Quais países brasileiros podem viajar? Lista atualizada

Países abertos para brasileiros viajarem

Olá, viajantes!!!! Aqui no EPM já divulgamos muitas notícias de reabertura das fronteiras e do turismo pelo mundo. Mas afinal, para quais países os brasileiros podem viajar neste momento?

A verdade, viajante, é que a coisa não está fácil para os brasileiros que querem muito viajar. Mas hoje vamos listar alguns países que estão sim permitindo a entrada de brasileiros para o turismo.

Na última semana as novidades foram Argentina e Peru, que reabriram suas fronteiras para os turistas brasileiros. Com estes dois destinos, a nossa lita já está em mais de 100 países abertos para os turistas do Brasil. Agora, as novidades incluem Cuba e África do Sul.

Em Cuba, alguns destinos já estavam recebendo turistas, mas agora o país, inclusive a capital Havana, reabre para todos os visitantes internacionais. Já a África do Sul estava recebendo turistas, menos do Brasil e Estados Unidos, e chegou a dizer que talvez ficasse com suas fronteiras fechadas até 2021. No entanto, o governo do país anunciou a reabertura das fronteiras para todos os visitantes internacionais.

Veja bem, viajante, o momento ainda é crítico para viagens e em muitos lugares, inclusive os que permitem entrada de turistas, estão adotando diversas medidas preventivas de segurança e saúde.

Outros países estão ainda exigindo seguro viagem, comprovação de teste negativo de Covid-19, bem como preenchimento de formulário de saúde. Portanto, antes de viajar, tire todas as informações necessárias sobre o destino.

VAMOS A LISTA DOS PAÍSES QUE OS BRASILEIROS PODEM VIAJAR:

Afeganistão

O país está aberto para brasileiros. No entanto, os turistas do Brasil precisam de visto para entrada e é exigido uso de máscaras em locais públicos.

África do Sul

O país anunciou a reabertura das fronteiras para todos os visitantes internacionais. No entanto, o viajante precisa apresentar um teste negativo para Covid-19 e está sujeito à triagem médica na chegada. Caso apresentes sintomas, a pessoa deverá fazer o teste obrigatoriamente e por conta própria. Se der positivo, deverá ficar de quarentena também arcando com os custos. Brasileiros não precisam de visto por 90 dias, mas precisam apresentar certificado de vacina de febre amarela.

Albânia

Brasileiros podem viajar para a Albânia como turistas. Não é preciso visto para entrada, contudo, é preciso usar máscaras em locais públicos.

Andorra

Andorra reabriu as fronteiras para todos os países. No entanto, somente viajantes europeus não precisam de quarentena. Todos os demais turistas de outras partes do mundo precisam submeter-se a um isolamento de 15 dias.

Angola

Todos os turistas que desembarcam no destino precisam apresentar um teste RT-PCR negativo para Covid-19. Contudo, este teste deve ter sido feito até 72 horas antes do embarque. Os passageiros estão sujeitos à quarentena por 14 dias.

Antígua e Barbuda

Apesar de não precisar de visto para o destino, os brasileiros precisam apresentar um teste RT-PCR negativo para Covid-19 com até 48 horas de emissão antes da chegada às ilhas. Além disso, quem não apresentar o teste deverá pagar por um no momento do desembarque ou ficar de quarentena por 14 dias em um hotel. É preciso usar em todos os locais públicos obrigatoriamente.

Argentina

A Argentina anunciou no dia 2 de novembro a reabertura de sua fronteira aérea com o Brasil e outros países vizinhos. No entanto, os brasileiros só podem visitar a cidade de Buenos Aires por enquanto. Além disso é preciso apresentar um teste negativo de Covid-19.

Armênia

Apesar de não precisar de visto para o destino, os brasileiros precisam apresentar teste negativo para Covid-19 ou fazer quarentena de 14 dias assim que desembarcar no país.

Bahamas

Para entrada no país, é preciso ter um teste RT-PCR negativo para Covid-19 emitido até 5 dias antes da chegada. Contudo, os viajantes estão sujeitos ao teste de antígeno e a uma quarentena de 14 dias. Além disso, o turista precisa preencher o formulário Bahamas Health Visa Card.

