Curitiba: onde ir, ficar, comer e sair

Fala, viajante! Tudo bem com vocês? Dando seguimento ao nosso projeto Brasil 60, continuamos pela região Sul do país, agora em Curitiba, capital do Paraná. Foi uma viagem deliciosa e eu vou contar tudo pra vocês neste post.

Lembrando que o Brasil 60 é o meu novo projeto, onde eu vou visitar 60 destinos brasileiros e registrar tudo em vídeo e em posts aqui no blog para vocês acompanharem tudinho. A New Trip está comigo nesta aventura, claro!!

Aliás, aproveita e já dá uma olhada no meu vídeo desta aventura aqui:

 

Curitiba é uma da cidade brasileira com mais influência de sua imigração. As tradições e costumes estão por todas as partes. A cidade tem até bairros “temáticos” que refletem toda essa carga histórica formada por muitos imigrantes que vieram do todos os lugares. Tem italianos, ucranianos, poloneses, alemães e assim por diante. Tem praças celebrando todas essas nacionalidades e é muito interessante de ver essa mistura. Curitiba é um verdadeiro caldeirão cultural.

Jardim Botânico

É um lugar incrível de verdade e o principal cartão postal dessa cidade. Ele foi construído há exatamente 30 anos (1991) para ser um símbolo da flora brasileira. São centenas de plantas e flores da nossa linda e riquíssima flora. Os jardins do local são lindos e coloridos, mas o mais bonito mesmo é a estufa de vidro, inspirada no Palácio de Cristal de Londres, que guarda em seu interior diversas espécies da Floresta Atlântica!

Curitiba

Mas vale lembrar que o Jardim Botânico não se resume apenas ao Palácio de Vidro, embora a estrutura seja bem bonita e muito famosa. O espaço é enorme e reúne uma série de atividades e lugares para conhecer. O Jardim Botânico de Curitiba está para o curitibano o que o Parque do Ibirapuera está para os paulistanos. Sacou? O lugar é ideal para passar uma deliciosa tarde em meio a muita beleza e natureza.

Mercado Municipal

Pertinho do Jardim Botânico fica o Mercado Central de Curitiba. E vocês sabem o quanto eu gosto desses mercadões, não é mesmo, viajante? Eu adoro ver e conhecer mais da cultural local, além de provar as delícias que são vendidas neles.

Centro Histórico

A Praça Tiradentes é o marco zero da cidade, onde Curitiba nasceu. E bem ao lado fica a Paço da Liberdade, onde antigamente era a Prefeitura e hoje o prédio é o único tombado como patrimônio no estado.

Rua das Flores

A Rua 15 ou Rua das Flores fica coladinha da Praça Osório, que tem muitas barraquinhas de comidinhas brasileira e internacional. Esta rua é muito importante porque foi um marco tanto para Curitiba quanto para o Brasil. Isso porque em 1972 ela se tornou a primeira rua exclusiva para pedestre do país. Legal, ne´? Sem ela hoje não teríamos centenas dessas ruas espalhadas pelo Brasil e que são ótimas para passear, cheias de lojas e restaurantes. Lembra do movimento cultural que eu comentei dos anos 70? Então, esta rua faz parte do plano que tornou Curitiba uma cidade pioneira na cultura e no planejamento.

Rua 24 Horas

Esta rua coberta foi construída para funcionar 24 horas por dia, mas hoje isso já não acontece mais. No entanto, há um grande movimento dos curitibanos para que ela tenha mais incentivo para voltar a ter mais lojas e restaurantes e volte a ser 24 horas. A rua tem 120 metros de extensão e foi projetada pelo mesmo arquiteto do Jardim Botânico. Podemos identificar isso facilmente na sua estrutura, que é muito parecida com o Palácio de Cristais.

Teatro Paiol

Curitiba

Este local já foi um depósito de armas e munição até o início do século 20 e hoje é um teatro muito legal e que foi um marco na mudança cultural e de vida da cidade – movimento que teve início lá pelos anos 70. Hoje, Curitiba é reconhecida como uma capital muito cultural e com qualidade de vida elevada. Ah, vale dizer que Vinicius de Moraes “abençoou” este teatro. Infelizmente, por conta da pandemia, o teatro está fechado. Mas, corre lá no vídeo para ver como ele é por dentro!

