Como organizar viagem pós-pandemia?

Depois de seis meses em casa, aposto que tem um monte de gente doida pra viajar. Certo? Faz tanto tempo que muita gente nem lembra como faz para organizar uma viagem. Mas pensando que esta pandemia um dia vai passar, vamos te ensinar como organizar uma viagem pós-pandemia. Que tal?

Pega o papel e a caneta e, anota tudinho para não esquecer de nada.

Definir o objetivo

Em primeiro lugar, precisamos definir nosso objetivo. A validade é para viagem em qualquer tempo, inclusive pós-pandemia. Você tem vontade de conhecer um país novo? Ou quem sabe viajar por destinos brasileiros? Ou ainda estudar fora para fazer um intercâmbio e trabalhar?

É importante ter um objetivo em mente. Viajar é gostoso de qualquer jeito. Mas ter um objetivo fica muito mais fácil planejar e se organizar para a viagem.

Escolher o destino

Esta é a parte que eu mais gosto. Escolher o destino da próxima viagem. Eu sempre tento pensar em algum destino que eu queira muito visitar. Sempre vejo dicas e ouço a opinião de amigos que viajam. Tento reunir o máximo de informação para acertar no destino.

Aqui, na verdade, não tem regra. Ou melhor, não deveria ter. Mas em tempos de viagem em pandemia e pós-pandemia, muita coisa ainda será diferente.

Sabemos, por exemplo, que muitos países estão exigindo teste negativo de Covid-19. Outros obrigam o turista a fazer quarentena, e assim por diante. Portanto, por enquanto, o melhor é escolher destinos que sejam mais flexíveis.

Ou ainda escolher destinos que já estão abertos para os brasileiros. Hoje, a lista de países com fronteiras abertas para brasileiros já soma 35 destinos. Parece pouco, mas temos que levar em conta o momento que o mundo está.

São eles:

Albânia
Andorra
Antígua e Barbuda
Armênia
Bahamas
Barbados
Bermudas
Camboja
Croácia
Cuba
Dominica
Dubai
Egito
Equador
Haiti
Honduras
Irlanda
Jamaica
Kosovo
Líbano
Macedônia do Norte
Maldivas
México
Polinésia Francesa
Quênia
Reino Unido
República Dominicana
São Vicente e Granadinas
Santa Lúcia
Sérvia
Tanzânia
Turks & Caicos
Turquia
Ucrânia

Atenção!

Não se esqueça de verificar o que cada país exige para entrada de turistas estrangeiros. Como disse, essa exigência pode ser desde um teste de Covid-19 (muitas vezes feitos de graça nos aeroportos) até quarentena obrigatória.

Por exemplo, o Reino Unido, que exige dos turistas uma obrigatoriedade de quarentena de 14 dias. E em caso de descumprimento desta regra, o turista pode ser multado. E pagar multa em euro ninguém merece.

Fique atento às condições. Aqui no EPM, já fizemos algumas matérias sobre reabertura de fronteiras e exigências. Veja: LINK e LINK.

Planejar a viagem (e os custos)

Com o primeiro e o segundo passos definidos, é hora de planejar a viagem. Eu também adoro esta parte. É quando buscamos a fundo informações sobre o destino que escolhemos. É no planejamento que iremos descobrir um monte de coisas.

Mas é muito importante também definir o custo desta viagem. É ele que ditará o que será possível ou não fazer. Para isso, é preciso que o viajante esteja com suas obrigações em dia, contas pagas e com uma folga para não se apertar com os custos de uma viagem.

Portanto, o planejamento de uma viagem começa muito antes de escolher o destino e definir a data. Afinal, queremos nos divertir, mas não queremos ninguém passando dificuldades, certo?

Depois das finanças saudáveis e as contas em dia, é hora de planejar. Tudo começa com a escolha do período da viagem – tempo de permanência e época do ano. Depois temos que comprar as passagens, pensar onde se hospedar, o que visitar, onde comer, como se locomover, etc.

O ideal é montar um roteiro com o que fazer em cada dia da viagem. É claro que esse roteiro pode ser flexível, mas tendo um roteiro já criado, fica mais fácil de alterar e, de saber quanto irá gastar por dia.

Orçamento

É essencial ter em mente o quanto vai se gastar por dia. E se for em destinos estrangeiros, é preciso sim levar em conta a conversão da moeda. Afinal, essa história de quem converte não se diverte, só serve para quem não precisa pagar as contas no final da viagem.

Ninguém quer passar perrengue nas viagens e, nem quando voltar para casa. Por isso, no planejamento é essencial ter os gastos bem definidos. E contar sempre com gastos extras, que também deve estar dentro do planejamento.

Para trocar moeda, a dica é fazer um pouquinho a cada semana. Assim, no final do período, a média do câmbio terá compensado. Além do dinheiro em espécie, é bom levar um cartão de crédito internacional (não esqueça do IOF de 6,38%) e um cartão pré-pago (Travel Money).

Verificar documentação

Todo mundo sabe que não podemos sair de casa sem documento, certo? Em viagens é ainda mais importante, em especial para destinos internacionais. Documento com foto e passaporte são essenciais.

A validade dos documentos é essencial. Tem países que só aceitam passaporte com validade de mais de 90 dias ou ainda mais de 6 meses.

Além disso, precisamos verificar a necessidade de visto de entrada nos países. Ainda não podemos esquecer que muitos países exigem vacinação. Lembre-se de levar o Certificado Internacional de Vacinação. Já falamos sobre isso: AQUI.

Não podemos esquecer das famílias que viajam com crianças. É preciso ter documentos específicos que podem ser conferidos aqui neste LINK.

Não se esqueça também de viajar sempre com um seguro viagem. Além de proteger a sua saúde e seu bem estar, o seguro pode proteger o seu bolso!!! Muitos países, inclusive, passaram a exigir o seguro para viagem por conta da pandemia, e depois no pós-pandemia.

Atenção aos costumes de cada lugar

Cada país, cidade e região do mundo tem sua própria cultura e seus costumes. Para nós brasileiros, muitos deles são bem estranhos e difíceis de entender. Ainda assim, devemos respeitar todos.

Por isso, quando viajamos, precisamos estar atentos às diferenças culturais. Isso porque não queremos ser indelicados nem ofender ninguém. Ou pior, podemos comentar uma contravenção e nem saber, e até mesmo crime.

Por exemplo, nos Estados Unidos, é proibido beber antes dos 21 anos. Enquanto aqui no Brasil, a maioridade é de apenas 18 anos. Fiquem atentos!!

 

Enfim, espero que tenham gostado de todas essas dicas para organizar uma viagem na pós-pandemia. E que em breve, possam colocar todas elas em prática!!

 

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celularalugar um carro, garante os tickets para passeios e compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo  gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveite e se inscreva em nosso canal do Youtube e no Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas.

Posts Relacionados