MEU ROTEIRO NO DESERTO DO ATACAMA – 6 DIAS

O deserto do Atacama tem 105 mil km quadrados e é onde ficam 5 dos 15 estados chilenos. Ele não se parece com nada que já vi e, tirando a Islândia, é o único lugar em que me senti fora do planeta Terra.

Fiz uma viagem com um grupo de seguidores do Instagram e do Youtube e foi uma experiência incrível, por isso vou compartilhar com vocês meu roteiro no Atacama de 6 dias.

COMO CHEGAR AO ATACAMA:
A primeira coisa que descobri é que o Atacama não é uma cidade, pois a real “base” onde os viajantes ficam, é a cidade de San Pedro de Atacama.
Pra chegar lá, peguei um voo de São Paulo (aeroporto de Guarulhos) e fui até a cidade de Santiago do Chile.
Passei pela imigração e peguei minha mala ainda em Santiago (mesmo não sendo o destino final) e despachei.
O próximo voo era para a cidade de Calama, onde, ao chegar, pegaria um transfer de mais uma hora e quinze até meu hotel Puritama em San Pedro do Atacama.
Pois é, nada simples, mas quem sabe em breve não fazem um voo direto de São Paulo a Calama?

ROTEIRO DE 6 DIAS NO ATACAMA:
DIA 1:
Chegando na cidade de San Pedro do Atacama, já senti um pouco da altitude, mas nada que me atrapalhasse. Fiz o check in no Hotel Puritama e me ofereceram algumas folhas de coca (que tem um gosto horrível, diga-se de passagem! Hehehe).
Deixei as malas no quarto e fui correndo para a agência Flavia Bia Expediciones para um coquetel de boas vindas!

Haviam preparado uma mesa incrível com muito vinho e sucos para a nossa chegada! Conheci os outro seguidores do Insta e Youtube que estariam comigo na viagem e fui dormir.

DIA 2:
Acordamos prontos para o primeiro passeios, as Lagoas Escondidas de Baltinac. São sete lagoas de uma cor azul inacreditável. Infelizmente, apenas 2 são abertas para banho, mas a água é tão salgada que você não vai querer ficar muito tempo lá dentro. Acredite em mim!

Tomamos um café da manhã digno de cinema e aprendemos um pouco sobre a história do deserto do Atacama.
Existem partes do deserto onde não chove há séculos! Porém, em San Pedro do Atacama, costuma chover de 45 a 50 milímetros por ano! Pouco, né?

O guia que a Flavia Bia Expediciones disponibilizou pra gente era realmente um gênio. Seu nome era Ramon, e sabia tudo sobre o Atacama, biomas, geologia, história chilena e muito mais! Falou até mesmo sobre a Guerra do Pacífico, onde o Chile venceu a Bolívia (de 1879 a 1883) e pegou grande parte das terras pra ele (a Bolívia ficou quase que sem mar!).
Valor para entrar no Parque das Lagoas Escondidas de Baltinac: 5000 pesos chilenos.

Após isso, ainda tivemos a chance de conhecer a cultura do povo andino. A Sandra, uma nativa, nos contou sobre a história de seu povo e pudemos entender a importância das lhamas na vida da comunidade andina desde séculos atrás.

Como era uma sexta-feira, decidimos ir para um bar restaurante chamado Lola. Ele fica na rua Caracoles e nos divertimos muito!!! Essa rua Caracoles é a principal (diga-se única) rua para sair a noite e fazer compras em San Pedro do Atacama.

DIA 3:
Tivemos a manhã livre. Afinal, a noite foi longa! Heheheh
Saímos às 14:30 para conhecer o Valle de la Luna. Como o próprio nome diz, parece que você está caminhando sobre a lua, de tão lindo que é.
O trekking é muuuito tranquilo! Muito mesmo! Fui de tênis de academia e bermuda, sabe? Nada de bastões ou botas caras pra este passeio.

A nossa agência ofereceu um kit com gatorade, chocolates, mix de nuts, biscoitos e água para passarmos a caminhada muito tranquilos.
Lembre-se sempre de levar seu lixo com você! Parece bobagem, mas muitas pessoas deixam garrafas e papéis pelo caminho, o que não é legal pra ninguém! 🙂

Finalizamos o dia assistindo a um por do sol lindo comendo e bebendo vinho!
Ps: atenção com o vento! Mesmo sendo verão, venta MUITO no Atacama (muito MESMO). Por isso, eu sempre tinha um casaco corta vento a tira colo.
Valor para entrar no Valle de La Luna: 3.000 pesos chilenos.

DIA 4:
Os Geysers do Atacama farão você acordar muito cedo. Mas juro que vale a pena! Acordei as 4 da manhã e saímos às 5 em ponto. Fazia frio, muito frio. Vimos o sol nascendo na estrada e ao chegarmos lá, um lindo fenômeno acontecia: os Geysers!

