ITA – OFICIALMENTE A MAIS NOVA EMPRESA AÉREA DO BRASIL

A ITA tornou-se oficialmente a mais nova empresa aérea do Brasil. A outorga, última etapa da certificação para a empresa efetivamente voar, foi concedida após reunião da diretoria da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) realizada na última quinta-feira (20). A medida deverá ser publicada no Diário Oficial da União. A aprovação  da certificação ontem por parte da ANAC foi a última das cinco etapas do processo de obtenção do Certificado de Operadora Aéreo (COA) pela ITA
No início da semana, a ITA anunciou o início da venda de suas passagens aéreas. Juliana Molinari, uma das nossas colunistas, trouxe uma matéria a respeito. Vale a pena conferir.  
ITA

A ITAPEMIRIM 

Itapemirim consolidou-se como uma empresa de transporte rodoviário de passageiros brasileira ao longo de quase 68 anos anos de atuação no mercado. É, hoje, considerada como uma das mais tradicionais do ramo não somente no Brasil, bem como na América Latina. O grupo foi fundado em 4 de julho de 1953, no município de Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo, pelo empresário Camilo Cola. Após a década de 60, a Itapemirim deu início a um plano de expansão lento e gradual, passando a atender também as regiões Norte e Nordeste. 
Já em 1998, o grupo lançou o Golden Service, serviço visando o conforto de um ônibus leito por uma tarifa econômica de um executivo. O sucesso foi imediato. Hoje, de acordo com a própria empresa, a Itapemirim transporta 3,2 milhões de passageiros por ano, sendo uma das líderes de mercado no Brasil. São mais de 2000 localidades pelo país, fazendo-se presente em 22 estados brasileiros e cobrindo 70% do território nacional. 

ITA LINHAS AÉREAS

Esta não é a primeira vez que o grupo opera uma empresa aérea. Entre os anos de 1991 e 2000, a Itapemirim operou a Itapemirim Cargo, que chegou a ter 6 aviões do modelo Boeing 727.  Os voos se resumiam a operações cargueiras entre Viracopos e Manaus, assim como a rota Campinas/Rio-Galeão/Recife/Fortaleza. 
No transporte de passageiros, a empresa chegou a voar com a Itapemirim Regional, realizando voos entre São Paulo e o Rio de Janeiro com dois monomotores modelo Cessna Caravan, entre 1997 e 1998.
De volta ao setor aéreo, a empresa aposta alto em seus planos. A fórmula do sucesso, garante a empresa, será retomar ao padrão de serviço que era oferecido nas últimas décadas pelas rivais do setor. Com base nesta filosofia, a ITA começa sua a venda de bilhetes sem cobrança pela marcação de assento ou despacho de bagagens com até 23 kg. E esta regra veio para ficar. Em entrevista a revista Exame, Sidnei Piva, presidente do grupo Itapemirim foi categórico neste ponto: “não é só neste momento. É definitivo. Não vamos cobrar”, afirmou.
A ITA já conta com 500 funcionários e pretende contratar mais 2,5 mil até 2022. A empresa nasce em meio um dos piores momentos econômicos na história da aviação civil.

PRIMEIRAS ROTAS E DESTINOS 

A empresa tem seu primeiro voo comercial  programado para acontecer no dia 30 de junho. Neste primeiro momento, voará para os seguintes destinos: Belo Horizonte (Aeroporto de Confins); Brasília; Curitiba; Porto Alegre; Porto Seguro; Rio de Janeiro (Galeão); Salvador e São Paulo (Guarulhos). 
A partir de agosto, a empresa passa a atender também Florianópolis, Fortaleza, Maceió, Natal e Recife.
A previsão é de que, até junho de 2022, a ITA sirva 35 destinos no Brasil e, a longo prazo, 110 localidades nacionais.

