SALAR DE UYUNI: COMO IR, QUANDO IR E O QUE FAZER?

Essa semana realizei uma das viagens mais incríveis de toda minha vida: fui até o Salar de Uyuni, na Bolívia.

Salar de Uyuni

Foram 4 dias e 3 noites explorando o nordeste do Chile e sul da Bolívia. Uma expedição que eu sempre sonhei em fazer, mas demorei muito, pois não queria ir sozinho e ouvia muitas histórias de viajantes que passaram inúmeros perrengues na Bolívia por irem por conta própria ao Salar de Uyuni.

Salar de Uyuni, parte alagada

Antes de ir ao Salar de Uyuni, pesquisei algumas empresas e lembrei da empresa que me levou ao Atacama no ano passado, a Flavia Bia Expediciones (onde leitor do blog tem 10% de desconto nos passeios do Atacam e agora de Uyuni também).

Vista da fronteira entre Bolívia e Chile

Entrei em contato com a empresa e eles me disseram que em dois dias, haveria uma expedição saindo de San Pedro de Atacama rumo ao Salar de Uyuni. Para minha sorte, consegui achar um voo que se encaixava exatamente nas datas da viagem e parti para o Chile! Finalmente eu conheceria meu destino dos sonhos!

O QUE É O SALAR DE UYUNI?

Primeiro, bora entender melhor sobre como surgiu o maior deserto de sal do mundo antes de falarmos sobre como chegar, o que fazer ou quando ir.

Salar de Uyuni

O Salar de Uyuni tem 12 mil quilômetros quadrados, fica a 3.650 metros de altitude e passou por muitas transformações nos últimos milênios.

Salar de Uyuni, parte seca

Onde hoje vemos um sólido piso branco, antigamente era um lago recheado de sal. Com o tempo, a água evaporou e sobrou apenas o sal, que todos os anos cria novas camadas e aumenta a superfície do deserto de tamanho. É tanto sal que logo dá para ver o Salar se Uyuni do espaço!

É tanto sal que até mesmo casas e hotéis são feitos à base dele.

Salar de Uyuni

 

COMO CHEGAR NO SALAR DE UYUNI?

A primeira coisa que você precisa saber é que o Salar de Uyuni não é para amadores e muitas pessoas que vão sozinhas se perdem e até morrem por lá. Portanto, é importante se organizar bem antes de viajar para o Salar.

Uyuni não é apenas um destino, mas sim uma viagem completa.

Durante o trajeto até o Salar, você passa por lugares lindos, como a Laguna Blanca, Laguna Verde e até mesmo por vilarejos que retratam bem a vida dos bolivianos nos Andes.

Laguna Verde
Laguna Blanca
Vilarejo
Mercado
Cemitério de trens
Quarto do Hotel a caminho do Salar
Sala do Hotel a caminho do Salar
Hotel a caminho do Salar

Mas claro que o grande objetivo da viagem é ver o maior deserto de sal do mundo.

Para chegar ao Salar de Uyuni você tem três maneiras:

A primeira é sair de San Pedro do Atacama no Chile, rumo a Bolívia.

A segunda é sair de La Paz rumo a cidade de Uyuni e terminar no Atacama.

E o terceiro jeito – porém mais sem graça- é voar até o pequeno aeroporto da cidade de Uyuni e de lá ir ao Salar (cerca de 30 minutos dirigindo) e voltar de avião, mas não recomendo.

O que eu escolhi?

Eu decidi pelo caminho de número 1, onde saí da cidade de San Pedro do Atacama com uma expedição contratada na cidade.

Peguei um voo de São Paulo até Santiago, de Santiago até Calama e de Calama peguei um transfer até a cidade de San Pedro do Atacama.

Saímos às 7 horas da manhã pontualmente de San Pedro do Atacama em um carro da Flavia Bia Expediciones rumo a fronteira com a Bolívia.

Na fronteira, a Flávia Bia montou um café da manhã incrível para nós e começamos com o pé direito nossa viagem!

Chegando na Bolívia, um motorista da mesma empresa, porém boliviano, nos esperava do outro lado. Descobri que o governo boliviano não permite que guias chilenos operem no país. Achei isso algo incrível, pois conhecer um país com locais é uma das melhores maneiras de aprender muito!

O QUE FAZER NO SALAR DE UYUNI?

Como falei, viajantes, o Salar de Uyuni é o destino final, mas não é tudo que a viagem oferece.

São 4 dias de viagem e metade do tempo não ficamos no salar, mas sim aproveitando todas as belezas e lugares únicos que vemos pelo caminho.

Foram mais de 20 paradas até chegar em Uyuni. De lagoas com flamingos até vulcões cobertos de neve.

Museu/Hotel desativado de Sal
Detalhes do Museu/Hotel desativado de Sal
Museu/Hotel desativado de Sal
Lado de fora do Museu/Hotel desativado de Sal
Panorâmica do Museu/Hotel desativado de Sal
Vulcão Licancabur
Lagoa com Flamingos
Laguna Colorada
Parada para o almoço
Isla Incahuasi

Neste post aqui escrevi meu roteiro completo de 4 dias no Salar de Uyuni e deixei também a opção de você fazer este roteiro em 3 ou até mesmo 2 dias (mas não recomendo).

QUANDO IR AO SALAR DE UYUNI?

Existem duas épocas:

A estação chuvosa que vai de novembro a março e a estação seca que vai de maio a outubro.

Aí você me pergunta: “Estevam, qual época você recomenda?” E eu te respondo: “abeim”.

Mês ideal

Acho que abril é o mês ideal, pois você consegue ver o salar com partes secas e alagadas.

Eu fui na primeira semana de maio e foi simplesmente perfeito.

Salar de Uyuni, parte alagada
Pausa para o jantar

O reflexo do céu nas águas do Salar é algo único. Eu já viajei muito, mas confesso ter ficado impactado com aquele pôr do sol.

Pausa para o jantar

O legal de ir em abril ou maio é também a facilidade em se locomover pelo Salar.

Em alguns meses como dezembro é tanta chuva, que fica impossível dirigir pelo Salar.

Mês ideal para quem curte frio

Agora, se gostar de frio e neve, sugiro o mês de julho. É realmente muito frio. Os dias são mais curtos, porém é um cenário diferente dos Andes.

De qualquer forma, não importa quando. O mais importe é que você não deixe de visitar esse paraíso na Bolívia.

Restaurante Hotel no Salar
Sala de jogos Hotel no Salar
Sala de estar Hotel no Salar
Quarto Hotel no Salar
Hotel no Salar
Chef do Hotel no Salar

Consegui um desconto de 10% para meus leitores do blog que viajarem com a Flávia Bia, tanto ao Atacama quanto ao Uyuni. Portanto, não perca tempo, preencha o formulário abaixo e receba sua cotação!

Vou deixar aqui também posts sobre:

COMO SE PREPARAR PARA UMA VIAGEM AO SALAR DE UYUNI.

MEU ROTEIRO DE 4 DIAS NO SALAR DE UYUNI.

Aproveita e me segue no Instagram pra não perder nenhuma dica de viagem!

No Youtube você assiste ao vídeo de minha viagem ao Chile e Bolívia.

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celular, alugar um carro, garante os tickets para passeios e compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará me ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo  gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Deixe o seu comentário

Posts Relacionados