O que fazer no verão da Suíça?

A Suíça é linda, né gente? Apesar do destino ser conhecido pelos seus alpes e estações de esqui, o verão na Suíça também é muito interessante. Nesse sentido, há uma infinidade de atividades para toda a família.

O verão na Suíça acontece entre os meses de julho e setembro e as temperaturas chegam a atingir 28 graus. De tal forma que o sol brilha forte e a paisagem muda completamente. Os pastos ficam verdinhos e as montanhas com neve ao fundo fazem uma bela imagem do destino.

Muita gente deve se perguntar o que tem para fazer no verão em um destino tradicionalmente conhecido pela neve? Para acabar com essa dúvida, abaixo estão algumas das atividades possíveis durante o verão e também no inverno.

Mas para quem quer ver neve mesmo no inverno, não se preocupe. Sobretudo porque os alpes estão sempre com neve e há diversas atividades além do esqui.

Então vem saber o que tem para fazer no verão da Suíça:

Berna, a capital

Berna, capital da Suíça – foto Lisia Minelli

O roteiro começa na capital. A capital suíça é Berna, que fica bem pertinho de Zurique, porta de entrada do país e aonde chega a maioria dos voos internacionais. Apesar de ser um lugar lindo, Berna é pouco conhecida pelos brasileiros.

A capital está muito bem localizada. Estrategicamente falando está a menos de uma hora de diversos atrativos e cidades. É um destino ideal para ser o ponto de partida para os passeios que podem ser feitos em sua maioria de trem – o melhor jeito de se locomover pela Suíça.

Além disso, usar a capital como ponto de partida para a viagem dá a vantagem de não precisar trocar de hotel e ficar fazendo e desfazendo malas.

DICA: Comprar o Swiss Travel Pass. Com esse passe é possível andar em todo transporte público (trem, tram, ônibus, barco, etc) e ainda entrar de graça ou com desconto em diversas atrações. Outra dica é comprar com antecedência o passe, de preferência no Brasil, assim, podendo pagar em Real e ainda dividir no cartão.

Durante o dia o turista pode visitar os destinos próximos e a noite pode aproveitar a atmosfera de Berna, bem como seus bares e restaurantes, além dos melhores pontos de compras. A cidade tem a maior rua coberta de compras do país, são 6 quilômetros de arcos sobre as lojas que protegem os turistas da chuva e do sol.

Berna é considerada uma cidade patrimônio histórico. É a única cidade suíça protegida pela UNESCO. Por ser uma cidade pouco conhecida, é pouco visitada pelos turistas, o que a torna autêntica e mais interessante. A cidade tem muitos parques e áreas verdes, além de monumentos históricos para serem visitados. Em suma, ideal para uma bela foto que será uma lembrança por muitos anos.

Lucerna

Torre da Água em Lucerna, Suíça – foto Lisia Minelli

Lucerna é uma das cidades que ficam próximas a capital, a cerca de 1h30 de distância. Lembra do trem, né? Apesar de pequena, Lucerna é uma das principais cidades da Suíça. Visitar Lucerna é como voltar a era medieval. Pequena e charmosa, a cidade tem sua paisagem destacada pelo o Rio Reuss e a antiga Ponte da Capela (Kapellbrücke) – cartão postal e ponto turístico mais famoso da cidade. Caminhar é o melhor jeito de se conhecer o destino. Isto é, dá pra fazer tudo a pé.

O centro histórico fica às margens do Rio Reuss e abriga belas fachadas, restaurantes e um centro de compras. Ainda no rio fica a Ponte da Capela e a Torre da Água, que são símbolos da cidade. A torre já serviu de prisão e fortificação de Lucerna. Aliás, parte da Muralha Musegg, construída nos anos de 1300, ainda existe e três das nove torres restantes podem ser visitadas. Uma das torres também abriga o mais antigo relógio da cidade, de 1535.

