EUA avaliam liberar restrição de voos do Brasil e Europa

Estados Unidos EUA

Viajantes, trago uma notícia boa vinda dos Estados Unidos (EUA). O país avalia liberar as restrições de entrada para viajantes provenientes ou que estiveram no Brasil, incluindo os brasileiros, e em 28 países europeus. As informações são da agência de notícia Reuters.

Atualmente, as restrições impedem a entrada de residentes não americanos que estiveram nesses países nos 14 dias anteriores. No caso dos países europeus, são aqueles que fazem parte do Espaço de Schengen, um acordo entre países europeus que garante aos viajantes e turistas a livre circulação entre si.

Ainda não há confirmação, mas funcionários da Casa Branca disseram que as proibições de entrada não fazem mais sentido, já que a maioria dos países do mundo já reabriram suas fronteiras e flexibilizaram as medias para a entrada de estrangeiros em seus territórios.

Restrições para conter a Covid-19

Estas restrições nos EUA foram impostas pelo presidente norte-americano, Donald Trump, numa tentativa de conter a pandemia do novo coronavírus. No entanto, vale lembrar que os EUA são hoje o país com maior número de mortos e de novas infecções diariamente.

Além disso, o país não restringe a entrada para a maioria dos cidadãos estrangeiros que esteve recentemente na China ou no Irã. O Departamento de Estado dos EUA tem concedido algumas “exceções de interesse nacional” para permitir que viajantes da Europa possam entrar no país. No entanto essas viagens precisam estar relacionadas a causas humanitárias, resposta à saúde pública e segurança nacional.

Os Estados Unidos também aprovaram exceções para alguns viajantes de negócios, investidores, acadêmicos, estudantes e jornalistas europeus. Ou seja, não faz muito sentido essa restrição tão seletiva, só que não.

No entanto, vale lembrar que o Brasil ainda é o segundo país em número de mortes e casos de contaminação do Covid-19, atrás apenas dos EUA. Além disso, a Europa enfrenta agora uma segunda onda da doença com o aumento dos casos. É uma loucura essa doença e, enquanto não houver tratamento ou vacina, não nos livraremos dela tão fácil.

Retomada da economia americana

Além de deixar muitos viajantes felizes com a derrubada das restrições, o motivo real que está sendo avaliado pelo governo é a retomada da economia americana. O relaxamento das restrições seria um incentivo para as companhias aéreas americanas, que precisam de cada vez mais dinheiro e ajuda financeira do governo para conseguirem manter suas operações. Além daqueles que dependem do turismo para viver.

No entanto, a liberação das restrições não necessariamente traria contrapartida para os EUA de outros países. Isso porque a Europa também vive um momento complicado com o aumento do número de casos de coronavírus em seu território. Portanto, seria difícil que esses países liberassem suas restrições para os americanos.

Decreto presidencial

O governo Trump implementou a primeira proibição dos visitantes vindos da China em 31 de janeiro e, em fevereiro, acrescentou o Irã. Em março entraram em vigor as restrições impedindo a entrada da maioria dos visitantes europeus e, em maio, para viajantes provenientes do Brasil.

O Decreto Presidencial com essas restrições de viagem tem validade até 30 de dezembro de 2020, quando essas medidas perderem o efeito automaticamente. Portanto, para antecipar a liberação das restrições o presidente precisa revogar este decreto. O que pode ou não acontecer. Outra possibilidade é ainda o decreto ser estendido. Ou seja, precisamos aguardar!

 

Com informações da InfoMoney e CNN Brasil.

Veja outras notícias sobre o coronavírus que postamos no EPM

 

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularaluga um carro, garante os tickets para passeios ou compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveita e se inscreve no meu canal do Youtube e no meu Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas!

Posts Relacionados