Bahrein

Os brasileiros precisam de visto para entrar no Bahrein (e-visa) e estão sujeitos ao teste de coronavírus na chegada. No entanto, este teste deverá ser pago pelo turista e é exigido isolamento até o resultado ficar pronto.

Barbados

Passageiros provenientes de países com alto número de casos deverão apresentar teste RT-PCR negativo para Covid-19 emitido até 72 horas antes da partida ao país. Quem não tiver o teste para apresentar, deverá fazê-lo assim que desembarcar no aeroporto e precisará ficar em isolamento até o resultado sair.

Belize

Os brasileiros precisam apresentar um teste RT-PCR negativo para Covid-19 feito até 72 horas antes da data da viagem. Além disso, precisam baixar o aplicativo Belize Health Travel App e gerar um QR Code para apresentar na chegada.

Bermudas

Entre as exigências estão teste RT-PCR negativo para Covid-19 feito até 5 dias antes da partida. Os visitantes precisam preencher um formulário de autorização de viagem e pagar US$ 75 de taxa. Além disso, precisam ser testados enquanto estiverem na ilha e, medir e reportar a temperatura duas vezes por dia de forma online.

Bielorrússia

Apesar do teste RT-PCR negativo para Covid-19 emitido em até 48 horas antes da chegada não ser obrigatório, é recomendável. Preencher um questionário de conscientização e apresentar na chegada. Contudo, os passageiros ainda estão sujeitos à quarentena por 14 dias.

Bolívia

É preciso apresentar um teste RT-PCR negativo para Covid-19 emitido em até 7 dias antes da chegada, endossado pela representação consular boliviana.

Bósnia e Herzegovina

Brasileiros não precisam de visto para visitar a Bósnia e Herzegovina por até 90 dias. No entanto, precisam apresentar teste RT-PCR negativo para Covid-19 emitido em até 48 horas antes da chegada.

Butão

Já no Butão, o brasileiro precisa de visto além de vacina de febre amarela e um teste RT-PCR negativo para Covid-19 emitido em até 72 horas antes da partida. Os passageiros estão sujeitos a triagem médica e quarentena por 21 dias.

Burkina Faso

A exigência é de um teste RT-PCR negativo para Covid-19 emitido em até 5 dias antes da chegada. Além disso, os brasileiros precisam de visto para o país, vacina de febre amarela e estão sujeitos a triagem médica às próprias custas.

Camarões

Além do visto, é exigido dos brasileiros um teste RT-PCR negativo para Covid-19 emitido em até 72 horas dias antes da chegada, em francês.

Camboja

Além de precisar de visto para o país, o Camboja exige teste RT-PCR negativo para Covid-19 emitido até 72 horas antes do embarque e seguro saúde de pelo menos US$ 50.000. Além de um depósito de US$ 2.000 para custear tratamento médico (caso necessário) e outras taxas extras. Caso alguém no voo esteja contaminado, os demais passageiros serão obrigados a ficar de quarentena por 14 dias.

Chade

O viajante brasileiro não precisa de visto, mas precisa da vacina de febre amarela. Além disso, precisa entregar seu passaporte na chegada, de uma quarentena de 7 dias e um teste de coronavírus no sétimo dia. O passaporte será devolvido quando o viajante comprovar que fez o teste.

Colômbia

É preciso apresentar teste PCR negativo para Covid-19 feito até 96 horas antes do embarque. Além disso, será necessário fazer um cadastro no site www.migracioncolombia.gov.co de 24 horas até 1 hora antes da viagem.

Congo (República)

Passageiros que não apresentarem exame negativo de estarão sujeitos a um teste na chegada e quarentena às suas próprias custas. Além disso, brasileiros precisam de visto.

Congo (República Democrática)

Aqui também é preciso visto para brasileiros. Além de apresentar teste RT-PCR negativo para Covid-19 obtido até 7 dias antes da chegada ao país.

