737 MAX – COMO IDENTIFICAR SE VOCÊ ESTÁ VOANDO EM UM DELES

Fala viajantes! Conforme vocês devem ter visto nos noticiários da semana passada, a ANAC certificou e homologou as operações do 737 MAX no Brasil. Seguiu a tendência do órgão responsável nos EUA, o FAA. Neste post vou te ensinar como identificar um 737 MAX quando você for voar em um deles.

Lembrando que no Brasil somente a GOL opera este modelo de aeronave.

Portas em automático!

737 MAX - Estevam Pelo Mundo
Aeronave Boeing 737-800 MAX da frota da GOL

O BOEING 737-800 MAX

O 737 MAX nada mais é do que uma versão aprimorada do Boeing 737-800 new generation. As principais diferenças dos MAX para seus antecessores da família 737 é o menor consumo de combustível, bem como seus sistemas tecnológicos de ponta.

Para os passageiros, a aeronave oferece uma sensação de maior amplitude e conforto e iluminação aconchegante.

737 MAX
Cockpit de um Boeing 737-800 MAX

O 737 MAX teve suas operações suspensas por praticamente dois anos, após dois acidentes aéreos. Os acidentes envolvendo este modelo de aeronave ocorreram em um intervalo de menos de cinco meses. 346 foi o número de mortos.

O primeiro acidente ocorreu em 28 de outubro de 2018. Um avião da Lion Air caiu no mar de Java, na Indonésia, 13 minutos após a decolagem. Foram vitimados 189 passageiros e tripulantes. A aeronave havia partido do Aeroporto Internacional Soekarno-Hatta, em Jacarta, rumo ao Aeroporto Depati Amir, em Pangkal Pinang. Ambas as cidades na Indonésia.

Por sua vez, o segundo acidente foi em 10 de março de 2019. Envolveu um avião da Ethiopian Airlines que decolou seis minutos antes do Aeroporto Internacional Bole, em Adis Abeba, Etiópia, com destino ao Aeroporto Internacional Jomo Kenyatta, em Nairóbi, no Quênia. Neste acidente todos os 157 passageiros e tripulantes morreram.

A VOLTA DO 737 MAX

A volta das operações do 737 MAX no Brasil acontece depois de a ANAC concordar com a avaliação da FAA de que todos os elementos técnicos e regulatórios necessários para solucionar as questões relativas a  segurança da aeronave foram efetivamente cumpridos.

A volta das operações Boeing 737 MAX foi recebida com enorme alegria e alívio não só para Boeing, bem como para as empresas aéreas  que possuem estas aeronaves integrando suas frotas. Já em relação aos passageiros, entretanto, a opinião não é consensual. Uns não querem voar no bimotor a jato de forma alguma. Por outro lado, outros não veem a hora de voar novamente.

Os quase dois anos de proibição de voos foram extremamente prejudiciais para as empresas aéreas que tinham, e ainda têm, em suas frotas o 737 MAX. Conforme já mencionado, trata-se, comparando as versões anteriores da família 737, de uma aeronave mais sustentável, com maior autonomia e menos gasto de combustível.

3 MANEIRAS DE IDENTIFICAR SE VOCÊ ESTÁ VOANDO EM UM 737 MAX

A aeronave se assemelha bastante ao 737-800 new generation. Logo, pode ser facilmente confundido com o outro modelo. Para que você tenha a certeza se está voando em um 737 MAX ou não, elenco aqui três partes da aeronave. Estas partes a diferenciam facilmente dos demais Boeings 737. Confiram:

DE OLHO NO NARIZ DO 737 MAX

Pois bem, por conta dos acidentes algumas empresas rebatizaram os seus MAX. Já outras, na reserva dos bilhetes apenas colocam Boeing 737. Para saber, através do nariz da aeronave, se se trata de um MAX olhe o modelo na hora do embarque.

A GOL, por exemplo, tirou o nome MAX da fuselagem das aeronaves. Trocou por 737-8. Logo, ao ver escrito 737-8 será um MAX. Caso esteja escrito 737-800, será a versão next genereation. Anterior ao MAX.

ASAS DO 737 MAX

No caso de você estar viajando em uma  companhia que não expõe o submodelo na fuselagem da aeronave, você poderá identifica-lo de todo modo. Uma das formas é través dos winglets. Os winglets são aquelas curvaturas aerodinâmicas nas pontas das asas dos aviões.