Os Geysers existem apenas em regiões com vulcões ativos, pois precisam de magma incandescente. A fumaça é linda e ver a água jorrando também! Mas não se engane: o jato de água não atinge altos metros de altura. Na verdade, a maioria atinge uns 40 ou 50 centímetros. Mas mesmo assim, mantenha distância, pois pessoas já morreram ao tentar tocar os geysers.

Logos depois, a Flavia Bia Expediciones (agência pela qual fiquei apaixonado), montou um lindo café da manhã pro nosso grupo e pudemos nadar em uma pequena lago com a água a 28 graus (enquanto lá fora fazia -10)!

“Estevam, mas por que acordar tão cedo pra ver esse tal de Geyser?”
Acontece que quanto mais frio, mais visível é a fumaça gerada pelos jatos de água e mais lindo fica.

Após as 9 hora da manhã, já começa a esquentar bem. Por isso, toda a fumaça vai diminuindo, então acorde cedo, seu preguiçoso! 😜

Às 10 da manhã, saímos para ver algumas lagoas e um povoado de apenas 8 (sim! OITO pessoas) onde existe um famoso espetinho de carne de lhama. Não consegui comer a carne, pois havia acabado de ver um monte de lhamas e abraçá-las no dia em que cheguei ao Atacama.

Vimos o parque Guatin do alto e tiramos algumas fotos. Foi tudo lindo, parecia um mundo paralelo!

Voltamos para a rua Caracoles e almoçamos no restaurante La Estaka e tomamos um sorvete na famosa Heladeria Babalu. Eles tem sorvetes deliciosos e sabores veganos.

O por do sol foi na Laguna Tebinquiche. Tebinquiche quer dizer lugar de encontro de pássaros negros. Foi o lugar onde mais me conectei com a natureza e pude meditar muito.

Houve um coquetel em uma casa super estruturada. Me apaixonei por lá. Espero voltar um dia!

DIA 5:
Começamos o dia indo até onde passa o trópico de capricórnio. Lá perto é um lugar famoso pelas fotos feitas no meio da estrada. Nosso guia, o Ramon, além de excelente guia, foi um ótimo fotógrafo!

Visitamos as duas Lagunas Altiplanicas, onde a cor da água parece mentira de tão linda. Após isso, fomos a um lugar no meio do deserto almoçar.

Neste exato momento, foi quando tive mais certeza ainda de ter escolhido a melhor agência do Atacama. O serviço prestado é surreal! O Sandro e o Ramon montaram uma cozinha no meio do deserto e cozinharam camarões, arroz, batatas, ceviche, legumes, hambúrguer vegano e até mesmo sobremesa tivemos!

Foi um almoço pra guardar na memória!

Ainda neste dia, fomos as famosas Piedras Rojas, mas infelizmente não pudemos entrar, pois fecharam o parque após alguns brasileiros fazerem kite surf e algumas pichações. Pois é! Existem pessoas sem noção nesse mundo!

Lembre-se que lá venta muito! Mesmo que não possa entrar, vá ao mirante e tire algumas fotos!

Para finalizar o dia, fomos a Laguna Chaxa. Famosa por ser casa de centenas de flamingos e um tapete branco formado pela alta salinidade do solo. Um sonho de lugar que me trouxe uma paz de espírito sem igual!

AH! Quero lembrar você que leitor do blog tem DESCONTO com a agência Flavia Bia nos passeios! Ao final do post, tem um formulário para você fazer sua cotação sem pagar nada por isso! E você ainda ajuda o blog a seguir com dicas grátis para te ajudar a viajar mais!

DIA 6:
Acordei meio triste pela viagem estar acabando. Mas muito feliz por poder fazer o Trekking Guatin, rumo a Puritama! O Trekking é super leve (quase duas horas parando para tirar varias fotos).

O caminho é lindo e vimos cactus que demoram 18 meses para crescer 5 centimetros!

Após o trekking, finalizamos o passeio nos termas de Puritama. São sete piscinas naturais com uma água quentinha.

A Flavia Bia montou um super almoço e ainda ofereceu uma massagista para nos acompanhar e garantir nossa paz de espírito em 100%! Hehehe

Com certeza foi uma das melhores viagens da minha vida, e fiquei muito feliz por ter escolhido a agência certa.
Em lugares remotos, como o Atacama, o barato pode sair muito caro, e investir em uma agência de confiança e com estrutura, irá fazer sua viagem única!

Não deixe de me acompanhar no Instagram: @EstevamPeloMundo e no Youtube: Canal Estevam Pelo Mundo!

Ao final deste post, você pode solicitar um orçamento com desconto ESPECIAL para ir ao Atacama com a mesma agência que eu fui, a Flavia Bia Expediciones!

Faça aqui a cotação com a Flavia Bia Expediciones e garanta nosso desconto especial!

Número de pessoas:

Data:

 

Deixe o seu comentário

Posts Relacionados