SEGURO VIAGEM BARATO – COMO ACHAR A MELHOR COTAÇÃO?

Hora de falarmos sobre seguro viagem barato e porque você precisa contratar!

Antes de falar sobre como achar um seguro viagem barato, quero contar para você duas histórias que aconteceram comigo.

Uma foi durante meu intercâmbio no Canadá. Estava nevando forte e resolvemos esquiar e fazer snowboard. Mesmo com o frio, estava um lindo dia de sol. Então, fomos felizes e animados descer o morro com um esqui nos pés.

Logo antes de terminar a descida, perdi o equilíbrio e girei meu joelho quase que 180 graus com o esqui ainda no pé esquerdo.
Sim! Fui parar no hospital, tomei injeção, fiz vários exames e sai sem gastar UM REAL (ou dólar, no caso). rsrs.

VEJA AQUI => SEGURO VIAGEM BARATO E COMPLETO

Este sou eu, horas antes de ir parar no hospital! 🙁

A outra história que aconteceu comigo, foi na Europa. Um lugar onde nada parece poder dar errado, mas, infelizmente, deu.

Tudo começou em Ibiza, na Espanha com uma pequena tosse. Alguns dias depois, segui para um festival na Bélgica (o tomorrowland), onde comecei a tossir SANGUE! Exatamente. Muito sangue! Tive que ir para a Alemanha me tratar em um hospital, pois descobri estar com pneumonia.
Pergunte para mim, QUANTO gastei? Se você respondeu NADA, acertou! 🙂

A real, é que na hora de fechar uma viagem sempre vamos atrás de passagem aérea, hotel, passeios e visto.  A última coisa que pensamos é na possibilidade de contratar um seguro viagem para a nossa saúde, pois parece um “gasto desnecessário”.

Eu fico pensando, se eu não tivesse contratado um seguro viagem para intercâmbio e para a Europa. Imagina só? Eu estaria FERRADO! Não lembro quanto foi no Canadá, mas na Alemanha foram mil e duzentos euros em REMÉDIO e EXAMES! Isso é cerca de 5 mil reais!

Sem um seguro viagem, a gente assume diversos riscos, e, confesso, que já achei um “gasto desnecessário” até o dia em que no Canadá e na Europa tive que usá-lo.

Esse ano, faz 12 anos que não viajo mais sem seguro viagem. É algo tão barato, perante o gasto que eu poderia ter sem ele.
Além de auxiliar cobrindo os gastos de um acidente, como exames cirurgias e remédios, ele garante a assistência de uma empresa especializada em trâmites hospitalares.

Outra coisa MUITO legal é o suporte que a Vital Card dá via Whatsapp em português. Imagina se você está na Turquia e sofre um acidente?

Lembra do acidente de balão com Brasileiros na Turquia? Esse acidente abriu os olhos de muitos brasileiros sobre a importância de um seguro viagem e também do valor contatado (será que vale a pena contratar sempre o MAIS BARATO?).

Eu gosto bastante de me jogar no mundo: fazer trilhas no Rio de Janeiro, andar de esqui nos Estados Unidos e Canadá, fazer snowboard na Austria e andar de helicóptero no Grand Canyon e Las Vegas.

Por isso, eu sempre penso em um seguro viagem barato, mas que cubra minhas necessidades. Afinal, se eu vou andar de esqui no Valle Nevado, por exemplo, o risco será muito maior que passar um final de semana comendo empanadas em Buenos Aires (porém SEMPRE haverá um risco).

Vale lembrar ainda, da importância do seguro viagem para entrar em um país! Em diversos países da Europa, por exemplo, é exigido que os turistas tenham uma apólice de seguro viagem consigo.

No caso da Europa, o tratado de Schengen exige o seguro. O tratado abrange Bélgica, Dinamarca, Alemanha, Finlândia, França,Grécia, Islândia, Luxemburgo, Holanda, Noruega, Áustria, Portugal, Espanha Suécia. E exige que todos os turistas tenham contratado assistência viagem com cobertura mínima de 30 mil euros de assistência médica e hospitalar.

Outro país que também faz essa exigência é Cuba.

Países
Alemanha Islândia
Áustria Letônia
Bélgica Lituânia
Dinamarca Luxemburgo
Eslováquia Malta
Eslovênia Noruega
Espanha Polônia
Estônia Portugal
Finlândia República Tcheca
França Romênia
Grécia Suécia
Holanda Suíça
Hungria Itália

 

VEJA AQUI => SEGURO VIAGEM BARATO E COMPLETO

Bom, minha dica pra você é a seguinte: evite dor de cabeça e gastos desnecessários com acidentes durante uma viagem! Lembre-se, também, que é importante ter um seguro viagem dentro do Brasil e não apenas em viagens internacionais.

Investir um dinheiro a mais para estar protegido NUNCA será um gasto, afinal, com saúde não se brinca, né?

No exterior, o preço dos atendimentos e procedimentos costumam ser absurdamente caros, muito maiores do que no Brasil. E dependendo do lugar você, de quebra, ainda terá de pagar por isso em uma moeda nada favorável.

Portanto, seguro-viagem não é uma despesa, mas sim um investimento. Ele garante ao viajante a cobertura de gastos imprevistos e de soma incalculável com acidentes e emergências durante sua viagem.

Apesar disso, algumas variáveis devem sempre ser consideradas pelo viajante no ato da compra. Avaliar qual o motivo da viagem e quais atividades serão realizadas no destino, para assim, garantir que o produto adquirido está atendendo às necessidades do usuário – nem menos, nem mais- e então evitar preços maiores.

MOSTREI O PASSO A PASSO DE COMO CONTRATAR SEU SEGURO VIAGEM BARATO AQUI:

APÓS ESCOLHER SEU DESTINO, BASTA DECIDIR A DURAÇÃO DA SUA VIAGEM:

Faça a cotação de seu seguro viagem aqui.

DICA DE OURO: Para viajantes da 3ª idade e gestantes, outro ponto muito importante é sempre verificar se o seguro ou assistência adquirida apresenta limite de idade para direito às coberturas ou alguma restrição especial.
Muitos seguros oferecem cobertura especial para pessoas acima de 65 anos e gestantes.

LEIA MAIS:
Qual o melhor chip internacional para viajar?
Melhores aplicativos de viagem
Dicas para sobreviver a um voo longo 

Curtiu? Comenta aqui se você também já teve alguma experiência que precisou usar o seguro!

Posts Relacionados