Coreia do Sul

Viajantes brasileiros precisam de um visto temporário de entrada. Além disso, estão sujeitos à quarentena por 14 dias e um teste RT-PCR para Covid-19 dentro de 3 dias após a chegada. Para quem possui um Certificado de Isenção de Isolamento emitido por uma Embaixada ou Consulado coreano antes da partida a exigência não se aplica. No entanto, estes casos também precisam ser testados na chegada e permanecer em quarentena até que o resultado do teste saia.

Costa do Marfim

Brasileiros precisam de visto, vacina de febre amarela e de um teste PCR negativo para Covid-19 obtido até 72 horas antes da chegada ao país. O passageiro também deve apresentar o “Formulário de Declaração de Saúde” antes da partida.

Costa Rica

A Costa Rica reabriu suas fronteiras no dia 1º de novembro. Os brasileiros não precisam de visto para o país, mas precisam preencher o formulário digital Health Pass que deve ser habilitado até 48 horas antes do embarque. E, além disso, apresentar um seguro saúde/viagem que cubra Covid-19.

Croácia

Passageiros do Brasil precisam apresentar teste negativo para Covid-19 emitido em até 48 horas ou submeter-se à quarentena de 14 dias. Além disso precisam comprovar a reserva de hotel e preencher o formulário EnterCroatia.

Cuba

A partir do dia 15 de novembro, visitantes internacionais podem entrar na ilha, inclusive por Havana, que reabriu o seu aeroporto. Brasileiros precisam de visto para entrar na ilha. Testes para a detecção de Covid-19 são feitos na chegada ao aeroporto e será cobrada uma taxa sanitária do visitante.

Dominica

Além do teste RT-PCR negativo para Covid-19 emitido entre 24 horas a 72 horas antes do embarque, é preciso preencher uma autorização de viagem obtida antes da partida. Contudo, os passageiros ainda estão sujeitos à triagem médica e quarentena.

Dubai (Emirados Árabes Unidos)

Os visitantes terão de apresentar teste negativo de Covid-19 emitido até 96 horas da partida. No entanto, visitantes do Brasil e países com alta taxa da doença estão sujeitos a um novo teste na chegada com custo de US$ 70 o exame. Além disso, é necessário apresentar seguro de saúde. Se o turista sair de Dubai para Abu Dhabi precisará fazer um novo teste.

Egito

Os brasileiros podem viajar para o Egito desde que tenham o visto e apresentem teste RT-PCR negativo para Covid-19 emitido com 72 horas de antecedência. Além disso, precisam preencher o “Cartão de Saúde Pública” na chegada.

El Salvador

Brasileiros precisam apresentar teste PCR negativo para Covid-19 emitido em até 72 horas antes da partida, além da vacina de febre amarela.

Equador

É necessário apresentar um teste negativo para Covid-19 emitido até 10 dias antes da chegada, além de uma “Declaração de salud del viajero” e quarentena obrigatória de 14 dias.

Escócia

Brasileiros podem entrar na Escácia, bem como em todo o Reino Unido, no entanto, é preciso fazer uma quarentena obrigatória de 14 dias.

Eslovênia

A Eslovênia reabriu suas fronteiras para viajantes internacionais, que precisam apesentar teste negativo para Covid-19 emitido até 48 horas antes da chegada. Senão, estão sujeitos à quarentena por 10 dias.

Etiópia

É exigido de todos os turistas um teste RT-PCR negativo para Covid-19 feito em até 5 dias antes do desembarque.

Gales

Brasileiros podem entrar no País de Gales, bem como em todo o Reino Unido, embora seja necessário fazer uma quarentena obrigatória de 14 dias.

Gâmbia

A Gâmbia exige teste RT-PCR negativo para Covid-19 emitido até 72 horas antes da partida.

Gana

Gana pede aos turistas que apresentem teste RT-PCR negativo para Covid-19 feito em até 72 horas dias antes do desembarque. Além disso, é preciso preencher um formulário online.