Próximo a estação de trem de Lucerna, bem central, fica a famosa sala de concerto KKL, construída pelo arquiteto parisiense Jean Nouvel. A Igreja Jesuíta de 1666, primeira igreja barroca da Suíça; e o Monumento do Leão, esculpido em um rochedo em memória aos 600 soldados mortos durante a Revolução Francesa. Em virtude de estar próxima aos alpes, a cidade é ponto de partida ideal uma aventura nas montanhas geladas em seu entorno.

Engelberg

Brincadeiras em Titlis no verão

A cidade fica a apenas 45 minutos de Lucerna e foi construída em torno do mosteiro beneditino do século XII. Além do mosteiro, que hoje abriga uma escola e uma fábrica de queijos, Engelber é um dos centros turísticos de inverno (e verão) mais movimentados da região.

A cidade é base para quem quer, por exemplo, subir o Titlis – destaque da Suíça com sua bela vista panorâmica das montanhas de neve e paisagens alpinas intocadas. Titlis é a única geleira da região com acesso turístico. Lá em cima há diversas atividades, tanto no inverno quanto no verão. Em seus diferentes níveis de altura há infraestrutura para os visitantes.

Uma das atrações é o meio de elevação da montanha, a Titlis Rotair. O teleférico gira 360 graus o que permite uma vista panorâmica. Em contrapartida, para quem gosta, há ainda trilhas com diferentes níveis de dificuldade. A uma altitude de 3020 metros é possível visitar o Lago de Trübsee.

No topo da montanha tem a Cliff Walk (ponte pênsil mais alta da Europa), o teleférico Ice Flyer, e o Glaciar Park com brincadeiras na neve. Lembrando que a descida da montanha deve acontecer por volta das 17 horas, quando a última gôndola encerra as operações do dia de Titlis.

Interlaken

Interlaken, Suíça

A cidade fica a menos de 1 hora da capital Berna e por lá também tem neve o ano todo em uma das montanhas mais famosas do país, a Jungfrau. Os Alpes Suíços Jungfrau-Aletsch são considerados Patrimônio Mundial da UNESCO.

Jungfrau é a estação mais alta da Europa e para subir nessa montanha há um trem de cremalheira que sobe de forma íngreme os 9km até o topo. Em princípio, a própria subida já é um excelente passeio por onde vemos pelas janelas túneis e espetaculares geleiras. No topo, os visitantes podem admirar a paisagem das plataformas de observação “Sphinx” e “Plateau”, na geleira de Aletsch, ou do “Palácio de Gelo”.

A cidade é bem mais conhecida pelos turistas e há diversas lojas e restaurantes espalhados. A região é bem charmosa com seus vilarejos e lagos. No verão a dica é dar uma caminhada as margens do Rio Aare e pela avenida principal Höhematte.

Festivais

No verão da Suíça o calendário de eventos é cheio. Os festivais e festas populares se espalham por diferentes lugares. Algumas dessas festas têm a ver com os costumes e a vida nos alpes, quando por exemplo, sinos e a subida do rebanho na montanha marcam o inicio do verão. E a sua descida marco o final da temporada.

Em 1° de agosto, os suíços comemoram excepcionalmente um dos poucos feriados nacionais do país. Em todos lugares há discursos e fogueiras acesas, assim como fogos de artifício para celebrar as festas.

O verão também é a época das festas de luta suíça e das festas de trajes típicos e de canto alpino. Há ainda apresentação de jogos das bandeiras – típico do folclore local. Todas essas celebrações contam com atmosfera calorosa e saborosos produtos regionais.

 

E aí, curtiu as dicas? Suíça é um excelente destino de inverno, mas também de verão, não é mesmo? Depois me conta se você gostou das dicas!!!

 

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celular, aluga um carro, garante os tickets para passeios ou compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveita e se inscreve no meu canal do Youtube e no meu Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas!

Posts Relacionados