O que fazer no Rio Grande do Norte, além das praias

O que fazer no Rio Grande do Norte, além das praias

Que as praias do Rio Grande do Norte são maravilhosas, a gente já sabe. Mas que tal explorar outros lugares interessantes e belíssimos deste estado? Para te mostrar que esse pedaço do Nordeste é muito mais que águas azuis, fizemos uma lista de o que fazer no Rio Grande do Norte, sem incluir Pipa, São Miguel do Gostoso e outros destinos litorâneos famosos.

Você verá que é possível integrar esse locais na sua programação e desfrutar Natal e outras cidades a partir de diversos pontos, conhecendo melhor algumas tradições, a cultura e outras belezas naturais do estado.

Confira abaixo nossas indicações de o que fazer no Rio Grande do Norte!

Natal, além das praias

O que fazer em Natal, Rio Grande do Norte
Foto: MTur

Assim como em outros estados do Nordeste, a capital deste é tão rica que as praias são apenas parte dos atrativos que ela reserva. Outras belezas naturais e experiências para conhecer mais sobre este destino também fazem parte da programação de quem visita Natal.

Como nos meses de primavera e verão o tempo em Natal é de sol e calor, é possível integrar os passeios pela cidade, conhecendo tanto suas praias mais famosas quanto outras atrações que, em sua maioria, também são melhores durante o tempo estável.

Confira abaixo algumas sugestões de o que fazer na capital potiguar!

  • Passeio de catamarã pelo Rio Potengi; 
  • Conhecer o centro histórico;
  • Visitar o Forte dos Reis Magos;
  • Fazer uma trilha no Parque das Dunas;
  • Assistir um show e comer comida local no Forró com Turista;
  • Visitar o Centro de Turismo.

Se você ainda tiver tempo e interesse, pode se deslocar apenas 27km do centro de Natal para visitar o Cajueiro de Pirangi, a maior árvore de caju do mundo, localizada no município de Parnamirim.

Quer mais dicas do que fazer, onde ficar e onde comer em Natal? Confira aqui as experiências do Estevam em sua última viagem a este destino!

Nísia Floresta e suas lagoas

Nísia Floresta no Rio Grande do Norte
Foto: Prefeitura Municipal de Nísia Floresta

Uma oportunidade de tomar banho em águas azuis, porém não de mar. A cerca de 42km de Natal, está a cidade de Nísia Floresta onde o que não faltam são lagoas lindíssimas, uma pertinho da outra, para você conhecer e aproveitar.

Não é à toa que guias e empresas e turismo criaram o Roteiro das Águas pelas lagoas de Nísia Floresta, reservando algumas horas do dia para levar os turistas a sete delas.

Os trajeto são feitos com carros esportes, buggys e quadriciclos, pois as imediações das lagoas são acessadas por caminhos de areia.

O passeio do Roteiro das Águas de Nísia Floresta pode ser encontrado saindo de Natal. No entanto, há pacotes que são pagos por horas de passeio e o tempo de deslocamento estará incluso. Sendo assim, nossa dica para aproveitar mais, é adquirir a experiência com um guia ou empresa credenciada no próprio município e aproveitar mais.

Confira abaixo a lista de lugares que estão inclusos no Roteiro das Águas!

  • Lagoa Redonda
  • Lagoa de Arituba
  • Lagoa de Alcaçuz
  • Lagoa de Boágua
  • Lagoa de Ferreira Grande
  • Lagoa de Carcará
  • Lagoa do Urubu

Sítio Novo e seu castelo no meio do agreste

Castelo Zé dos Montes no Rio Grande do Norte
Foto: Giovanni Sérgio / Assecom do Rio Grande do Norte

É isso mesmo, o Rio Grande do Norte possui um castelo em plena Serra da Tapuia, que faz parte do agreste brasileiro.

O Castelo Zé dos Montes foi feito por um senhor, conhecido pelo mesmo nome que construiu o castelo, e a obra virou atração turística na pequena cidade de Sítio Novo, a 112km de Natal. Há um pequeno custo de entrada para visitar o local que abre somente aos finais de semana para visitação.

Apesar da semelhança com algumas arquiteturas árabes e europeias, a construção é curiosa porque foi erguida sem planejamento e sem referências. A motivação de Zé dos Montes, foram visões espirituais de Nossa Senhora que apareceu para ele algumas vezes ao longo de sua vida.

Ele chegou a iniciar outras construções em diferentes locais, mas elas não tiveram futuro. Já o castelo rendeu 36 anos de obras, possui mais de 100 espaços e, ainda assim, ficou inacabado. Lamentavelmente, o artista deste monumento incomparável faleceu aos 88 anos, em 2020.

Diga a verdade, se é ou não é um lugar interessante de se visitar no Rio Grande do Norte?

Considerações

O que achou das atrações e dicas de o que visitar além das praias? Este estado oferece bem mais do que os destinos famosos e vale a pena aproveitar uma viagem para explorá-los.

A vantagem é que nenhum deles fica distante dos lugares famosos (incluindo alguns que são dentro da própria Natal), então podem ser facilmente colocados na programação.

Assim, as praias encantadoras não precisam ficar de fora dos seus planos. Você pode integrar elas na sua viagem e nós mesmos te recomendamos algumas delas. Confira aqui as melhores praias do Rio Grande do Norte!

Se você ainda quer aproveitar este estado para também conhecer destinos menos famosos e baratos, veja aqui algumas indicações!

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularaluga um carro, garante os tickets para passeios ou compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveita e se inscreve no canal do Youtube e no Instagram do Estevam para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas!

Escrito por Milena Lopes

Deixe um comentário