Granada

Para visitar a ilha de Granada, os passageiros devem preencher um Formulário de Declaração de Saúde antes da partida e estão sujeitos à triagem médica. Além disso, precisam apresentar teste RT-PCR negativo para Covid-19 emitido em até 7 dias antes da chegada.

Guatemala

A Guatemala pede aos visitantes teste negativo para Covid-19. Os passageiros que não tiverem o teste, serão submetidos ao exame e a quarentena de 14 dias.

Guiana

A Guiana exige de seus turistas um teste negativo para Covid-19.

Guiana Francesa

Além de visto e vacina de febre amarela, brasileiros precisam preencher o Certificado de Viagem Internacional que deve ser apresentado antes do embarque e na imigração. Os passageiros devem passar por um exame médico na chegada e estão sujeitos à quarentena de 14 dias.

Guiné Equatorial

A Guiné Equatorial pede aos passageiros teste RT-PCR negativo para Covid-19 emitido com até 48 horas de antecedência. Os que não apresentarem o teste, deverão arcar com um teste na chegada. Além disso, brasileiros precisam de visto para o país.

Guiné

A Guiné pede aos passageiros teste RT-PCR negativo para Covid-19 emitido com até 5 dias de antecedência. Os que não apresentarem o teste, deverão arcar com um teste na chegada. Além disso, brasileiros precisam de visto para o país.

Guiné-Bissau

A Guiné-Bissau pede aos passageiros teste RT-PCR negativo para Covid-19 emitido com até 72 horas de antecedência. Além disso, brasileiros precisam de visto para o país.

Haiti

Os passageiros estão sujeitos a exames médicos e deverão preencher um Formulário de Declaração de Saúde no momento da chegada. Turistas ainda podem ter que fazer quarentena de 14.

Honduras

Honduras exige apresentação de teste negativo para Covid-19, emitido até 72 horas antes da chegada. Além do preenchimento de um formulário online e apresentação de vacina de febra amarela.

Inglaterra

Brasileiros podem entrar na Inglaterra, bem como em todo o Reino Unido, no entanto, é preciso fazer uma quarentena obrigatória de 14 dias.

Ilhas Maurício

Os brasileiros precisam de visto e apresentar resultado negativo do teste RT-PCR para Covid-19 emitido no máximo 7 dias antes da partida. Todos estão sujeitos a novo teste e quarentena por 14 dias. Além disso, os visitantes devem possuir comprovante de fundos suficientes para cobrir sua estadia (mínimo de US $ 100 por dia) e uma reserva de hotel confirmada.

Indonésia

Brasileiros precisam apresentar um teste negativo para Covid-19 emitido no máximo 7 dias antes da chegada e preencher de um formulário online de conscientização sobre saúde (e-HAC). Além de visto emitido antes de sair do Brasil e vacina de febre amarela. Todos estão sujeitos a exames médicos e quarentena por 14 dias.

Irlanda

Os passageiros estão sujeitos ao isolamento por 14 dias e, maiores de 16 anos, devem preencher um formulário localizador de passageiros antes da chegada.

Irlanda do Norte

Brasileiros podem entrar na Irlanda do Norte, bem como em todo o Reino Unido, no entanto, é preciso fazer uma quarentena obrigatória de 14 dias.

Irã

Os passageiros devem teste negativo emitido no máximo 96 horas antes da chegada. Devem ainda preencher um Formulário de Autodeclaração. O serviço de visto na chegada está suspenso e deve ser obtido antes da viagem no site do governo. Brasileiros precisam também do Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela

Iraque

Os passageiros estão sujeitos a triagem médica e quarentena. Brasileiros precisam de visto e vacina de febre amarela para entrarem no país

Jamaica

Os passageiros que não residem na Jamaica devem ter uma autorização de viagem obtida antes da partida em https://www.visitjamaica.com. Brasileiros precisam apresentar teste RT-PCR ou antígeno negativo para Covid-19, emitido em até 10 dias antes do embarque. Os passageiros estão sujeitos a exames médicos e quarentena.

Jordânia

A Jordânia exige preenchimento de formulário e obtenção de QR code antes do embarque. Apresentação de teste negativo RT-PCR para Covid-19 emitido até 120 horas antes da chegada e seguro viagem obrigatório. Brasileiros ainda precisam de visto.

