O que fazer em São Paulo sozinho?

Quer fazer um programinha em São Paulo, mas faltou companhia? Isso não é desculpa! Dar um rolê em São Paulo sozinho é tão divertido quanto acompanhado. Além disso, é bem provável que você encontre muitas pessoas na mesma situação. Certamente será uma excelente oportunidade de conhecer gente nova e fazer amizade.

Então vem comigo que eu tenho muitas dicas boas para curtir São Paulo sozinho.

MIRANTE 9 DE JULHO

Mirante 9 de Julho – Imagem: Facebook Mirante 9 de Julho

Se você gosta de arte, música e muita cultura, o Mirante 9 de Julho é uma ótima dica de passeios. O local estava abandonado e esquecido, mas por ser histórico ele foi todinho reformado para abrigar espaço cultural, cafeteria e restaurante. Por lá tem sempre uma programação diferente e o local já se tornou um queridinho dos amantes de cultura.

ESPAÇO ITAÚ CULTURAL

Espaço Olavo Setubal, no Itaú Cultural – Imagem: itaucultural

O Itaú Cultural fica num prédio na Avenida Paulista e foi inaugurado em 1987. Pensado para democratizar o acesso à arte e a cultura, o local abriga vários eventos, como exposições, peças de teatro, shows, oficinas, cursos e palestras. Além de um acervo fixo e uma programação diferente a cada mês. Vale conferir antes de ir.

CASA NATURA MUSICAL

A Casa Natura Musical foi inaugurada em 2017 e já realizou mais de 200 shows. O projeto surgiu depois do Natura Musical, que desde 2005 valoriza a música brasileira. O espaço fica em Pinheiros e reúne os apreciadores de música brasileira. Com capacidade para até 710 pessoas, o espaço proporciona infinitas possibilidades de se assistir a um show ou a um evento com muito conforto. Além disso, tem ainda comes e bebes. Dá pra conferir a agenda aqui.

PAVILHÃO JAPONÊS DO IBIRAPUERA

São Paulo é uma cidade multicultural, e recebe a maior colônia de japoneses fora do Japão. Logo, essa cultura é muito conhecida por aqui. Mas você sabia que no Parque do Ibirapuera tem um espaço todo dedicado a ela? O Pavilhão Japonês, construção inspirada no Palácio Katsura, em Quioto, está localizado em uma extremidade do Lago das Garças e é um símbolo da amizade e intercâmbio entre os povos do Brasil e do Japão. O cenário é formado por um jardim repleto de árvores japonesas, além de um lago com carpas coloridas. E tem ainda o Memorial aos Imigrantes Japoneses bem do lado.

TERRAÇO ITÁLIA

Terraço Itália tem uma ótima vista lá de cima

O Edifício Itália é um dos ícones de São Paulo, e em seus últimos andares fica um dos restaurantes mais renomados da cidade: o Terraço Itália. Mas para quem não quer ir ao local para comer, a boa notícia é que dá pra subir e só curtir a vista privilegiada. O mirante que fica no 41º andar é aberto ao público. Porém, é preciso pagar aproximadamente R$ 30 para a visita. Contudo, a vista vale muito a pena!

SESC PAULISTA

O Sesc Paulista conta com 17 andares e 2 subsolos que totalizam 12 mil metros quadrados de atividades dedicadas ao convívio e à troca de experiências. Além disso, o último andar tem um mirante com uma vista imperdível. O Sesc fica na Avenida Paulista 119, bem ao lado do Itaú Cultural. Portanto, um passeio ideal para unir dois programas em um.

CASA DAS ROSAS

Casa das Rosas – Imagem: Facebook Casa das Rosas

Também na Avenida Paulista fica a Casa das Rosas, um espaço dedicado às mais diversas manifestações culturais, com ênfase em poesia e literatura. A mansão foi construída em 1935 em estilo clássico francês e seus jardins são cheios de rosas coloridas. O passeio é ideal para quem gosta de lugares diferentes em São Paulo. A Casa das Rosas oferece ainda cursos, oficinas de criação e crítica literárias, palestras, ciclos de debates, lançamentos de livros, apresentações literárias e musicais, saraus, peças de teatro, exposições ligadas à literatura, etc.

