Roteiro de 2 dias em Belo Horizonte

O que fazer e onde comer em 2 dias em Belo Horizonte, capital mineira. Sou Juliana Molinari, criadora do @quevoceviaje, e neste post vou compartilhar com vocês dicas para conhecer essa cidade quando o tempo está curto!

Belo Horizonte, ou BEAGÁ para os íntimos

Sou de BH e há, aproximadamente, 30 anos não punha os pés na minha terra natal. Recebi o convite de uma querida amiga para passar um final de semana com ela e outras meninas em Beagá e retornei para casa admirada com a cidade e me cobrando o porquê de ter demorado tanto para voltar a esse incrível lugar.

Belo Horizonte consegue reunir as características de uma grande cidade sem perder o acolhimento típico de uma cidade do interior. Isso somado à gastronomia que nos faz enfiar o pé na jaca, as diversas atrações, a um conjunto arquitetônico fenomenal, as imponentes montanhas que rodeiam a cidade e ao jeito encantador do mineiro de falar e receber os turistas formam a receita perfeita para conquistar quem visita a cidade.

Lembrando que a menos de 1 hora e meia de voo, saindo de São Paulo, é possível chegar ao Aeroporto Internacional de Confins, que está a alguns minutos de carro de BH.

Como minha viagem para BH foi bem curtinha, tive que priorizar o que ver e o que conhecer da gastronomia local. Bora descobrir como construí meu roteiro, viajantes?

O que fazer e onde comer:

Primeiro Dia

Conhecer Inhotim

inhotim-belo-horizonte

Não tive dúvidas quanto a dedicar quase um dia inteiro para conhecer o maior museu a céu aberto do mundo!

Já compartilhei aqui com vocês a visita a esse espaço, que nos dá orgulho de sermos brasileiros. Clique AQUI e veja como é imperdível essa experiência

Para finalizar o dia com chave de ouro, a dica é jantar no restaurante Glouton, do renomando Chef Leo Paixão. É indispensável reservar com antecedência porque a procura é muito grande e não é à toa como vocês podem perceber por meio das imagens abaixo:

Restaurante Glouton, do renomando Chef Leo Paixão
Restaurante Glouton, do renomando Chef Leo Paixão
Restaurante Glouton, do renomando Chef Leo Paixão

Segundo dia

Conhecer os principais pontos turísticos de Belo Horizonte

Mercadão

Que tal iniciar o dia no Mercadão Central degustando queijos e doces típicos? Fiquei surpresa com a variedade e qualidade dos produtos, ótimos preços, organização e limpeza do espaço. Lugar ideal para comprar lembrancinhas e carregar a mala com as gostosuras mineiras (vão por mim, caprichem nesse carregamento para não se lamentarem como eu por não ter caprichado no estoque de queijinhos e doces de leite.)

belo-horizonte
Mercadão Central de BH
belo-horizonte
Mercadão Central de BH
belo-horizonte
Mercadão Central de BH
belo-horizonte
Mercadão Central de BH
belo-horizonte
Mercadão Central de BH
Praça da Liberdade

Saindo de lá, a boa é passear pela famosa Praça da Liberdade, visitar o seu requintado Palácio (infelizmente, peguei o local fechado), admirar as linhas sinuosas que simulam as montanhas mineiras do Edifício Niemeyer e, havendo tempo, explorar o Circuito Cultural da Praça que conta com diversos museus.

Belo-Horizonte-MG
Palácio da Liberdade Belo-Horizonte-MG

Praça da Liberdade 

Belo-Horizonte-MG
Centro Cultural Banco do Brasil 

Belo-Horizonte-MG

Belo-Horizonte-MG
Edifício Niemeyer 
Restaurante Xapuri

Depois de tanto bater perna, a fome pega e nada como matá-la com uma deliciosa comida mineira. O Restaurante Xapuri oferece culinária mineira tradicional preparada em forno à lenha, num ambiente com muito espaço a céu aberto e uma lojinha com itens de decoração.

Difícil vai ser escolher o que comer em razão das inúmeras delícias no cardápio, mas fica a dica: não deixe de comer o bolinho de mandioca com muçarela, é de enlouquecer!

Sintam só a fartura dos pratos principais:

 

E as sobremesas????

 

Como se não fosse suficiente, o restaurante ainda oferece um cafezinho acompanhado de um delicioso bolo.

O restaurante é próximo da Pampulha, próxima parada do nosso roteiro.

Lagoa da Pampulha

A Lagoa da Pampulha é um espaço de lazer muito agradável, onde se encontra a Igreja São Francisco de Assis, cartão postal de BH, e resultado do trabalho de nomes consagrados: Oscar Niemeyer (responsável pelo projeto arquitetônico), Portinari (criador dos estonteantes painéis externos e internos) e Burle Marx (que assina os jardins).

Se ainda houver apetite, a dica para o jantar é a Pão de Queijaria, onde você vai se surpreender com sanduíches feitos com uma das mais famosas iguarias mineiras – o pão de queijo. Eu escolhi um hambúrguer servido com ketchup de goiaba, mas quem for mais fitness, também tem a chance de ser feliz degustando uma salada com croutons de pão de queijo. Oh trem bão sô!!!!!! Ah! E não deixe de comer de sobremesa o pão de queijo recheado com o famoso doce de leite Viçosa.

 

Viajantes, 2 dias são poucos para explorar Beagá! Mas, acredito que esses passeios e experiências são os essenciais para que vocês se apaixonem pela cidade e fiquem com aquela de vontade de voltar e conhecer melhor esse pedacinho de Minas!

Gostaram das dicas? Ficaram com alguma dúvida? Contem pra gente na caixinha de comentários logo abaixo desse post. E, não deixem de dar uma olhada no @quevoceviaje e, se curtir, é só seguir e acompanhar os meus posts feitos para que vocês viajem!

Se encantaram por Belo Horizonte? Uai!!! Contem com a Dona New Trip para ajudar vocês a embarcar nessa viagem, clicando aqui!

Um beijo e até o próximo post!

Por: Juliana Molinari

 

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularaluga um carro, garante os tickets para passeios ou compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveita e se inscreve no  canal do Youtube e no Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas!

Posts Relacionados