AS PIRÂMIDES DO EGITO E A CIDADE DO CAIRO

Viajantes, acabei de voltar do Egito, após 15 dias no País! Sim, eu visitei as Pirâmides do Egito no Cairo e ainda passei por Sakkara, Hurghada, Memphis, Luxor e Aswan.

O Cairo é uma das maiores cidades do mundo e guarda a única maravilha do mundo antigo que ainda está de pé: A Grande Pirâmide de Gyza. Hoje vou falar sobre minha experiência com elas e algumas curiosidades do Egito.

Bom, uma coisa que pouca gente sabe é que as pirâmides do Egito não ficam no Cairo (pois é, eu também fiz essa cara quando me contaram). Na verdade, as pirâmides ficam em Giza (ou Gizeh) que é uma cidade na zona metropolitana do Cairo, algo como Guarulhos ou Osasco está para São Paulo.

Eu adoro pesquisar e montar minhas viagens sozinho, contratando guias apenas em momentos pontuais, mas senti que no Egito seria diferente e, por isso, decidi fechar com uma agência especializada em Egito para brasileiros chamada Maktub Travel. Neste caso, fiz algo que há muito tempo não fazia, onde viajava com TUDO reservado e preparado, junto a um guia egípcio que fala português. Se gostei? ADOREI! E em um destino como o Egito, não poderia ter feito de outra forma.

COMO CONSTRUÍRAM AS PIRÂMIDES DO EGITO?

A Pirâmide de Gyza chegou a 137 metros de altura e é formada por 2 milhões e 300 mil blocos de 2 a 15 toneladas de pedra calcária. Esses blocos eram cortados em pedreiras e trazidos através do Rio Nilo para a região do Cairo. Apesar de você achar que elas são amarelas, na verdade, eram branquinhas, mas com o tempo essas pedras calcárias foram se desgastando e ficou como vemos hoje.

Algo que adorei, foi imaginar as pirâmides inteiras, lisas e brancas, como eram há mais de 4 mil anos atrás.

PODE ENTRAR NAS PIRÂMIDES DO EGITO?

Sim! Pra entrar nas pirâmides basta comprar o ingresso na entrada do parque que custa 300 libras egípcias para a maior de todas e 100 libras para a mediana. Eu entrei e super vale a pena para você ter um ideia de como era por dentro. Afinal, a principal função de uma pirâmide estava em seu interior, onde abrigaria a tumba do Faraó.

Quando entrei, fiquei imaginando as coisas acontecendo naquela época. Em alguma pirâmides – e principalmente no Vale dos Reis – é possível ver pinturas e escritas coloridas nas pareces. Na verdades todas as escritas eram coloridas, mas poucas estão super bem conservadas.

MAS QUEM CONSTRUIU AS PIRÂMIDES DO EGITO?

Claramente os alienígenas! hahaha brincadeirinha! Sabemos que não foi nada fácil, mas os Egípcios eram esforçados e cheios de conhecimentos de engenharia. As pedras vinham da cidade de Aswan e eram cortadas e lixadas milimetricamente, pois – acredite – nenhum rejunte era utilizado, apenas as pedras. Os egípcios precisavam fazer um encaixe perfeito a ponto de nada se romper. E surpreendentemente conseguiram!

Muitos dizem que foram os escravos quem fizeram as pirâmides do Egito, mas os Egípcios juram que eram engenheiros, artesãos e camponeses que foram muito bem pagos. Como tudo no Egito se dá em função do Rio Nilo, tinham que alinhar as altas e baixas do rio com as obras e podiam trabalhar apenas 3 meses no ano. Por isso que muitos camponeses aproveitavam para fazer um din din extra! Levou 20 anos e foram 6 mil homens para apenas uma pirâmide. Bom, se eram escravos ou não, a verdade acho que nunca saberemos, mas minha única certeza é que foram humanos bem evoluídos e que fizeram um ótimo trabalho!

MUSEU DO CAIRO E DO EGITO:

O Museu do Egito é parada obrigatória com um guia. Não vá sozinho pois você irá se perder e não saberá o que deve ver e fazer por lá (a não que seja mestre em egiptologia e não tenha me contado! heheh

Eu visitei o museu com um guia que falava português chamado Abdalla e super recomendo. Ele trabalha para a empresa Maktub Travel (com quem fechei toda a minha viagem para lá).


Inaugurado em 1902, o Museu do Egito foi o primeiro museu do mundo feito para ser um museu, e não estabelecido em antigos palácios, castelos ou casarões (como o Louvre em Paris). Apesar de terem milhares de itens expostos, muitos outros estão guardados, pois é impossível exibir tudo.
Uma coisa que fascina muita gente é o famoso Tutancamon. O faraó Tutancamon tem grande parte de seu tesouro, encontrado no Vale dos Reais, abrigado no Museu do Cairo. Eu vi tudo com meus próprios olhos e me senti dentro do filme “O Retorno da Múmia” quando descobri todas as riquezas e histórias desses faraós e múmias.

Mas ainda sobre Tutancamon, apesar de ser o mais famoso, Tutancamon nunca foi um faraó importante. Na verdade, ele mal governou, pois morreu aos 18 anos. “Estevam, mas o que fez este rapaz a celebridade faraônica?” Tutancamon virou fenômeno de audiência e o queridinho do planeta por ter sido o único túmulo intacto encontrado no Egito em 1922. Todos os outros túmulos haviam sido saqueados.

Após mumificados e sepultados com todo seu tesouro, os faraós eram alvos de assaltos e bandidos. Todas as dezenas de tumbas encontradas no Vale dos Reis em Luxos foram saqueadas. Apenas o sarcófago de Tutancamon estava com seu tesouro dentro.

DO QUE VIVEM OS EGÍPCIOS?

Enquanto estive na cidade do Cairo com meu guia da Maktub Travel, aproveitei para tirar várias dúvidas. Descobri que a principal economia do Egito é o turismo, seguido pelo canal de Suez (inaugurado em 1869). 70 navios passam todos os dias pelo canal de Suez, ligando o mar vermelho ao mediterrâneo. São 150km de extensão separando a Ásia e África e se não fosse esse canal a vida seria muito mais difícil por lá.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre o antigo Egito e Cairo, viajante? Em breve postarei meu roteiro de viagem no Egito, hotéis para se hospedar no Cairo e outras cidades. Mas aproveite para seguir no Instagram e ver os 11 videos da série do Egito no canal Estevam Pelo Mundo para mais dicas sobre o Egito e outros países do mundo!

Faça aqui a cotação com a Maktub Travel e garanta nosso desconto especial!

Número de pessoas:

Data:

Deixe o seu comentário

Posts Relacionados