Kosovo

Apesar de não ter restrições aos visitantes, recomenda-se apresentar um teste negativo para Covid-19 emitido até quatro dias antes da chegada. O Aeroporto Internacional de Pristina solicita aos passageiros que estejam acompanhados de apenas uma pessoa para evitar aglomerações.

Lesoto

Os passageiros serão testados para Covid-19 e submetidos a quarentena de 14 dias. Brasileiros precisam de visto eletrônico.

Líbano

Brasileiros podem viajar para o Líbano, mas precisam de visto. Além disso, precisam apresentar teste negativo para Covid-19 realizados até 96 horas antes do embarque e preencher formulário de declaração de saúde online. O certificado do exame deve ser em árabe ou inglês e ser emitido por um laboratório aprovado.

Libéria

Os passageiros que não apresentarem teste negativo para Covid-19, estão sujeitos a triagem médica e quarentena. Brasileiros precisam de visto para entrar no país.

Macedônia do Norte

Não há restrições de entrada para a Macedônia do Norte.

Malawi

O Malawi exige teste RT-PCR negativo de Covid-19 emitido em até 10 dias antes da chegada e preenchimento do Formulário de Vigilância de Viagem na chegada. Brasileiros precisam do visto eletrônico para o Malawi emitido antes da partida.

Maldivas

Turistas precisam apresentar um teste negativo para Covid-19, emitido a menos de 96 horas da partida. Passageiros que transitaram em outro país por mais de 24 horas devem repetir o teste. O certificado deve ter o nome do passageiro igual ao do passaporte e o nome e endereço do laboratório de testes. Brasileiros ainda precisam de visto.

Mali

Brasileiros precisam apresentar teste negativo para Covid-19 emitido em até 3 dias antes da chegada, visto de entrada e vacina de febre amarela.

Marrocos

Os passageiros devem preencher o Formulário de Passageiros de Saúde Pública e apresentar na chegada, bem como teste negativo de Covid-19 com até 48 horas de antecedência do embarque.

Mauritânia

Brasileiros precisam de visto, além de apresentar teste negativo de Covid-19 emitido em até 72 horas antes da chegada, bem como vacina de febre amarela.

México

Turistas devem apresentar o “Cuestionario de indentificacion de factores de riesgo en viajeros” na chegada e usar máscara em locais públicos.

Micronésia

Os passageiros não podem entrar via Pohnpei (PNI) e devem possuir bilhetes de ida e volta. Além disso, devem passar por exames médicos completos na chegada.

Namíbia

Turistas devem apresentar teste RT-PCR negativo de Covid-19 emitido em até 72 horas antes do embarque, preencher questionário epidemiológico, ter seguro viagem, além de fazer quarentena obrigatória de 7 dias. Brasileiros ainda precisam da vacina de febre amarela.

Nicarágua

O país exige teste negativo de Covid-19 com 72 horas de antecedência da chegada. Todos os visitantes são obrigados a obter um Cartão de Turista na chegada que custa USD 10. Pata brasileiros, é obrigatório apresentação do Certificado de Vacina de Febre amarela internacional.

Niger

Os brasileiros precisam de visto, vacina de febre amarela, bem como teste negativo de Covid-19 emitido em até 72 horas antes da chegada ao país. Passageiros sem atestado negativo do coronavírus estão sujeitos a triagem médica às suas próprias custas.

Nigéria

O país pede teste negativo de Covid-19 com até 96 horas de antecedência da chegada. Os passageiros estão sujeitos a triagem médica e auto isolamento por 7 dias. Brasileiros precisam ainda de visto e vacina de febre amarela.

Palau

Visto: brasileiro precisa de visto.

Os passageiros devem ter um Certificado de Quarentena aprovado obtido antes da partida. Devem possuir comprovante de fundos suficientes para cobrir sua estada (USD 200 por semana). Contudo, estão sujeitos à quarentena por 14 dias. Brasileiros precisam de visto para o país.

