Cataratas do Iguaçu: Uma das 7 Maravilhas do Mundo

Hola, viajantes! Sou Juliana Molinari, criadora do @quevoceviaje, e vou compartilhar com vocês a experiência de conhecer o maior conjunto de quedas d´água do mundo, localizado em Foz do Iguaçu – Paraná: as Cataratas do Iguaçu.

FOZ DO IGUAÇU

A cidade tem uma ótima estrutura turística e inúmeros atrativos, como o Complexo Turístico Itaipu, o Marco das 3 Fronteiras, a Ponte da Amizade (e a possibilidade de atravessar até o Paraguai para fazer algumas comprinhas), o Parque das Aves e muitos outros espaços para visitação.

Itaipu
Marco das 3 Fronteiras
Ponte da Amizade

Mas, é inegável que a atração mais famosa e que melhor representa Foz do Iguaçu são as Cataratas do Iguaçu, localizadas no Parque Nacional do Iguaçu.

Cataratas do Iguaçu
Cataratas do Iguaçu

O Estevam já fez um roteiro completo na cidade. Veja no link:

ROTEIRO COMPLETO POR FOZ DO IGUAÇU

AS CATARATAS DO IGUAÇU

As Cataratas, Patrimônio Natural da Humanidade, são formadas por 275 quedas d´água e possui 2,7 km de extensão.

A parte mais impressionante é chamada de “Garganta do Diabo”, uma queda que tem 150 metros de largura e 80 metros de altura, na divisa entre Brasil e Argentina.

O nome “Garganta do Diabo” é uma referência à lenda referente ao surgimento das Cataratas do Iguaçu.

Cataratas do Iguaçu
Garganta do Diabo

Conta-se que os índios que habitavam a região acreditavam num deus em formato de cobra chamado M´Boy, que recebeu como oferta a filha do cacique, Naipi, considerada a mais bonita de todas as mulheres a ponto de sua beleza ser capaz de fazer parar as águas do Rio Iguaçu. Contudo, Naipi se apaixonou por um guerreiro chamado Tarobá e o casal decidiu fugir pelo rio numa canoa. O M´Boy, furioso, abriu uma grande fenda no rio, dando origem às Cataratas. A lenda ainda diz que Naipi virou uma rocha nas Cataratas, já Tarobá foi transformado numa palmeira próxima a sua amada e a Garganta do Diabo seria o local onde M´Boy está vigiando os dois.

Curiosidades sobre as Cataratas do Iguaçu

Você sabia que…

  • As Cataratas já tiveram um dono? Dá para imaginar ter as Cataratas no seu quintal? Pois, o uruguaio Jesus Val, antigo proprietário, teve esse privilégio até o momento em que o Governo Vargas desapropriou as terras para criar, em 1939, o Parque Nacional do Iguaçu.
  • Essa desapropriação teve um dedinho de Santos Dumont? Inconformado com o fato do lugar pertencer a um particular, foi ao encontro do Governador do Paraná solicitar a desapropriação que, pouco tempo depois, foi providenciada pela União.
  • O Parque Nacional do Iguaçu é a maior área de proteção da Mata Atlântica do Brasil, com os seus 185 hectares.

COMO IR

As Cataratas ficam próximas do Aeroporto de Foz do Iguaçu e, aproximadamente, 20 km do centro da cidade.

Existem várias opções de meios de locomoção para chegar até às Cataratas: transporte público, carro alugado, táxi, transfer e Uber. Esse último foi a minha escolha não só para ir até as Cataratas, mas, também para todas as outras atrações. Barato (ainda mais porque estávamos em 4 pessoas), rápido e prático. O único inconveniente é que o sinal das operadoras em Foz do Iguaçu não é dos melhores e, às vezes, a busca por internet atrapalha um pouquinho.

INGRESSOS

A venda dos ingressos para o Parque Nacional do Iguaçu é feita, exclusivamente, online, no site www.cataratasdoiguacu.com.br/ingressos, e está sujeita à disponibilidade de vagas por dia e horário.

É recomendado comprar os ingressos com certa antecedência, em especial, por causa da limitação da ocupação do Parque em razão da epidemia do Covid-19.

O PASSEIO

É impressionante a organização do Parque, a começar da sua entrada.

Os ingressos são digitais e tem dia e hora marcados, fazendo com que somente seja permitido ao visitante dar início ao processo de entrada no Parque se estiver dentro do horário indicado no seu ingresso, algo muito semelhante ao que ocorre nos aeroportos no momento do embarque (até a tela informativa do embarque é parecida, olha aí na foto de baixo!)

