Recife e as belezas da Veneza brasileira

Fala, viajante! Tudo bem com vocês? O Brasil 60 segue pelo Nordeste brasileiro e desta vez nós vamos explorar um pouco de Recife, capital de Pernambuco. Vem descobrir o que tem pra ver e fazer na cidade, qual a história dela, e muito mais.
Lembrando que o Brasil 60 é o meu novo projeto, onde eu vou visitar 60 destinos brasileiros e registrar tudo em vídeo e em posts aqui no blog para vocês acompanharem tudinho. A New Trip está comigo nesta aventura, claro!!
Aliás, aproveita e já dá uma olhada no meu vídeo de Recife (PE):

História de Recife

Esta é uma cidade extremamente antiga, fundada em 1537. Uma das primeiras capitais estaduais do Brasil. A cidade de Recife foi colonizada não apenas por portugueses, mas também por holandeses.
Recife é também conhecida como a Veneza do Brasil, porque são tantas pontes e canais que lembra mesmo um pouco o famoso destino italiano, mas mais moderno por conta dos prédios. São mais ou menos 50 pontes e 60 canais, que torna a cidade extremamente navegável.
Pioneirismo
Recife diz que é a cidade número um em consumo de whisky puro no Brasil. A maior avenida em linha reta, também dizem que fica aqui. Agora, um título indiscutível é que aqui surgiu a primeira grande ponte do Brasil, a ponte Mauricio de Nassau tem 180 metros e foi a primeira a ligar dois municípios, em 1640.

O que ver

Centro histórico
Há três prédios principais no centro histórico de Recife. A Associação Comercial de Pernambuco, o Centro Cultural da Caixa e a Associação de Pais e Amigos das Pessoas com Deficiência de Funcionários do Banco do Brasil e da Comunidade (APABB). Os três são tombados pelo Patrimônio Histórico.
Rua do Bom Jesus
A rua mais instagramável da cidade. Além de ótimas fotos por sua beleza e o colorido das casas, ela é cheia de palmeiras e histórica. Aliás, ela foi eleita a terceira rua mais bonita do mundo em 2020, pela revista americana Architectural Digest!
Nesta mesma rua fica a Embaixada dos Bonecos Gigantes de Olinda. São mais de 100 bonecos de cerca de 18 kilos que são carregados pelas ladeiras de Olinda durante o Carnaval. Tem de Roberto Carlos e Silvio Santos a Gretchen e a galera toda do seriado do Chaves. Além de figuras religiosas e políticas. E bem ao lado fica a Sinagoga Kahal Zur Israel, a primeira sinagoga das Américas.
Paço do Frevo
Bem pertinho da rua acima fica o Paço do Frevo, um lugar para você conhecer a fundo o frevo. Tem escola de música e dança, exposições etc. É um lugar para pesquisa e difusão sobre o frevo. Aliás, o frevo é um Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. Saindo do Paço do Frevo, logo do outro lado da rua fica o Museu de Cera e o Teatro Mamulengo.
Praça do Marco Zero
Estevam em Recife
É literalmente o ponto zero da cidade de Recife e também do estado de Pernambuco.  E bem no centro deste marco erro, de onde começam as medições, tem uma obra de arte em formato de rosa dos ventos, feita pelo artista Cicero Dias e inspirada em uma outra obra chamada: Eu vi o mundo e ele começava em Recife.
Parque das Esculturas de Francisco Brennand
Estevam em Recife
Feita para comemorar os 500 anos do “descobrimento” do Brasil. O artista pernambucano Francisco Brennand presenteou Recife com uma série de 90 esculturas. O parque foi instalado sobre o molhe do porto, bem pertinho da Praça do Marco Zero. Entre as esculturas estão tartarugas, pelicanos, ovos, pássaros e a principal obra do parque, a torre de cristal, inspirada em uma flor descoberta pelo paisagista Roberto Burle Marx. Embora muitos digam que se parece com outra coisa. Tirem suas próprias conclusões, viajantes.
Centro de Artesanato de Pernambuco
Fica bem ao lado do Marco Zero e é basicamente um shopping imenso de artesanato, onde você encontra de tudo. Desde roupa de cama até personagens do folclore local, ideal para levar de souvenir.
Praia de Boa Viagem
Apesar de ser a praia mais icônica de Recife, ela não é incrível para você tomar banho de mar, porque ela é conhecida por ataques de tubarão. Mas, é onde ficam os principais hotéis da cidade. Então, é um excelente lugar para escolher para se hospedar. São 7km de praia e orla, onde é ideal para andar de bike, caminhar e curtir um dia ensolarado e de calor. O calçadão tem uma estrutura excelente, com Wi-Fi, barracas, banheiro e é bem seguro.
Palácio do Campo das Princesas
Estevam em Recife
Dizem que as princesas portuguesas ficaram neste prédio, num período em que D. Pedro II veio até Recife. Hoje, ele é o Palácio do Governo do Estado e, em frente, fica Palácio da Justiça e o Teatro Princesa Isabel.

