes.

Bebidas alcólicas

Com teor alcóolico menor que 24%, a quantidade de bebida transportada como bagagem despachada pode ser ilimitada, contanto que esteja embalada corretamente e de forma segura. A outra condição é de que as garrafas tenham capacidade máxima de 1 litro.

Já para bebidas entre 24% e 70% de álcool por volume, a Anac restringe um limite de cinco litros por passageiro, em garrafas de limite máximo de um litro cada. Em voos internacionais, ou voos nacionais comprados conjuntamente com internacionais, é possível ampliar o limite para 12 litros por passageiro na bagagem despachada.

A condição indicada é que os itens estejam bem embalados e acomodados para evitar que se quebrem ou causem danos às suas bagagens e de outros passageiros.

Para isso, se informe com a companhia aérea sobre a necessidade de sinalizar o volume como frágil na hora de despachar. Para isso, a empresa pode cobrar um taxa específica para bagagens especiais (que exigem maior cuidado por parte dos colaboradores na hora de embarcar e desembarcar os objetos).

Cilindros de gás

Cilindros de gás para membros mecânicos, cilindros de oxigênio em gás e cilindros de mergulho vazios são exemplos do que se pode despachar como bagagem, mas é preciso ter a confirmação com a companhia aérea. Cada uma pode ter regras específicas sobre o transporte dos mesmos.

A única condição que a Anac indica é que, para os cilindros de O², os itens não ultrapassem 5kg e que suas válvulas e reguladores, caso existam, estejam protegidos para evitar liberação indevida do gás durante o trajeto.

Equipamentos de acampamento

Barracas, fogões portáteis e equipamentos de acampamento em geral podem ser transportados como bagagem despachada, exceto se envolver líquidos inflamáveis.

A Anac recomenda apenas que você entre em contato previamente com a empresa de aviação para saber os detalhes do transporte destes equipamentos no porão.

Equipamentos esportivos

Raquetes, remos, skates, tacos, varas de pesca e equipamentos esportivos que não se enquadrem nas dimensões ou como itens seguros para serem levados na cabine podem ser despachados. Algumas empresas permitem pranchas, canoas, caiaques e equipamentos grandes. Já outras não fazem o transporte deles devido a dimensão dos objetos e modelos das aeronaves, que não comportam em seus porões estes equipamentos.

Bicicletas, que normalmente são muito requisitadas como bagagem de despache, normalmente precisam estar dobradas ou desmontadas e, preferencialmente, embalada em materiais rígidos.

É importante se comunicar com a companhia aérea, principalmente para itens que não possam ser embalados ou que tenham grandes dimensões, sobre a possibilidade de levá-los e até etiquetá-los como bagagem especial, pagando uma taxa extra pelo cuidado.

Equipamentos de exercício físico

Itens para a prática de exercícios físicos, como barras, halteres e anilhas, podem ser acomodados em malas, capas, mochilas ou caixas em que fiquem acomodados para serem transportados como bagagem despachada. Apenas certifique-se do peso destes equipamentos e se eles cumprem o limite que você pagou pelo volume.

Ferramentas

Marretas, martelos, chaves de fenda, cinzéis, serras e serrotes, incluindo serras elétricas portáteis sem fios (contanto que siga as regras de limitações das baterias de íon lítio) e outras ferramentas são itens que se podem ser despachados como bagagem. Apenas é preciso que tudo esteja bem acomodado em caixa ou embalagem segura para evitar danos às suas coisas e de malas de outros passageiros.

Instrumentos musicais

Em geral, se pode despachar como bagagem qualquer instrumento musical. Porém, para a própria segurança do seu objeto, coloque-o em embalagem ou mala adequada para transporte e sinalize a necessidade de identificação especial de fragilidade para o equipamento, pagando a taxa de bagagem especial.

As empresas, muitas vezes, podem indicar a melhor forma de realizar o transporte, pois algumas listam os instrumentos exclusivamente de acordo com sua fragilidade. Entre em contato previamente e tire suas dúvidas antes de embarcar.

Veículos recreacionais portáteis

Hoverboards, monociclos elétricos, patinetes elétrico, airwheels, mini-segways, balance wheels e outros modelos de veículos recreacionais portáteis podem ou não serem aceitos. Como muitos utilizam baterias de lítio, é possível que a companhia aérea não aceite transportar os equipamentos.

A Anac sugere o contato prévio com as empresas para esclarecimentos.

Considerações

Quer ver mais detalhes sobre o que você pode ou não levar com você na cabine do avião? Confira detalhes aqui no nosso post!

E lembrando que a bagagem despachada não é um serviço gratuito para as companhias aéreas brasileiras. Em algumas categorias de passagens, principalmente em voos internacionais, a mala de porão pode ou não estar inclusa na passagem adquiria.

Você pode conferir detalhes sobre o despache de malas em voos nacionais e o serviço de transporte de bagagem de porão em voos para fora do Brasil aqui no site!

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularaluga um carro, garante os tickets para passeios ou compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveita e se inscreve no canal do Youtube e no Instagram do Estevam para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas!

Escrito por Milena Lopes

Deixe um comentário