Entrada na Nova Zelândia é flexibilizada para o turismo

Entrada na Nova Zelândia é flexibilizada para o turismo

Viagens a Nova Zelândia com objetivos turísticos estão de volta! Desde o último domingo (1), as fronteiras foram flexibilizadas e viajantes podem entrar no país sob condições de imunização e com teste negativo para Covid-19. Com as novas regras, a entrada na Nova Zelândia está mais abrangente.

Até então, as viagens ao país estavam limitadas a visitantes provenientes da Austrália, pessoas com visto de trabalho ou estudo e residentes do país, como já havíamos antecipado aqui.

Agora, turistas que fazem parte da lista de isenção de vistos, como o Brasil, podem entrar no país seguindo alguns protocolos de saúde exigido pelo governo do país.

Regras de entrada na Nova Zelândia para brasileiros

De forma geral, “visitantes vacinados de países com isenção de visto e visitantes de outros países que já possuem um visto de visitante válido agora podem entrar na Nova Zelândia“, divulgou o governo neozelandês.

No entanto, ainda que esteja vacinado, o país exige a realização de um teste prévio e dois autotestes após a chegada para detecção do coronavírus.

São reconhecidas pelas autoridades da Nova Zelância os imunizantes da Pfizer/BioNTech; Oxford/AstraZeneca; Sinovac/CoronaVac; Jenssen e mais 30 marcas. Para ser considerado imunizado, é preciso ter, ao menos, duas doses ou dose única das vacinas listadas. Confira lista completa aqui.

Para comprovar a vacinação, o documento deve conter o nome do passageiro, agente e local que aplicaram os imunizantes, o nome das vacinas recebidas e as datas em que a pessoa recebeu as doses.

Os viajantes podem apresentar o certificado em forma de passaporte digital ou de certificado emitido por uma autoridade de saúde do país onde recebeu a vacina.

Por fim, também é necessário preencher a Declaração de Saúde para entrada na Nova Zelândia.

Em resumo

Estes são os requisitos para brasileiros entrarem na Nova Zelândia:

  • Um teste negativo para Covid-19 do tipo RT-PCR feito 48 horas ou um teste rápido feito 24 horas antes do embarque;
  • Certificado de vacinação completo contra Covid-19;
  • Formulário de Saúde da Nova Zelândia preenchido;
  • Realizar autoteste na chegada e cinco dias depois.

Após entrar na Nova Zelândia

Segundo site do governo neozelandês, após passar pela imigração, todos os passageiros receberão um kit com testes rápidos de antígeno (RAT) e um guia para realização dos mesmos. Todo viajante deve realizar os autoexames sendo um no primeiro dia no país e outro no quinto dia após o desembarque.

Futuras entradas na Nova Zelândia

O país já anunciou que mais duas fases de reabertura estão previstas para 2022. Em julho, pessoas com Visto de Trabalho de Empregador Credenciado serão autorizadas a entrar no país.

Já para outubro, o país pretende voltar a emitir vistos de todos os tipos. Assim, turistas dos demais países que não fazem parte da lista de isenção, estudantes e viajantes a trabalho que ainda não possuem o documento, poderão entrar na Nova Zelândia.

Considerações

Após mais de dois anos com regras rígidas nas fronteiras, o turismo na Nova Zelândia está de volta!

Gostou da novidade? Você pode conferir outras notícias sobre flexibilizações e atualizações de viagem clicando aqui!

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularaluga um carro, garante os tickets para passeios ou compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveita e se inscreve no  canal do Youtube e no Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas!

Escrito por Milena Lopes

Deixe um comentário