MILHAS E PONTOS: VALE A PENA COMPRAR E/OU TRANSFERIR DURANTE A PANDEMIA?

Neste post vamos conversar sobre uma dúvida muito corriqueira entre os nosso leitores. Milhas e pontos: vale a pena comprar e/ou transferir durante a pandemia?

Pois bem, o assunto não é lá tão simples e envolve uma série de observações e, sobretudo, pontos de vista diversos. Vamos abordar o assunto de forma prática e objetiva. Igualmente, vamos fazer algumas ponderações e considerações. Ao final, vou expressar minha opinião particular a respeito do assunto.

Então? Pronto pra acompanhar tudo? Senta aí que lá vem informação. Simbora!

milhas e pontos

O CONTEXTO

Não é surpresa para ninguém que milhares de pessoas tiveram muitos dos seus sonhos e pretensões para 2020 frustados. Além da maior crise se saúde pública já vivida, desde a gripe espanhola, ocorrida entre 1918 e 1920 e, um grande espiral cíclico de recessão nos quatro pontos do globo, a pandemia da Covid-19 alastrou-se rapidamente mundo afora.

Além disso, na crise atual, de acordo com previsões da IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo), as aéreas acumularão prejuízos na soma de U$113 bilhões (ao câmbio de hoje o equivalente a R$609 bilhões), até dezembro de 2020. O mesmo órgão especula, igualmente, que a demanda por viagens aéreas só volte ao patamar pré-pandemia em meados de 2024. No quesito viagens a turismo, após o reaquecimento das viagens nacionais nos próximos meses, acredito que entre no segundo semestre de 2021 e, o primeiro semestre de 2022, as viagens internacionais a lazer tomem fôlego. Isto é mera especulação minha. Assim, vamos deixar isto claro.

Como consequência da Covid-19, inúmeros planos de viagem de milhares de pessoas acabou por ser cancelado. Infelizmente.

E se puxarmos ainda mais, dentro do contexto de viagens, chegaremos a milhas e pontos. E agora? O que fazer com eles durante a pandemia? Entretanto, na outra ponta temos as companhias aéreas e programas de fidelidade, fazendo tudo quanto é tipo de promoção mirabolante. De super compras de milhas, com desconto a reativação de pontos com bônus astronômicos. Igualmente, promoções de transferência de milhas com bônus bastante agressivos viraram coisas corriqueiras. No meio disto tudo, estamos nós: passageiro (e milheiros)…

COMPRANDO/REATIVANDO MILHAS

Conforme colocado acima, as empresas têm oferecido, com frequência, muito comum oportunidades que parecem verdadeiros negócios da China. A Azul já chegou a oferecer compra de milhas com 200% de bônus. O Smiles já ofereceu reativação de milhas com 300%. E mais de uma vez.

Acima, são apenas alguns exemplos. Vários outros poderiam ser aqui listados. Entretanto, tenho certeza que o amigo leitor e milheiro já se deparou com várias delas por aí

Em síntese, é promoção demais pra viagem de menos. E quando a esmola é grande o cego desconfia.

TRANSFERINDO MILHAS

Tal qual a compra de milhas, com bônus bastante agressivos, observamos também outro tipo de promoção. Estou falando das promoções de transferência de pontos com bônus super atrativos. Elas estão pra lá de constantes. Temos promoções dos programas de fidelidade toda semana. Literalmente.

Tal qual a compra e reativação de milhas, a minha opinião é a mesma. É promoção demais pra viagem de menos. E quando a esmola é grande o cego desconfia.

CONSIDERAÇÕES

Bem, você deve estar se perguntando o porquê de tantas promoções. É natural. Vou explicar.

Em momentos de encolhimento da economia, um dos setores que tendem a sofrer de imediato os maiores impactos é justamente o setor aéreo. As empresas estão amargando um prejuízo atrás do outro. Ou seja, quando você paga para reativar milhas com bônus ou compra milhas, a empresa está gerando caixa. Esta foi uma forma encontrada por elas para geração de lucro e diminuição de prejuízos.

No que tange as transferências de milhas com bônus, pode parecer que ha aí um contra-senso. Entretanto, as empresas sabem que mesmo ofertando uma validade maior nas milhas bônus, a demanda por viagens tende a diminuir. Vamos lá: milhas na conta são um passivo para o programa de fidelidade. Por outro lado, as empresas apostam em promoções agressivas de transferência com bônus na aposta que essas milhas se vencerão. Logo, o passivo, deixa de existir. E se você quiser reativá-las no futuro terá de pagar. Em assim sendo, mais caixa para a empresa no médio prazo. Não é para amadores este mercado. MAS, nós estamos aqui justamente para te ajudar e driblar estes… truques, ou estratégias, vamos dizer assim, dos programas de fidelidade.

UM POUCO DE ECONOMIA PARA ENTENDERMOS DE MANEIRA MAIS SÓLIDA TODO O CONTEXTO

milhas e pontos

Lembre-se: falando de maneira bem objetiva, milhas e/ou pontos são uma espécie de moeda. E assim como dinheiro, quanto mais em circulação, mais inflação é gerada. Inflação na verdade não quer dizer aumento do preços. Quer dizer expansão monetária. O aumento de preços, popularmente conhecido como inflação (mas não é), nada mais é do que uma maior quantidade de dinheiro circulando. A mesma lógica vale para as milhas. Quanto mais milhas circulando e sendo fabricadas, mais elas se desvalorizam. E perdem seu poder de compra. Acho que fui claro, né?