Panamá

Passageiros que não apresentarem o teste negativo de Covid-19 emitido com até 48 horas de antecedência da chegada ao país, precisarão arcar com os custos de um exame ao chegar no país. O certificado deve ser em espanhol ou inglês. Devem também preencher uma “Declaracion Jurada de Salud” na chegada e brasileiros precisam do Certificado de Vacina de Febre amarela internacional.

Paraguai

Passageiros precisam apresentar teste negativo para Covid-19 emitido com até 72 horas de antecedência ou submeter-se a quarenta de 14 dias. Além disso, os passageiros precisam enviar um formulário de informações sobre saúde do viajante 24 horas antes da partida.

Peru

Em novembro, o Peru voltou a receber voos do Brasil. No entanto, exige dos passageiros teste negativo de Covid-19 com até 72 horas de antecedência da chegada ao país, além do preenchimento obrigatório da “Declaración Jurada de Salud” em até 72 horas antes do embarque.

Polinésia Francesa

Entre as exigências estão apresentar teste negativo para Covid-19 de até 3 dias antes do embarque e preencher o “Aplicativo ETIS” para apresentar na chegada. Também é necessário ter seguro viagem e brasileiros precisam da vacina de febre amarela. Os turistas estarão sujeitos a testagem aleatório quatro dias após a chegada.

Porto Rico

Passageiros que não apresentem teste negativo para Covid-19 (inglês ou espanhol) emitido no máximo 72h antes do embarque estão sujeitos à quarentena de 14 dias. Além disso, é preciso preencher uma declaração de viagem.

Quênia

O Quênia exige teste negativo para Covid-19 emitido até 96 horas antes da chegada e preenchimento do “Formulário de Vigilância em Saúde dos Viajantes”. Brasileiros ainda estão sujeitos à quarentena de 14 dias.

Reino Unido

Brasileiros podem entrar no Reino Unido (Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte), no entanto, precisam de quarentena obrigatória de 14 dias.

República Centro-Africana

Passageiros devem apresentar teste negativo para Covid-19 emitido até 7 dias antes da chegada ao país. Os passageiros serão testados novamente na chegada e podem ficar em quarentena de 14 dias. Brasileiros ainda precisam de visto.

República Dominicana

Brasileiros precisam de tarjeta na entrada do país, vacina de febre amarela, bem como preencher um formulário de declaração de saúde e apresentar no momento da chegada. Todos estão sujeitos a triagem médica na chegada.

Ruanda

Os passageiros devem preencher um Formulário de Declaração de Saúde antes da partida e apresentar um teste negativo para Covid-19 emitido até 120 horas antes do embarque. Além disso, serão testados novamente na chegada. Brasileiros precisam de visto.

Saint Martin

A ilha exige dos passageiros teste negativo para Covid-19 emitido até 120 horas antes do embarque e preenchimento de formulário online.

Samoa

Brasileiros precisam de visto, vacina febre amarela e de bilhetes de ida e volta e permissão de entrada.

Santa Lúcia

Os passageiros devem preencher o “Formulário de Registro de Viagem” pelo menos 7 dias antes da chegada e apresentar resultado negativo para covid-19 emitido no máximo 7 dias antes da chegada. Brasileiros ainda precisam da vacina de febre amarela.

São Tomé e Príncipe

Os passageiros devem ter um teste negativo para Covid-19 feito no máximo 72 horas antes da partida. Obrigatório Certificado de Vacina de Febre amarela internacional para brasileiros.

São Vicente e Granadinas

Passageiros devem apresentar teste negativo realizado em até 48 horas antes do embarque ou teste de anticorpos realizado nos últimos cinco dias. Para os que não possuem o teste, deverão fazer teste para detecção de Covid-19 na chegada e devem permanecer em quarentena no hotel por 24 horas enquanto aguardam os resultados.

Senegal

Os passageiros devem apresentar resultado negativo no teste para Covid-19, emitido no máximo 5 dias antes da partida do primeiro ponto de embarque. Brasileiros não precisam de visto até 3 meses, mas precisam da vacina de febre amarela.

