Viajar de avião é seguro? Pesquisa diz que sim

Quer viajar, mas morre de medo de subir em um avião e se contaminar com a Covid-19? Trago uma boa notícia para você, viajante! Um estudo mostrou que viajar de avião é seguro. E que o risco de transmissão de coronavírus a bordo é muito baixo.

Segundo a pesquisa, desde o início de 2020, registrou-se 44 casos de Covid-19 que podem estar associadas a uma viagem de avião. Entre os casos estão os confirmados, prováveis e potenciais. O número é muito baixo já que cerca de 1,2 bilhão de passageiros viajaram de avião no mesmo período.

Esta pesquisa é da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA). Ela foi feita com base em estudos conjuntos dos fabricantes Airbus, Boeing e Embraer.

voar na pandemia é seguro
Voar na pandemia é seguro

Veja o que disse Dr. David Powell, Conselheiro Médico da IATA:

“O risco de um passageiro contrair a Covid-19 a bordo parece muito baixo. Com apenas 44 casos potenciais identificados de transmissão relacionada à voos entre 1,2 bilhão de viajantes, isso significa um caso para cada 27 milhões de viajantes. Reconhecemos que esse número pode estar subestimado, mas mesmo se 90% dos casos não fossem relatados, seria um caso para cada 2,7 milhões de viajantes. Achamos esses números extremamente reconfortantes. Além disso, a grande maioria dos casos publicados ocorreu antes da obrigatoriedade do uso de coberturas faciais a bordo.”

Ou seja, viajante, o risco parece mesmo ser muito baixo. Já que as estimativas do estudo dizem:

1 caso de contaminação para cada 27 milhões de viajantes.

Se apenas 10% dos casos fossem reportados seria 1 caso para cada 2,7 milhões de viajantes.

Você pode conferir o estudo completo neste LINK.

Um estudo recente da IATA relatou que 86% dos viajantes se sentiram seguros com as medidas de combate à Covid-19 do setor. A reputação da aviação está baseada na segurança oferecida em cada voo. E, isso não mudou em tempos de Covid-19.

Veja o que disse Alexandre de Juniac, diretor geral e CEO da IATA:

“Não existe uma solução única que permitirá viver e viajar com segurança na era da Covid-19. Mas a combinação das medidas implementadas garante aos viajantes do mundo todo que a Covid-19 não acabou com a liberdade de voar. Nada é 100% livre de riscos. Mas com apenas 44 casos publicados de potencial transmissão a bordo entre 1,2 bilhão de viajantes, o risco de contrair o vírus a bordo parece ser igual ao risco de ser atingido por um raio.”

 

OMS concorda que viajar de avião é seguro

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o risco de a Covid-19 se disseminar em voos parece ser “muito baixo”, mas não pode ser descartado, apesar de estudos só mostrarem um número pequeno de casos.

“A transmissão em voo é possível, mas o risco parece ser muito baixo, dado o volume de viajantes e o número pequeno de relatos de casos. O fato de que a transmissão não é amplamente documentada na literatura publicada não significa, porém, que não acontece”, afirmou a OMS em comunicado divulgado esta semana.

Mas por que será que o risco de contaminação a bordo é tão baixo?

 

Baixa taxa de transmissão de coronavírus

Um dos motivos atribuídos para a baixa taxa de transmissão a bordo das aeronaves se deve ao uso de filtros de ar nos aviões. As aeronaves apresentam taxas muito altas de troca de ar (a cada 3 minutos) e filtros HEPA que filtram mais de 99,99% de todas as partículas, incluindo vírus.

Além disso, desde o início da pandemia a IATA adotou uma série de medidas para as companhias aéreas. Esses protocolos de segurança fazem parte do documento Takeoff, que adicionou várias camadas de proteção além dos sistemas de fluxo de ar que as aeronaves já possuem.

 

Medidas preventivas a bordo

O uso de máscara é uma dessas proteções mais evidentes. Filas gerenciadas, processamento sem contato, movimento reduzido na cabine e serviços simplificados a bordo estão entre as várias medidas. Além disso, os sistemas de fluxo de ar servem para evitar a propagação de doenças com altas taxas de fluxo de ar, taxas de renovação de ar e filtragem altamente eficaz de qualquer ar reciclado.

As características do design da aeronave incluem uma camada adicional de proteção, contribuindo para a baixa incidência de transmissão durante o voo, que incluem:

  • Interações face a face limitadas, pois os passageiros se sentam olhando para frente e se movem lateralmente muito pouco.
  • O encosto atua como uma barreira física evitando o movimento do ar de uma fileira para outra.
  • Minimização do fluxo de ar para frente e para trás, com fluxo segmentado direcionado do teto para o chão.
  • Alta taxa de ar fresco que entra na cabine. A troca de ar é feita 20-30 vezes por hora a bordo da maioria das aeronaves.
  • Uso de filtros HEPA com mais de 99,9% de taxa de eficiência na remoção de bactérias/vírus, garantindo que o ar que entra na cabine não seja uma via de penetração de micróbios.

 

Passageiros também precisam seguir os protocolos de segurança

Apesar da pesquisa comprovar os baixos riscos de transmissão da Covid-19 a bordo, em um comunicado, a IATA reforçou a necessidade de os passageiros seguirem os protocolos de segurança.

Veja parte deste comunicado:

“Embora o risco de transmissão em uma aeronave seja baixo, os passageiros podem tomar precauções adicionais para diminuir ainda mais o risco. Seguir as orientações para usar a máscara ou cobertura facial fornece mais proteção a todos a bordo. Os passageiros também devem praticar boa higiene. Como lavar as mãos regularmente com sabonete ou higienizador à base de álcool. Evitar tocar os olhos, nariz ou boca, principalmente após o contato com superfícies comumente tocadas.”

 

E aí, viajante? Está mais confiante em viajar de avião? Conta pra gente se você já fez alguma viagem de avião na pandemia e como foi?

 

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularaluga um carro, garante os tickets para passeios ou compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveita e se inscreve no meu canal do Youtube e no meu Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas!

Posts Relacionados