Cataratas do Iguaçu Cataratas do Iguaçu

Uma vez escaneado o ingresso, é hora de se dirigir à estação onde os ônibus que percorrem o Parque param. São ônibus de 2 andares em que a parte superior é destinada ao uso dos visitantes, sem vidros, totalmente arejados. E, detalhe, constantemente sanitizados.

Cataratas do Iguaçu

A primeira parada do ônibus é no Macuco Safari, mas, deixamos para fazer esse passeio ao final do dia, já cientes de que sairíamos de lá encharcados.

A segunda parada é em frente ao elegantérrimo Hotel Belmond. Sim, ele está dentro do Parque! Tem maior luxo do que isso?

Cataratas do Iguaçu
Hotel Belmond

Aqui descemos para iniciarmos a trilha, bem em frente ao charmoso hotel.

Dica: se até esse momento você ainda não se banhou de repelente, agora é a hora porque vai ter muito mosquito para te recepcionar nesse trajeto!

O caminho é formado por escadarias, subidas e descidas, mirantes e muita beleza natural.

E, no meio dele, você pode se deparar com quatis como o da foto abaixo, andando tranquilamente em meio às pessoas.

Cataratas do Iguaçu

Logo no início do trajeto já é possível avistar um pedacinho das Cataratas, mas, é só o começo.

Cataratas do Iguaçu

O melhor está reservado para o final.

Cataratas do Iguaçu

Ainda há um elevador panorâmico e, como alternativa, uma escadaria que lhe permite uma visão superior das Cataratas.

Cataratas do Iguaçu

Restaurante Porto Canoas

Cansado do passeio e com fome, que tal se alimentar à beira das Cataratas? Saindo da trilha há um espaço para alimentação: com opções de lanche rápido ou buffet, essa última opção no Restaurante Porto Canoas.

Como eu e minha família ainda tínhamos o Macuco Safari para fazer, preferimos deixar para nos alimentarmos depois da aventura.

Macuco Safari

Para irmos até o Macuco Safari, pegamos novamente o ônibus interno.

Atenção: para fazer o Macuco Safari é preciso comprar um ingresso específico, também disponível online.

Macuco Safari

Chegando lá, pegamos uma espécie de trenzinho elétrico que, após percorrer um caminho de aproximadamente 2 km em meio a mata, nos deixa na entrada de uma pequena trilha que nos permite ter um contato mais próximo com a natureza.

Macuco Safari

Ah! O caminho é feito na companhia de um guia que compartilha informações interessantes sobre o local.

Macuco Safari

Trilha com detalhe para as fendas no piso para preservar as árvores

Ao finalizar a trilha (muito tranquila, por sinal), chegamos numa estação, com loja, banheiros, armários (para guardar os pertences e evitar que se percam ou se molhem durante a aventura) e uma espécie de elevador que nos leva ao deck de onde partem os barcos infláveis.

Macuco Safari

Macuco Safari

Confesso, viajantes, que estava com um pouco de medo de como seria essa experiência. Mas, logo que o barco partiu percebi que não havia o que temer, mas, somente aproveitar! É pura diversão!

Macuco Safari

O barco navega em velocidade, as ondas o balançam e o barqueiro faz manobras radicais, conseguem imaginar?

Macuco Safari

Também há uma paradinha para as fotos, mas, logo a calmaria dá lugar ao momento mais emocionante do passeio: passar por baixo das quedas das Cataratas, uma sensação divina. Se alguém ainda não tinha se molhado até agora, nesse momento é impossível resistir! Sim, a gente sai ensopado, mas, não viver isso, na minha opinião, é como ir a Paris e não ver a Torre Eiffel!

Macuco Safari

A aventura chega ao fim e a vontade é de ter repeteco!

Fotos e vídeos

No retorno à estação, são oferecidas fotos e filmagem do passeio. Você pode até não comprar, mas, separe alguns minutos para se ver no vídeo, eu me diverti muito vendo o quanto gritei e vibrei durante o percurso.

Dali, o retorno à entrada do Macuco Safari é direto, feito por meio de uma jardineira.

Enfim, as Cataratas do Iguaçu é um lugar que faz nossos olhos brilharem e despertam o nosso orgulho de sermos brasileiros. Não perca a chance de conhecê-las!

Gostou do post? Ficou com alguma dúvida? Conte pra gente na caixinha de comentários logo abaixo desse post. E, não deixe de dar uma olhada no @quevoceviaje e, se curtir, é só seguir e acompanhar os meus posts feitos para que você viaje!

Um beijo e até o próximo post!

Por: Juliana Molinari 

 

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularaluga um carro, garante os tickets para passeios ou compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveita e se inscreve no  canal do Youtube e no Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas!

 

Posts Relacionados