Ministério da Saúde aprova antecipação de vacina

Ministério da Saúde aprova antecipação de vacina

Vamos começar a semana com notícia boa? O Ministério da Saúde emitiu nota técnica onde passa a permitir a antecipação do esquema de vacinação contra a covid-19 pelos brasileiros que necessitem viajar ao Exterior, bem como para os que tomaram as duas doses de Coronavac e terão como destino um país que não acata o imunizante, a possibilidade de tomarem uma terceira dose de um outro laboratório.

A FUNDAMENTAÇÃO DA DECISÃO

Na nota técnica, o Ministério da Saúde fundamenta a decisão declarando que “observou o surgimento de demandas específicas de brasileiros que necessitam viajar para outros países, que são relacionadas ao tipo de imunizante recebido no Brasil e o exigido pelos órgãos regulatórios regionais dos países de destino. Ou seja, mesmo completamente vacinados no Brasil, algumas pessoas poderão enfrentar limitações de acesso ao país de destino ou ser submetidos ao cumprimento de regras de quarentena, o que poderia culminar em atrasos e eventuais suspensões de viagens”.

A RECOMENDAÇÃO AOS ESTADOS E MUNICÍPIOS

A fim de direcionar os Estados e Municípios sobre o assunto, o Ministério da Saúde recomendou que:

1. Viajantes que não completaram a série primária de vacinação com duas doses da vacina contra covid-19, poderão antecipar a segunda dose respeitando o intervalo mínimo de 21 dias para a vacina da Pfizer e 28 dias para a vacina AstraZeneca;

2. Viajantes que completaram a série primária de vacinação com duas doses da vacina Sinovac/Butantan e terão como destino países cujos órgãos regulatórios não incluíram este imunizante até o momento na sua lista de vacinas autorizadas, poderão receber uma terceira dose de outro imunizante aceito pelo país de destino, seguindo o racional de intercambialidade de vacinas aprovado pelo Governo. Neste caso, o intervalo mínimo entre a série primária de vacinação e a terceira dose do outro imunizante será de 28 dias.

3. Estados e Municípios poderão avaliar as situações individualmente para encontrarem o melhor esquema vacinal, de acordo com a disponibilidade de estoque.

4. Os métodos para comprovação da natureza da viagem ficarão a critério dos Estados e Municípios.

CONSIDERAÇÕES

Ótima notícia para quem deseja viajar para fora do país e tinha como obstáculo o cronograma de vacinação mais estendido e, em especial, para quem foi vacinado com a Coronavac e estava querendo viajar para um país que somente acata o imunizante se combinado com uma terceira dose de outra vacina reconhecida pelo destino.

O único detalhe é que a implementação dessa recomendação ficou a cargo dos Estados e Municípios, que ainda definirão o desenho dessa antecipação, inclusive seus requisitos.

Fique ligado aqui no EPM para seguir atualizado sobre esse e outros assuntos relacionados à retomada das viagens na pandemia.

O que achou da novidade? Conta pra gente aqui sua dúvida ou opinião na caixinha de comentários! Fique ligado aqui no Blog EPM e não perca outras notícias como essa e aproveite para seguir o meu perfil no Instagram @quevoceviaje, onde compartilho experiências, roteiros e dicas para que você viaje!

Até o próximo post!

Juliana Molinari (@quevoceviaje)

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularaluga um carro, garante os tickets para passeios ou compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveita e se inscreve no canal do Youtube e no Instagram do Estevam para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas!

Escrito por Juliana Molinari

Deixe um comentário