Por sua vez, os MAX têm, em sua vasta maioria, winglets distintos do que estamos habituados a ver nos demais 737. Eles se estendem para cima e para baixo. Vejam abaixo o exemplo de uma aeronave da GOL.

GOL - 737 MAX

Igualmente, alguns jatos 737 da geração next generation  possuem winglets chamados split scimitar. Tal qual os do MAX também se dividem para cima e para baixo. Objetivamente falando, esses winglets têm forma bastante parecidas com os do MAX. Embora um pouco diferentes.

MOTORES DO 737 MAX

A cereja do bolo. Aqui não tem erro. É o ponto mais distinguível dos 737 MAX.

Os 737 MAX utilizam motores do tipo CFM International LEAP-1B. Pois bem, o nome do motor neste caso pouco importa para você identificar a aeronave. Entretanto, seu formato é bastante peculiar. E similar aos dos Boeings 787 (em todas as suas versões), bem como dos 747-800.

Nestes motores, em sua parte traseira, o acabamento é ondulado. E esta é uma característica exclusiva do MAX entre os integrantes da família 737. Todas as outras gerações anteriores possuem esta borda traseira reta. Confiram abaixo a foto da parte traseiro de um motor de um MAX.

Estevam Pelo Mundo - 737 MAX

CONSIDERAÇÕES

Pois bem, eu sou do time de passageiros que não vê a hora de adentrar novamente em um Boeing 737 MAX. Ponto.

É extremamente importante lembrar que a volta das operações do 737 MAX foi muito estudada e testada. Como pouquíssimas outras aeronaves. Igualmente, a liberação não só da ANAC, bem como da FAA (órgão americano equivalente) é um atestado claro e fiel de que é perfeitamente seguro voar a bordo do MAX.

Caso você venha a voar de 737 MAX, é absolutamente provável que você terá um voo extremamente seguro. Digo, tanto pela recertificação quanto pelo fato de se tratarem de aviões novos, recém fabricados. Não obstante, que contam com a mais alta tecnologia aeronáutica.

FINALIZANDO

Pois bem, espero que você tenha gostado do post e do tema. E você? Já voou alguma vez no MAX? Se sim, conta pra gente como foi sua experiência? Se não, conta pra gente também se você se sente seguro em voar nesta aeronave ou ainda guarda algum receio?

Igualmente, se ficou alguma dúvida, joga sua pergunta lá na caixinha de comentários. Teremos o maior prazer em respondê-lo. Não obstante, se cometi algum equívoco aeronáutico, por favor não faça cerimônia e me corrija! E nada de acanhamento, hein? Lembrando que seu feedback é sempre muito importante pra nós!

Ah! Para não perder o hábito dos posts que expresso minha opinião particular, vamos deixar uma coisa bem clara: estas são opiniões estritamente minhas. Não reflete a opinião do Estevam, de nenhum outro colunista do portal EPM ou tampouco do Estevam Pelo Mundo como fonte de informação e pesquisa sobre viagens, companhias aéreas, hotéis e demais assuntos da mesma natureza. Vamos deixar isso bem claro.

Ademais, vamos deixar também uma outra coisa bem clara: todo e qualquer produto que além da notícia eu revise, seja ele um voo em cabine premium, um programa de fidelidade, um lounge ou um hotel, sigo minha própria independência, bem como as diretrizes de imparcialidade do Estevam Pelo Mundo. Em assim sendo, tenho total liberdade e obrigação para com nossos leitores para pontuar, sob a minha ótica, o que acho. Seja para possíveis pontos positivos ou negativos.

QUEM SOU EU?

Lucas Cabral, editor-chefe aqui do EPM para programas de fidelidade, cartões de crédito, pontos, milhas aéreas e afins. Estou aqui precisamente desde meados de maio. Se quer me conhecer melhor, saber quem eu sou e saber como eu vim parar aqui basta dar uma sacada no meu primeiro post, quando fui oficialmente lançado aqui no Estevam Pelo Mundo. Para isso basta clicar aqui. Igualmente, se gostou de mim ou quer ir conferindo algumas das minhas fotos de viagem e de algumas exaltações proporcionadas por milhas e pontos basta dar um follow lá no Instagram. Meu nome na rede é @lucasmcv 😉

Por fim, um grande abraço e até o próximo post!

Lucas Cabral

 

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularalugar um carro, garante os tickets para passeios e compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo  gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Posts Relacionados