O TEMPLO DO BUDA GIGANTE EM NARA NO JAPÃO

Como havia falado a vocês, viajantes, durante as minhas 3 semanas no Japão, fiz questão de visitar a cidade de Nara. Eu sabia que Nara era conhecida pelos veados e pelo Buda gigante no tempo Todai-Ji, mas não imaginava que iria gostar tanto de lá!

Apesar de pequena, Nara já foi capital do Japão no século VIII e é perfeita pra fazer bate e volta se estiver em Kyoto ou Osaka (menos de uma hora de trem). Sabendo disso, decidi seguir em Osaka – como minha cidade base – e fazer o trajeto de trem.

VEJA AS OFERTAS E COMPRE SUAS PASSAGENS AÉREAS AQUI

 

COMO IR ATÉ NARA NO JAPÃO:

Eu havia comprado o JR PASS, então, podia pegar quantos trens eu quisesse durante 21 dias (validade do passe). Peguei o trem até a estação central de Nara, saindo de Osaka. Saindo do trem, você pode procurar o centro de informações turísticas de Nara que fica ao lado da estação. Havia uma japonesa que falava inglês (coisa rara no Japão) e pegamos um mapa da cidade com ela. Dá pra fazer tudo andando em Nara, mas vou contar mais pra frente que tivemos que tomar um taxi porque nos perdemos! hahaha. Acontece, né?

Hoje, a cidade de Nara é mais parada e meio bucólica do que na época em que foi capital japonesa, por isso uma tarde ou um dia todo é suficiente por lá.

VIAJE TRANQUILO! CONTRATE SEU SEGURO VIAGEM AQUI!

Antes de ir pra Nara, reservei uma experiência INCRÍVEL – acho que das mais legais que tive no Japão. Decidi fazer uma aula de sushi com um Sushiman de verdade! Vesti até kimono! Foi muito legal. A aula de Sushi durou cerca de 2 horas e os japoneses, super receptivos, nos ensinaram com muita paciência e diversão sua arte milenar de montar Sushis. Você pode ver aqui um vídeo completo onde conto essa experiência – vale a pena assistir. E se tiver interesse, ao final deste post, vou deixar um formulário onde você pode reservar com desconto especial sua aula de Sushi ou outras experiências pelo Japão (ingressos de parques, trem bala, etc).

Após a aula de Sushi, tomamos um taxi. SIM! Isso mesmo que você leu: TAXI. Tomar taxi no Japão é algo para poucos, pois ele custa muito. Porém, como era um trajeto curto e estávamos com pouco tempo, valeu muito a pena ter gasto aqueles Ienes na corrida. Uma coisa interessante que poucas pessoas sabem é que a porta do taxi no Japão é automática. Ela vai abrir sozinha, por isso, não se assuste como eu me assustei. hehehe

COMPRE AQUI SEU CHIP COM 4G NO MUNDO TODO COM 10% DE DESCONTO

 

PARQUE NARA/ NARA COEN:

Foi nossa primeira parada. Aqui é onde achamos os famosos cervos (Shika), tão mansinhossss, que podemos até dar comida.
Segundo o Xintoísmo, cervos são mensageiros dos deuses. Eles vivem livres pelos parques e são super bem tratados pelos turistas que passam por lá.

Outra dica é visitar o museu nacional de Nara que é gratuito, mas não fui por falta de tempo.
Se tiver a chance, vá na primavera, pois dizem ser a época mais linda do ano, quando as cerejeiras florescem e deixam tudo lindo.

GARANTA SEUS INGRESSOS PARA PASSEIOS E ATRAÇÕES AQUI

 

TEMPLO KOFUKU-JI:

Um templo imenso! Ele pegou fogo 5 vezes, e tem uma pagode de 5 andares que é a segunda maior do Japão. O templo realmente impressiona e é um símbolo da cidade. O complexo chegou a ter 150 prédios, mas hoje restam poucos. Pra curtir o jardim é grátis, mas a entrada custa 800 Ienes.

 

TODAI-JI:

Feito em 752. Esse templo é o mais famoso e mais importante. O Todai-Ji abriga a estátua do Buda de 16 metros, feita em bronze e chamada de Daibutsu em japonês (Grande Buda de Nara). Pra você ter ideia do quão imenso esse Buda é, cada olho dele mede 1 metro de diâmetro. UM METRO!!! Ele fica sentado em uma flor de lótus, símbolo que representa a pureza espiritual e, com certeza, é o lugar mais visitado em Nara. O salão onde está a estátua do Buda foi feito entre 1688 e 1709 e é o maior prédio de madeira do mundo.

Obs: Fique atento ao horário de abertura e fechamento dos templos.

DICA: Após fazer tudo isso, se sobrar um tempinho – e estiver um tempo legal – recomendo alugar uma bike pra percorrer os parques e templos, pois tem muitos outros.

Nara é, sem dúvidas, uma cidade que quero voltar um dia. Faltou ver também o Kasuga Taisha, o templo das lanternas de bronze.  Se estiver pensando em ir ao Japão, não esquece de ler os outros posts sobre o país aqui no blog. Tem uma série completa com posts de Tóquio, Osaka, Kyoto e ainda um formulário ao final de cada um deles que oferece um desconto para seguidor aqui do blog! Obrigado, de nada!

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celular, alugar um carro, garante os tickets para passeios e compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará me ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo  gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveita e se inscreve no meu canal do Youtube e no meu Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas.

Faça aqui a cotação com a HIS Turismo e garanta nosso desconto especial!

Número de pessoas:

Data:

Deixe o seu comentário

Posts Relacionados