Contudo, se não fui, joga na caixinha de comentários… 😉

Enfim, quanto mais milhas as empresas jogam no mercado, mais elas se desvalorizam. Vamos a um exemplo claro. Há muitos anos, não era muito mais barato voar de milhas? O programa Fidelidade TAM, por exemplo, cobrava 10.000 pontos para qualquer viagem nacional. Era tabela Fixa. 15.000 pontos destinos na América do Sul e 20.000 pontos caso fosse em executiva. Anos dourados… que não voltam mais.

Pois bem, agora vamos ao que interessa. Vale a pena ou não comprar/reativar/transferir milhas?

Simbora às respostas!

O QUE ACHO

Pois bem, abaixo vocês conferem a minha opinião pessoal a respeito. Repito. Opinião Pessoal. São estritamente minhas. Não reflete a opinião do Estevam, de nenhum outro colunista ou tampouco do Estevam Pelo Mundo como fonte de informação e pesquisa sobre viagens, companhias aéreas e demais assuntos da mesma natureza.

Portas em automático e vamos às respostas para a pergunta do título da matéria.

COMPRA E REATIVAÇÃO DE MILHAS

Tal qual nosso sagrado mantra: tudo depende do seu objetivo. 

Vamos lá: para que você está comprando as milhas com bônus? Por mais atrativa que a oferta venha a ser lembre-se: uma compra sem objetivo pode vir a se tornar um erro fatal. Não aja por impulso! Nunca.

Tem um resgate em mente no curto ou médio prazo? Ótimo. Se sim vai em frente. E se não…? Pare onde está.

Suponhamos que você tenha um resgate em mente. Já pesquisou a disponibilidade? Se sim. Há disponibilidade dentro do seu objetivo? Se sim, Siga em frente. Se não, pare. Pense e pondere, igualmente. Pesquise outras opções de resgate. Se não encontrar… Novamente, pare onde está!

Ok. Tenho planos e há disponibilidade nos meus resgates. Vai em frente! A hora é agora. Não há disponibilidade? Aguarde mais um pouco. Promoções de compra/reativação de milhas têm aparecido com bastante frequência.

Resumindo a coisa: pense sempre no seu objetivo e forma de chegar nele.

TRANSFERÊNCIAS DE MILHAS COM BÔNUS

Vale, mais ou menos, a mesma opinião sobre o tópico acima. De novo: qual o seu objetivo? Tem resgate em mente e há disponibilidade? Aproveita sem dó as promoções. Não tem? Bem, aí levamos em conta alguns fatores.

Transferir milhas é sempre uma boa estratégia quando estão próximas do vencimento. É o seu caso? Transfira. Assim, você ganha um prazo de vaidade de 12 a 36 meses, a depender do programa para qual você está transferindo. Smiles costuma dar 12 meses de validade para as milhas bônus. LATAM Pass 36 meses. Leve isso em consideração.

Igualmente, não pretende e não tem ideia do que fazer com seus pontos e milhas? Simples: você pode dar a eles várias utilidades não relacionadas a viagens. Você sabia? Se não sabia é porque não está atento ao blog, hein! 😉

Para te ajudar, escrevemos uma série sobre como utilizar seus pontos durante a pandemia. Confere lá! Se não pretende viajar, troque seus pontos com bonificação e faça uso deles da maneira que achar mais conveniente.

Em síntese: novamente a resposta vai cair – de novo – no mantra de sempre: seu objetivo.

Sempre. Sempre pense bem, calcule e pondere. Nunca haja por impulso, ta ok?!

milhas e pontos
Serviço ostentação da classe executiva da Qatar Airways
FINALIZANDO

Pois bem, espero ter ajudado vocês neste tópico um tanto quanto… delicado. Como vocês puderam ver, há todo um contexto e razões por trás dessas séries de promoções intermináveis. E de todo tipo. Promoções têm quase que brotado do chão. Tenho certeza que vocês já notaram.

E você? Já se valeu de algumas dessas promoções? Seja de compra ou reativação de milhas. Ou mesmo de transferência com bônus. Nunca esqueça: milhas e pontos estão aí para facilitar a sua vida. Não para atrapalhar. Tá com dúvidas? Chama a gente que vamos te ajudar!

Se sim, conta pra gente qual foi suas promoções e como foi sua experiência? Para isso, use a caixinha de comentários logo abaixo do post! Igualmente, se surgiu alguma dúvida, por mais básica que venha a ser, não se acanhe! Joga sua pergunta lá na caixinha de comentários que respondemos com o maior prazer e satisfação. Igualmente, seu feedback é muito importante para nós!

Ah! Lembrando que este é um post autoral. Então, vamos deixar uma coisa bem clara: estas são opiniões estritamente minhas. Não reflete a opinião do Estevam, de nenhum outro colunista ou tampouco do Estevam Pelo Mundo como fonte de informação e pesquisa sobre viagens, companhias aéreas e demais assuntos da mesma natureza. Vamos deixar isso bem claro, hein!

milhas e pontos
Serviço de caviar da primeira classe da Lufthansa. Pode parecer bem mais ao seu alcance do que você imagina!
 QUEM SOU EU?

Ah! Como vocês devem ter notado sou novo na área. Estou aqui precisamente desde meados de maio. Se quer me conhecer melhor, saber quem eu sou e saber como eu vim parar aqui basta dar uma sacada no meu primeiro post, quando fui oficialmente lançado aqui no Estevam Pelo Mundo. Para isso basta clicar aqui. Igualmente, se gostou de mim ou se já quer ir conferindo algumas das minhas fotos de viagem e de algumas exaltações proporcionadas por milhas e pontos basta dar um follow lá no Instagram. Meu nome na rede é @lucasmcv 😉

Por fim, um grande abraço e até o próximo post!

 

Lucas Cabral

 

 

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularalugar um carro, garante os tickets para passeios e compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo  gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

 

Posts Relacionados