O que fazer em 3, 4 ou 5 dias em Paris? Paris Pass e muito mais!

Não tinha muitos dias na cidade luz. Seriam 5 dias, mas um deles me dedicaria ao “dolce far niente” – coisa que adoro fazer pelo menos uma vez durante minhas viagens. Então vou contar pra você a melhor maneira de curtir seu tempo em Paris: basta continuar lendo! 🙂

DCIM100GOPROG1145949.
Kit completo que recebi do Paris Pass – 5 dias de transporte público+2 dias Bus hop on hop off+passeio pelo Sena+4 dias de museus

Comecei me hospedando no Yves Robert Hostel, no distrito 18 da cidade (próximo à estação de La Chapelle) . Logo no primeiro dia já peguei o Paris Pass. Ele é vendido por 2, 4 ou 6 dias e custa respectivamente 42, 56 e 69 euros. Eu peguei o de 4 dias que dá direito a mais de 60 museus, transporte ilimitado em ônibus e metrô, e ainda 2 dias pra usar o famoso ônibus de 2 andares – que tem sido o “queridinho” de muitos turistas brasileiros com preguiça de ler ou caminhar pela cidade. Eu gostei bastante de minha experiência com o Paris Pass, mas confesso que 5 dias é muito pouco pra sentir de verdade a cidade de Paris! Na verdade acho que ainda preciso morar uma vez na vida em Paris! Que lugar mais lindo.

 Museus e monumentos que você terá acesso em Paris: Arco do Triunfo, Conciergerie, Centre Pompidou, Musée des Arts Decoratifs, Musée du Quai Branly, La Villette,  Musée du Louvre, Crypte de Notre Dame, Torres da Notre Dame, Musée Orangerie, Musée d’Orsay, Panthéon, Musée Rodin, Sainte Chapelle;

 Museus e monumentos que você terá acesso fora de Paris: Château de Chantilly, Château de Fontainebleau, Château Malmaison, Château de Rambouillet, Basilique de Saint Denis, Château de Vincennes e Château de Versailles.

Você pode comprar seu Paris Pass diretamente no site oficial do Paris Pass.

DIA 1 – Comece pelo começo!

Não há nada de errado em começar pela Torre Eiffel. Na verdade, eu particularmente vou correndo encontrá-la sempre que chego na cidade (e confesso que até hoje me emociono!). Chegue cedo, compre seu ingresso pela internet e evite filas! O ingresso para subir na Torre Eiffel custa 17,00 euros até o topo ou 9,00 euros até o segundo andar. Você pode comprar seu ingresso aqui.

Depois de subir na Torre e fazer altas fotos, aproveite pra fotografá-la de baixo. Por que não fazer fotos inusitadas e diferentes? Olha só esse post que eu fiz com os melhores ângulos pra fotografar a Torre Eiffel.

Fotos feitas, agora caminhe na direção oposta à estação de Trocadero e vá almoçar em algum restaurante por lá. Escolhi o Le Bosquet com preço bem justo e ótima comida! Depois, visite a École Militaire e pegue o Ônibus Vermelho na linha AZUL em direção à Mont Matre. O passeio dura apenas 1h30, mas é super legal! Enquanto te levam para a mais linda igreja de Paris, você vai entrando no clima da cidade com histórias, músicas e dicas durante o passeio.

Encontre seu melhor ângulo pra fotografar a Torre Eiffel!
Encontre seu melhor ângulo pra fotografar a Torre Eiffel!

Cuidado para não se perder nas ruas de que levam ao topo da Sacre Couer! (eu uma vez fiquei quase 30 minutos buscando minha mãe na multidão #tenso). Compre alguns biscoitos na La Cure Gourmand (que parecem mais ter saído do filme “João e Maria” haha) e sob hipótese ALGUMA jogue os jogos da “bolinha entre os copos” –  aquilo é uma máfia para ganhar dinheiro de turistas e muitos caem nessa. Por isso, muito cuidado !
Após visitar a igreja, respire fundo, pegue os biscoitos que acabou de comprar e sente-se para aproveitar uma das melhores vistas de Paris. Você pode também comprar um vinho por 5 euros no mercado e levar até o topo – recomendo, inclusive.
Agora vamos voltar para o centro e tomar uma cerveja no Guiness Le Mazet. Mas nao fique muito tempo, pois virando a esquina você dá de cara com o melhor eclair de Paris.

Guiness Le Mazet

Pegue um eclair para viagem e vamos conhecer a região de St. Michel e Saint German. Passe por Notre Dame, deslumbre o rio Sena e as luzes sem fim do Hotel de Ville! Peça um crepe e coma enquanto cruza o Bairro Latino, e termine a noite com um bom vinho em Le Marrais. (Mas não beba muito, pois amanhã tem MUITO mais!).

