Barra da Siribinha: um paraíso escondido na Bahia para se desconectar

Barra da Siribinha

Aos viajantes que buscam um lugar para se desconectar por alguns dias! Barra da Siribinha é o paraíso escondido para quem quer um lugar simples e tranquilo. Isso porque, o vilarejo de Siribinha, no norte da Bahia, mal tem sinal de celular, não possui grandes estabelecimentos e é totalmente recluso para quem quer ficar perto da natureza

A Barra da Siribinha é onde fica o encontro no Rio Itapicuru, que nasce no meio norte da Bahia e atravessa o sertão do estado, com o oceano. Por ser isolado, o lugar é ideal para quem quer se desligar da rotina e das cidades agitadas. Sobretudo em períodos de baixa temporada, a vila de uma única rua fica apenas com moradores e quem chega no destino vira a própria atração turística. 

Devido a isso e ainda mais durante o baixo movimento nos meses entre o outono e a primavera, Siribinha é como ter uma praia deserta para si e uma rede sobre águas tranquilas sem ninguém fazendo fila para foto. 

Onde fica a Barra da Siribinha

Seguindo a Linha Verde, rodovia BA-099 ao norte de Salvador pelo litoral baiano, Siribinha fica a 200 km da capital do estado. São 2h de carro até a cidade de Conde, município mais próximo do vilarejo, e mais cerca de 50 min entre a BA-233, que sai do município, e uma estrada de terra até o destino. 

Salvador para Siribinha
Foto: Google Maps

O único jeito de chegar a Siribinha é de carro e, ainda assim, para quem não tem medo de se aventurar em quilômetros por estradas de areia. Ao abandonar o asfalto, a pista que vai beirando o mar e atravessando coqueirais é sinuosa e não possui sinalizações. Por isso, o ideal é ir com um veículo seguro e na luz do dia. 

A estrada não tem erro. Após se orientar pelas placas em Conde com destino a Siribinha, é só seguir direto e a pista de areia vai terminar justamente na vila. 

Hospedagens

Ficar hospedado no vilarejo é para quem não se incomoda com a simplicidade. Por ter uma única rua, não há muitas opções de onde passar a noite. As poucas pousadas oferecem quartos simples, com cama, banheiro e às vezes frigobar e ar-condicionado. 

A maioria dos lugares são casas que tiveram quartos adaptados para receber visitantes. Por esse motivo, não há luxo, nem infraestrutura de hotel. Mesmo assim, as pousadas oferecem café da manhã caseiro e os anfitriões sempre indicam e recomendam como conhecer a região. 

Aliás, pelo fato do lugar ser bem pequeno e pouco visitado, a hospitalidade é inegável. Em qualquer lugar que você chegue, peça informação ou pague por um serviço, os moradores tendem a ser educados e prestativos. Afinal, muitos dependem da visitação para ter algum lucro nos pequenos negócios.

Para quem busca mais conforto e maiores opções de hospedagens, o povoado de Poças e o próprio município de Conde são os lugares mais próximos para ficar. Como ficam perto de Siribinha, os visitantes podem fazer bate-volta para a Barra durante o dia. 

Bom deixar avisado que, para Conde e Poças é mais fácil achar reserva de hotéis e pousadas na internet. Já para Siribinha, talvez o máximo que se consiga é uma reserva por telefone, ou simplesmente chegar lá e decidir onde ficar. O lugar é tão reservado que as pequenas acomodações não possuem cadastro com sites de reserva. 

Independente de onde você opte por ficar, os valores serão bem acessíveis. Seja na vila ou na cidade mais próxima, as diárias variam entre R$ 40 e R$ 200, a depender da infraestrutura da acomodação. Cabe destacar que, mesmo as pousadas mais básicas possuem Wi-Fi e, provavelmente, é o único lugar onde você terá internet. 

Onde comer 

Barra da Siribinha

Assim como não há muitas opções de acomodação, o vilarejo de uma rua só não possui diversidade de locais para comer. Como Siribinha é bem pequena, há poucos estabelecimentos para fazer refeições. Mas há! 