AERONAVES 

Os voos da ITA serão operados por aeronaves modelo Airbus A320, com capacidade para transportar até 162 passageiros. Isto resulta em 18 assentos a menos em relação à configuração máxima do modelo. As aeronaves da ITA foram configuradas para possibilitar mais espaço entre as poltronas. Assim, todos os assentos estão dentro dos padrões da categoria A do selo ANAC de conforto. Os passageiros terão entre 79 cm e 107 cm de espaço, a depender do assento dentro da aeronave.
As aeronaves serão divididas em duas classes: ITA Class e Econômica, sem cobrança para a primeira bagagem de até 23 quilos (e uma adicional para a ITA Class). 
ITA

VENDAS

Pois bem, as vendas foram iniciadas na última sexta-feira, 21/05. O voo inaugural da companhia está agendado para o dia 29 de junho, próximo, com renda revertida para instituições beneficentes. O início dos voos comerciais será no dia seguinte, 30 de junho. As passagens já podem ser compradas no site www.voeita.com.br, bem como em agências de viagens.
Confira abaixo alguns exemplos: 

UMA ANÁLISE (E OPINIÃO) PESSOAL 

Bem, otimismo e ceticismo os adjetivos que melhor definem, para mim, a chegada da ITA
Atualmente, no Brasil, a malha aérea doméstica equivale a 35,7% da oferta de voos quando comparada a março de 2020, antes do inicio da pandemia da Covid-19 e fechamento de fronteiras. Em meio a tantas incertezas, a ITA faz nascer uma nova companhia aérea no Brasil.
Parece-me ser uma empresa certa, embora no momento errado. Com a proposta de ocupar o vácuo deixado pela Avianca Brasil, a ITA chega ao mercado no pior momento da aviação brasileira em décadas.
Por outro lado, apesar do grupo ainda estar em recuperação judicial e já ter gasto quase 30 milhões de reais entre setembro de 2020 e março de 2021, 500 milhões de dólares (2,6 bilhões de reais) virão de dois fundos do Qatarcujos nomes não foram ainda revelados, uma vez que se encontram sob confidencialidade.
Com o passar dos meses, o mercado vai entender mais da estratégia do grupo Itapemirim e se a operação com preços mais baixos, na média, veio para ficar e será ampliada ou a empresa terá de sucumbir às mesmas práticas adotadas pelas concorrentes. 

FINALIZANDO 

Pois bem, você já tem planos de voar com a ITA? Se sim, conta pra gente qual será seu destino? Se não, o que você achou da novidade?
Igualmente, se ficou alguma dúvida joga sua pergunta lá. Teremos o maior prazer em respondê-lo. E nada de acanhamento, hein? Lembrando que seu feedback é sempre muito importante pra nós!
Pois bem, e agora, para não perder o hábito dos posts autorais, vamos deixar uma coisa bem clara: estas são opiniões estritamente minhas. Não reflete a opinião do Estevam, de nenhum outro colunista do portal EPM ou tampouco do Estevam Pelo Mundo como fonte de informação e pesquisa sobre viagens, companhias aéreas, hotéis e demais assuntos da mesma natureza. Vamos deixar isso bem claro.

QUEM SOU EU?

Lucas Cabral, editor-chefe aqui do EPM, bem como chefe de edição para programas de fidelidade, cartões de crédito, pontos, milhas aéreas e afins. Se quer me conhecer melhor, saber quem eu sou e saber como eu vim parar aqui basta dar uma sacada no meu primeiro post, quando fui oficialmente lançado aqui no Estevam Pelo Mundo. Para isso basta clicar aqui. Igualmente, se gostou de mim ou quer ir conferindo algumas das minhas fotos de viagem e de algumas exaltações proporcionadas por milhas e pontos basta dar um follow lá no Instagram. Meu nome na rede é @lucasmcv 😉
Por fim, um grande abraço e até a volta!

LUCAS CABRAL

 
Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularaluga um carro, garante os tickets para passeios e compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo  gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a

Escrito por Lucas Cabral

Deixe um comentário