Museu Oscar Niemeyer

Apesar do museu ter o nome de Museu Oscar Niemeyer (MON), os curitibanos o apelidaram carinhosamente de Museu do Olho, devido a sua arquitetura super moderna e que parece mesmo um olho, gente! O lugar além de ser ótimo para um programa cultural, porque tem várias exposições e galerias subterrâneas, é ideal para ver um lindo pôr do sol. Além disso, bem em frente tem um monte de barzinho para você aproveitar.

Museu Oscar Niemeyer

Linha Turismo

É uma excelente opção para quem quer curtir o visual dos principais pontos turísticos de Curitiba, mas não tem muito tempo. Por um preço bem justo você visita a maioria desses pontos da cidade em um ônibus panorâmico. Eu acho que vale super a pena quando temos pouco tempo em um destino para ver tudo o que ele oferece.

Centro Cívico

É muito comum nas cidades brasileiras os edifícios públicos estarem instalados em prédios lindos e antigos. Na sua visita por Curitiba, vale dar uma passadinha em frente ao Palácio Iguaçu, onde o governador do estado fica; a Prefeitura da cidade e ainda o Tribunal do Júri. É um passeio interessante pela história, contada pelos prédios antigos e sua importância no dia a dia da cidade.

Pátio Batel

Curitiba é uma cidade que chove muito, então, uma boa opção para quem não quer ficar sem fazer nada é conhecer o shopping Pátio Batel. É o mais luxuoso de Curitiba e você encontra todas as principais marcas desse segmento. Pura exaltação!

3 lugares que você precisa conhecer:

Parque Barigui – este parque urbano é um dos mais antigos da cidade e tem rio represado que formou um grande lago.
Parque Tingui – é uma área de preservação onde fica o Memorial Ucraniano.
Ópera de Arame – estrutura tubular com teto transparente, que recebe espetáculos do popular ao clássico.

Ópera de Arame
Teatro Ópera de Arame – foto Renato Soares (MTur)
Ao redor de Curitiba

Curitiba tem muita coisa para ver e fazer. Agora, se você quiser ir um pouco além, tem também muita coisa para conhecer. A cerca de 100 km da cidade fica a região litorânea. Curitiba fica pertinho de Morretes – já falamos sobre essa cidade que tem um trem turístico.

Agora para quem não sabe, Curitiba também tem uma região vinícola. Minha escolha foi visitar a Cave Colinas de Pedra, em Piraquara. Fizemos um tour pelo local e ainda degustamos vinhos deliciosos e almoçamos muito bem. Uma coisa bem legal, é que esta vinícola envelhece os seus vinhos em tuneis onde antigamente passavam trens.

Onde comer

Restaurante Família Madalosso – fundado por italianos, é hoje o maior restaurante do Brasil. Está até no Guinness Book como o restaurante que serviu mais pessoas no país simultaneamente, foram 4645 pessoas ao todo.

Vila Yamon – ótima opção para quem curte vinho, que pode degustar uma incrível variedade de muitos países e harmonizar com várias opções de comidinhas e restaurantes disponíveis no local.

Restaurante Ícaro – com conceito casual greek food e tem a decoração inspirada na Grécia, é lindo!

Praça Osório – tem barraquinhas com comida de vários estados brasileiros e também de vários países do mundo para você aproveitar!

Padaria Dois Corações – dizem que tem a melhor coxinha do planeta.

Onde ficar

Nomaa Hotel – hotel de estilo boutique, bem intimista e que faz você se sentir em casa.

Eu escolhi este hotel porque ele é super bem localizado, pertinho de tudo o que eu preciso e, além disso, tem um delicioso café da manhã à la carte, e um quarto confortável e aconchegante.

Queria aproveitar e agradecer demais os meus seguidores curitibanos que deixaram presentinhos no meu hotel. Eu amei todos!!! Vocês são muito especiais!!

É isso, viajante! Este já foi o quarto destino do nosso Brasil 60 já foi. Passear por Curitiba foi muito bom e eu adorei todos os passeios fiz nesta viagem. Agora me preparo para meu próximo destino. Vocês já sabem qual é? Não? Então vai lá no YouTube e segue meu canal para ficar por dentro do projeto Brasil 60!

Veja mais fotos de Curitiba:

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularaluga um carro, garante os tickets para passeios ou compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveita e se inscreve no  canal do Youtube e no Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas!

Posts Relacionados