Novamente, se a simplicidade faz parte da sua experiência, ficar no vilarejo e comer nos pequenos restaurantes adaptados pelos moradores pode ser uma boa imersão na vila. Porém, se você gosta de ter diversidade e ter opções para decidir o que será sua refeição, o ideal é que, assim como para se hospedar, você opte por comer em Conde. 

Na Barra da Siribinha existem barracas na beira do rio que oferecem cardápios com tira-gostos, bebidas e pratos que são uma boa opção para realizar os almoços. Os estabelecimentos oferecem uma boa qualidade a preços acessíveis para quem estiver aproveitando o dia no lugar. 

Entretanto, para jantar, não terá muita variedade e é o momento de explorar o pequeno local. Tipicamente, como nas pequenas cidades brasileiras, os restaurantes e lanchonetes de Siribinha funcionam nas próprias residências das pessoas. Você vai achar algumas opções como pizza, salgados, lanches ou algum prato nas barracas da praia que ficam abertas até o início da noite. 

Provavelmente você sentará para comer ao ar livre, até na frente da casa das pessoas, vendo o pouco movimento da vila durante a refeição. Um destaque é que nada funciona até tarde e as pessoas se acomodam cedo. Por isso, se for comer em Siribinha, se prepare para fazer isso até 21h, no máximo. E vou até te contar depois o ponto positivo disso. 

Para tudo se dá um jeito

Por experiência pessoal, nas vezes que fui a Siribinha, eu queria muito tomar café e não achava em nenhum estabelecimento. Curiosamente, as pessoas tendem ser tão hospitaleiras que elas mesmas prepararam nas casas delas e levam uma xícara até mim. Particularmente, é uma vivência que não tem preço. 

O que visitar

Encontro do rio com o mar em Siribinha

Saindo especificamente da vila, existem duas formas práticas de chegar na Barra da Siribinha: ou andando pela praia ou pagando o deslocamento com um pequeno barco a motor. 

Na opção de ir caminhando, são cerca de 2km pela areia do vilarejo até o encontro do Rio Itapicuru com o mar. De barco, saindo do cais de Siribinha na beira do mangue, são menos de 10 minutos de trajeto pelo rio e o valor de ida e volta é R$ 25 para duas pessoas, sendo negociável para quem vai individualmente ou em grupo. 

Passeio de barco

A Barra da Siribinha, onde fica a foz do rio, é o principal lugar para visitar na região. No verão, o lugar atrai mais pessoas e, pela quantidade pequena de barracas, o lugar pode ficar “cheio”. Já em baixas temporadas, é como ter um paraíso privativo, pois pouquíssimas pessoas vão estar no lugar como turista. 

Contanto que não esteja chovendo muito, o que pode provocar cheias no rio e uma correnteza forte, Siribinha não tem tempo ruim. Uma vez que no litoral da Bahia faz calor o ano inteiro – e isso é um fato – o sol está garantido em praticamente qualquer mês que você decida visitar. 

Além do rio, o que não faltam são praias super tranquilas para aproveitar. No trecho da vila, há pequenas barracas para quem quiser passar o dia aproveitando a água salgada. 

Os barqueiros, que fazem o trajeto para a Barra da Siribinha, também oferecem passeios pelo rio que levam à Praia do Cajueirinho e a praia do Cavalo Russo, as duas de água doce. 

Um bônus da natureza

Uma última sugestão de atração, que tem relação com o fato de aproveitar o jantar cedo no vilarejo, é para admirar o céu na praia, tanto à noite, quanto no início da manhã. Com a pouca iluminação de Siribinha, o céu estrelado na praia completamente escura é convidativo a quem normalmente não tem a experiência nas cidades.

Da mesma forma, acordar antes do sol e vê-lo nascer na praia também é um espetáculo da natureza. Vale a pena dormir um pouco antes do habitual, colocar o despertador na madrugada e ir ao quintal do vilarejo ver o dia começar.

Em resumo, se seu intuito for se afastar da correria e ver o tempo passar mais devagar num lugar paradisíaco isolado, aqui está uma opção. Sobretudo pela simplicidade e beleza, a Barra da Siribinha é o destino perfeito para o viajante que quer um esconderijo paradisíaco.   

 

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularaluga um carro, garante os tickets para passeios ou compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveita e se inscreve no  canal do Youtube e no Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas!