O que fazer no verão em São Paulo?

Parque Ibirapuera – Imagem:saopaulo.sp.gov.br

O verão já chegou e para quem pensa que São Paulo não é um bom lugar para curtir as altas temperaturas, está muito enganado! A cidade tem muitas opções para se refrescar. Vale lembrar que apesar de não tem praia, o verão em São Paulo pode ser muito divertido. Separamos diversas dicas do que fazer no verão em São Paulo.

Piscinas públicas, parques, praias artificiais, e porque não shoppings e cinemas – com aquele ar condicionado bem geladinho – são algumas das atividades para se fazer nesse calorzão da capital paulista.

PARQUE IBIRAPUERA

O Parque Ibirapuera é um dos mais famosos e movimentados de São Paulo. Sobretudo, o parque é uma das mais importantes áreas verdes, de cultura e lazer da cidade. Além disso, é um referencial de visitação turística. Dessa maneira há uma diversidade de atividades, como trilhas, passeios de bike, o Planetário, o Museu de Arte Moderna (MAM), a Bienal, e muitas outras atrações.

REPRESA GUARAPIRANGA E PARQUE ECOLÓGICO DO GUARAPIRANGA

A Represa de Guarapiranga é um reservatório para o abastecimento de água potável situado na divisa entre os municípios de São Paulo, Itapecerica da Serra e Embu-Guaçu. O parque é voltado para a prática de esportes, lazer e contemplação, com uma área destinada a banhistas. Antes de mais nada o local é conhecido pelos amantes do futebol e esportes aquáticos.

A represa Guarapiranga tem 18 praias regulamentadas pela Prefeitura de São Paulo. A Praia do Sol, conhecida como prainha, é a mais conhecida e exclusiva para banhistas. Existem outras onde é possível a prática de esportes aquáticos.

Parque Guarapiranga – Imagem:saopaulo.sp.gov.br

SESC

Em São Paulo são 23 unidades do SESC com ambientes destinados a cultura, esporte, saúde, alimentação e muitos outros. A programação de cada unidade é intensa e oferece diversas opções de shows e cursos. Vale a pena conferir a programação porque tem muita coisa gratuita e para todos os gostos.

PARQUE ESTADUAL DO JARAGUÁ

O Parque Estadual do Jaraguá abriga uma parte remanescente da Mata Atlântica da região metropolitana de São Paulo. Por lá fica o icônico morro do Jaraguá, onde está localizado o Pico do Jaraguá, o ponto mais alto da cidade com 1.135 metros de altitude. De lá de cima a vista é panorâmica da maior parte da cidade.

Além disso, o parque conta com 492 hectares de áreas de conservação. Por fim, o local oferece estrutura para esporte, área para piqueniques e trilhas.

Parque Estadual do Jaraguá – Imagem:saopaulo.sp.gov.br

PARQUE ECOLÓGICO TIETÊ

O Parque Ecológico do Tietê tem mais de 14 milhões de metros quadrados e fica na Zona Leste de São Paulo. Além de preservar fauna e flora da várzea do rio Tietê, o parque proporciona uma série de atividades culturais, educacionais, recreativas, esportivas e de lazer. Alugar pedalinho é uma das atividades mais famosas.

Entre as principais atrações estão o Centro de Educação Ambiental, Centro Cultural, Museu do Tietê, biblioteca e Centro de Recepção de Animais Silvestres.

JARDIM BOTÂNICO

O Jardim Botânico conta com 143 hectares e várias espécies vegetais. Sua biblioteca conta com mais de 6 mil livros e o Museu Botânico possui amostras de plantas da flora brasileira, além de uma coleção de produtos extraídos de plantas e representações de ecossistemas de todo o Estado de São Paulo.

Além disso, há duas estufas que abrigam plantas típicas da Mata Atlântica e exposições temporárias, o Jardim de Lineu, o portão histórico de 1894, e o marco das nascentes do riacho Ipiranga. Pelo site dá pra fazer um tour virtual.

Jardim Botânico de São Paulo – Imagem:saopaulo.sp.gov.br

PISCINAS PÚBLICAS

Eu não tinha ideia, mas há em São Paulo diversas opções gratuitas de piscinas públicas espalhadas em vários bairros da cidade. É provável que você também não saiba disso. Mas dá pra curtir esse verão sem pagar nada para usar.

Dos Centros Esportivos Municipais, 28 possuem piscinas de todos os tamanhos e profundidades. Todas contam com a supervisão de salva-vidas capacitados para garantir a segurança da população. Os CEUs – Centros Educacionais Unificados da cidade de São Paulo – são também opções para acessar as piscinas de forma gratuita. Veja AQUI e AQUI a lista completa dos locais.

PARQUE DA CANTAREIRA

E por fim, quem disse que não teria cachoeira nessa lista de dicas? Pois bem, o Parque da Cantareira possui uma das maiores áreas de mata tropical nativa do mundo situada em uma região metropolitana. Seus 7.900 hectares são formados por remanescentes de Mata Atlântica, e a proteção de seus mananciais abriga espécies animais e de vegetação ameaçadas de extinção.

A Trilha da Cachoeira possui três atrações em seus três quilômetros de extensão: a Cachoeira do Tombo, a Cachoeira do Engordador e a Cachoeira do Véu. Localizada no Núcleo Engordador do Parque, a trilha tem um trajeto considerado fácil e não é preciso ter a companhia de um guia turístico para realizá-la.

 

Aproveita e se inscreve no meu canal do Youtube e no meu Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas.

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celular, alugar um carro, garante os tickets para passeios e compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará me ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Posts Relacionados