Olinda

A cerca de 15 minutos, fica em Olinda. A cidade é bem pertinho mesmo e dá pra chegar rapidinho de carro num dia sem trânsito. Olinda foi a primeira capital de Pernambuco e o seu nome é devido a beleza de suas paisagens. Dizem que a origem do nome se deve ao primeiro donatário da Capitania de Pernambuco, o português Duarte Coelho, que quando subiu as ladeiras e viu o lugar disse: “Oh, linda situação para se construir uma vila!”.
A cidade é um verdadeiro Patrimônio Cultural, com ruas de calçamento de pedras e casas de fachadas bem típicas. Olinda foi a primeira cidade que os portugueses construíram no Brasil com características de cidade mesmo e, até hoje, o governo local incentiva (por meio de isenção de impostos) que os moradores preservarem as fachadas das casas. Por isso, elas são tão lindas e coloridas.
Estevam em Olinda
Os Quatro Cantos é ode as quatro principais ruas da cidade se encontram. Por lá você encontra barzinhos e o famoso sobrado Mourisco, considerado o sobrado mais antigo de Olinda e onde D. Pedro II se hospedou quando visitou a cidade.
Subindo a Ladeira da Misericórdia chegamos à Catedral da Sé, de 1540. É um dos melhores mirantes da cidade, ideal para ver o pôr do sol. Na verdade, o nome da catedral é São Salvador do Mundo e, bem ao lado, fica o Mercado de Artesanato da Sé. O lugar é bem legal para para tomar um café ou quem sabe um drink e ver a belíssima vista.
No deixe ainda de visitar a Igreja da Misericórdia, a Rua São Bento, o Mercado da Ribeira e o Mosteiro de São Bento. Para encerrar o dia eu escolhi fazer um passeio noturno de catamarã, com a empresa Catamarantours, pelos canais de Recife. E ainda jantamos a bordo! Seguidores do EPM têm descontinhos especiais. Corre lá pra ver!
Onde comer
Beijupirá Olinda – serve pratos típicos que valorizam a cultura local. Além disso, fica num lugar lindo e a paisagem é de tirar o fôlego.
Onde ficar
Radisson Hotel Recife – tem uma vista linda da praia de Boa Viagem, quartos confortáveis, boa comida, piscina e tudo que você precisa para a sua estadia ser ótima.

Veja mais fotos de Recife e Olinda:
[ngg src=”galleries” ids=”20″ display=”basic_slideshow”]É isso, viajante! Eu já tinha visitado Recife, mas com este olhar diferente ela é ainda mais linda do que eu me lembrava. Passear pelos canais da Veneza brasileira e passear pelas ladeiras de Olinda foi incrível. Pernambuco é um estado muito rico e eu quero voltar para poder conhecer outras cidades. Fique ligado lá no meu canal do YouTube, que agora eu sigo viagem para Paraíba e desembarco em João Pessoa. Segue meu canal e fique por dentro do Projeto Brasil 60!

Escrito por Lucas Estevam

Deixe um comentário