FAROL SANTANDER

Farol Santander – Imagem: Alexandre Carvalho/A2img

Localizado no centro de São Paulo, ao lado do Mosteiro de São Bento, o Farol Santander conta com um grande acervo e atrações fixas além de obras em exibição por tempo limitado. O espaço abriga diversas atrações distribuídas por 18 dos 35 andares do Altino Arantes. Dentre as novidades, destaque para a pista de skate, os espaços para exposições e o famoso mirante.

BIBLIOTECA DO PARQUE VILLA LOBOS

Esse é outro programa dois em um. A Biblioteca Parque Villa-Lobos (BVL), que fica dentro do parque de mesmo nome – então por isso programam duplo, além de oferecer livros para empréstimos e ambientes para estudo, também conta programação cultural diversificada para todos os públicos.

CINE MARABÁ

Que tal assistir um filme em um cinema de rua? Este é inegavelmente um programa excelente para fazer sozinho em São Paulo. O Cine Marabá foi inaugurado em 1944 e está localizado na região central da cidade, entre as avenidas Ipiranga e São João. O cinema hoje tem o nome de PlayArte Multiplex Marabá, contudo conserva até hoje a arquitetura e o glamour das salas de cinema da década de 40. Confira os filmes em cartaz antes da visita.

LIVRARIA CULTURA CONJUNTO NACIONAL

A Livraria Cultura do Conjunto Nacional impressiona pelo seu tamanho e por conta do seu acervo de mais de dois milhões de títulos. São 4300 metros distribuídos em três pisos com muitos livros, CDs e DVDs para todos os gostos. O local é ideal para encontrar uma boa leitura. Dá pra passar horas folheando as novidades nos aconchegantes pufes espalhados pela loja.

MUSEU DA IMIGRAÇÃO

Museu da Imigração – Imagem: museudaimigracao

O Museu da Imigração do Estado de São Paulo herda do Memorial do Imigrante toda a história de preservação da memória das pessoas que chegaram ao Brasil por meio da Hospedaria de Imigrantes, e o relacionamento construído, ao longo dos anos, com as diversas comunidades representativas da cidade e do Estado. O espaço conta com exposições de longa duração e temporárias, além de um bonito jardim, lanchonete e espaços interativos. Em resumo, vale uma visita! E quem sabe você não descobre algo novo sobre sua família?

PARQUE TRIANON

Este parque tem mais de 100 anos e por estar localizado bem no coração de São Paulo é muito visitado. São 48 mil metros quadrados de luz, sombra, plantas raras e animais silvestres. O parque é um resquício remanescente da Mata Atlântica original. Destaque também para playgrounds e Trilha do Fauno, além de reunir em seus caminhos inúmeras atrações culturais e obras de arte assinadas por artistas famosos, como Victor Brecheret.

CENTRO CULTURAL VERGUEIRO (CCSP)

Concebido com o primeiro centro cultural multidisciplinar do país, o CCSP tem espaços de naturezas muito diversas, destinados a usos complementares e amplos, ocupando sua extensa área de mais de 46 mil metros quadrados e quatro pisos. Têm bibliotecas, espaços expositivos, cursos, teatros e cinema e shows. Na parte de baixo, estão os cafés, lanchonetes, lojas e espaço para música, e na cobertura tem um belo jardim. Sem dúvida ver o pôr do sol no final da tarde é um programa imperdível!

É provável que você tenha se inspirado com alguma dessas dicas. Por certo já está planejando o que fazer sozinho em São Paulo!

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celular, alugar um carro, garante os tickets para passeios e compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará me ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveita e se inscreve no meu canal do Youtube e no meu Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas.

Posts Relacionados