Serra Leoa

Os passageiros devem ter um teste negativo para Covid-19 emitido no máximo 7 dias antes da chegada. O certificado deve ser emitido por um laboratório aprovado. Os passageiros devem apresentar uma autorização de viagem obtida antes da partida e ainda estão sujeitos à triagem médica na chegada. Brasileiros precisam de visto e vacina de febre amarela.

Sérvia

A Sérvia suspendeu todas as restrições de entrada no país para estrangeiros, a única exigência é o uso de máscara em lugares públicos.

Seychelles

Brasileiro precisam de visto, vacina de febre amarela e autorização de viagem médica aprovada e válida até um dia após a data da chegada. Todos os passageiros devem comprovar fundos suficientes (mínimo de US $ 150 ou equivalente por dia) e estão sujeitos à exames médicos na chegada.

Somália

Brasileiros precisam de visto na chegada, vacina de febre amarela e atestado/certificado em inglês médico impresso com resultado de coronavírus negativo, emitido no máximo 96 horas antes da chegada.

Sudão

Passageiros precisam apresentar teste negativo de Covid-19 realizado dentro de 96 horas antes da chegada, em árabe ou inglês. Brasileiros precisam de visto e vacina de febre amarela.

Tanzânia

Os viajantes deverão preencher um formulário de vigilância sanitária ainda no avião. Brasileiros precisam de visto e vacina de febre amarela.

Togo

Os passageiros precisam apresentar teste RT-PCR negativo de Covid-19 realizado dentro de 5 dias antes da partida e preencher de forma online o Formulário de Viajante. Brasileiros precisam de visto e vacina de febre amarela.

Turks e Caicos

Passageiros devem ter uma autorização de viagem pelo menos 24 horas antes da partida e apresentá-la à imigração, bem como resultado de teste negativo para Covid-19 emitido no máximo 5 dias antes da partida. Além disso, os passageiros estão sujeitos a triagem médica e quarentena por 14 dias. Brasileiros precisam de visto.

Turquia

Os passageiros sujeitos à verificação de temperatura na chegada. E os brasileiros precisam de vacina de febre amarela.

Ucrânia

Os passageiros que chegam do Brasil sem um resultado negativo do teste de coronavirus, emitido no máximo 48 horas antes da chegada, estão sujeitos ao auto isolamento, e precisam ter um seguro saúde ou viagem.

Uganda

Passageiros precisam de um teste negativo para Covid-19 obtido até 72 horas antes do embarque, ou estarão sujeitos a arcar com um teste feito na chegada, bem como ficar em quarentena até a liberação dos resultados. Brasileiros precisam de e-visa.

Yemen

Os brasileiros precisam de visto para entrar no país, mas não há nenhuma outra exigência.

Zâmbia

Passageiros precisam de um teste negativo para Covid-19 emitido até 14 dias antes do embarque. Para entrar no país é preciso de visto, que está temporariamente suspenso, portanto é preciso pedir e-visa com antecedência. Brasileiros precisam de vacina de febre amarela.

Zimbábue

O Zimbábue pede teste RT-PCR negativo para Covid-19 obtido até 48 horas antes do embarque. Brasileiros precisam de visto e vacina de febre amarela.

 

ABERTURAS PREVISTAS AINDA PARA 2020:

Aruba

O país caribenho anunciou a reabertura de suas fronteiras para o turismo em 1º de dezembro. No entanto, será exigido dos turistas um teste RT-PCR negativo para Covid-19. O teste poderá ser feito no aeroporto na chegada. Além disso, é preciso preencher o EDCard Online e ter um seguro saúde/viagem que cubra coronavírus.

 

Viajante, ainda estamos em uma pandemia!! Portanto, essas informações podem mudar a qualquer momento. Antes de viajar, consulte as exigências do país que visitará. Atualizaremos esta matéria de acordo com as informações que formos apurando.

 

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularaluga um carro, garante os tickets para passeios ou compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveita e se inscreve no meu canal do Youtube e no meu Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas!

Posts Relacionados