Palacio invalide Catedral de Notre Dame

DIA 2 – Seja clássico mas sem ser coxinha

Comece o dia tomando café em um cafe francês na Avenida da Ópera. Coma um crépe, tome um café crema ou peça um croissant.

DCIM100GOPROG1255978.

Curta o começar do dia em Paris. As pessoas são apressadas, porém sem nunca perder o estilo. Aproveite para visitar a Ópera e a Galeria Lafayette. Se conseguir assistir a uma opera lá dentro, me conte depois, pois parece sensacional e eu sempre tive vontade.
Agora vamos até um dos maiores museus do mundo: Louvre! Esqueça a Monalisa – se não você chora! Eu juro que não imaginava ser um quadro pequeno, rodeado de asiáticos brigando por uma foto. Então se jogue no acervo egípcio e nas outras milhares de peças maravilhosas que dividem o mesmo teto.
Reserve algumas horas, mas caso não seja fã de museus, vamos seguir viagem passeando em direção ao arco do Triunfo. Não importa a época do ano: eu te garanto que Paris estará linda!
Antes de chegar no Arco, sente-se em uma das várias espreguiçadeiras que encontrar no caminho e divida um vinho com alguém. Mas lembre-se de guardar tempo para algumas fotos ao chegar no Arco do Triunfo. Suba usando seu Paris Pass e inunde suas redes sociais com fotos únicas e vistas invejáveis.

DCIM100GOPROG1756044.

Feito isso, pegue o ônibus vermelho e agora passeie por Paris usando a linha VERMELHA. Você fará lindas fotos da cidade se conseguir pegar o sol se pondo!
Após isso, que tal jantar em um lugar legal? Mesmo com a alta do euro, é preciso comer bem por pelo menos uma noite em Paris haha. Então clique aqui e veja minhas sugestões de restaurantes na cidade.

DIA 3 – Os esquecidos de Paris

Pule da cama, tome aquele café e vamos conhecer mais cantos dessa cidade tão linda. Algumas pessoas esquecem do Jardin de Tuilieres, mas vale a visita. Atravesse a ponte Alexandre e visite o Museu dês Invalides, por lá você pode visitar a tumba de Napoleão. Após isso, que tal visitar igrejas lindas, porém menos turísticas?  Caso já tenha cansado de igreja, procure um lugar para almoçar, compre uma garrafa de vinho (não me canso disso) e vá para as margens do rio Sena (adoro a área próxima a Notre Dame). Take your time e enjoy um momento Dolce Far Niente!

DCIM100GOPROG1065937.
Energias recuperadas? Que tal visitar ruas descoladas com lojas caras e cobiçadas por todo o mundo? Pode parecer bobo, mas a simples sensação de caminhar pela rua Saint-Honoré  traz um sentimento parisiense instantâneo!

A noite, é hora de fazer o passeio de barco pelo rio Sena. Ele custa 13 euros, mas já está incluso em seu Paris Pass. As saídas no verão são constantes, porém no inverno vale dar uma olhada aqui.

Para sair, vá ao Bairro Latino ou a Le Marais.

DIA 4 – Não se esqueça de Versailles:

Agora que já conheceu o básico da cidade, Lembre-se que seu Paris Pass vale até mesmo para entrar e chegar em Versailles. Então, por que não se aventurar pela sala dos espelhos e um dos jardins mais lindos do mundo? O passeio pode levar o dia todo, mas vale muito a pena!

DIA 5 – Jardin de Monet e cantinhos escondidos

Acorde cedo e pegue um trem até a cidade de Giverny, onde Monet morou por vários anos. O Paris Pass também cobre isso, mas atente-se para dias e horários. Meu parceiro Gui Tettamenti foi até lá e conferiu TUDO no blog dele, o Quero Viajar Mais.
Volte a tarde para Paris e saia na estação Crimmé. A Nat Melissa, uma amiga que conheci viajando pela Alemanha, me indicou o distrito 19 que é uma região pouco turística, porém super descolada.
Um bar chamado Le Pàvillon dês Canaux deixa você tomar cerveja dentro de uma banheira! Se quiser algo mais tradicional, atravesse a rua e na beira do lago,o Paname Brewing Company faz cervejas artesanais a um preço justo para Paris: EUR 7,00 meio litro. Agora, se quiser um lugar barato, com mojito a 4 euros, comidas descoladas, muitos gringos pra conversar e tudo isso na frente do rio Sena, então seu Lugar é o Belushis, dentro do Hostel St. Christophers.
Curta sua ultima noite, e, por quê não, uma balada legal no centro da cidade?

Les pavillon des canaux

5 dias é pouco! O que achou desse nosso roteiro? Deixe aqui suas sugestões para ajudarmos os viajantes a viajar mais e melhor!

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celular, alugar um carro, garante os tickets para passeios e compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará me ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo  gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveita e se inscreve no meu canal do Youtube e no meu Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas.

Deixe o seu comentário

Posts Relacionados