É HORA DE VIAJAR PARA A ÁSIA

Conheço viajantes que ficam impassíveis quando pensam em uma Asiatrip. Mas nunca foi tão fácil viajar para a Ásia. Mas, a hora é agora. O motivo?

Todo viajante merece conhecer o outro lado do mundo. As desculpas mais comuns vão desde o preço da passagem, que até alguns anos custava o dobro de qualquer viagem para a Europa, tempo de voo e longas conexões, até as barreiras culturais, e os mitos que existem em nossas cabeças. Em tempos de dólar nas alturas, a sua tão sonhada viagem para a Tailândia pode estar mais perto do que você imagina.

th3S0XMKI4

 

Escolha a companhia aérea. Viajar para a Ásia não é para os fracos. É cansativo, você fica fusado, se sentindo o Bill Murray no filme Lost in Translation da Sofia Coppola. A escolha da companhia aérea pode tornar a viagem mais curta e mais agradável, mas nem sempre você conseguirá essas duas coisas ao mesmo tempo.

Viajar via Estados Unidos lhe poupa jetlag, e normalmente é mais rápido se o seu destino final for Tóquio, Beijing ou Hong Kong. De Nova York por exemplo, se voa direto para Hong Kong. Mas atente-se ao tempo de conexão. Conexões com mais de quatro horas é uma roubada quando se vai para a Ásia, torna tudo mais cansativo.

Pela Europa, compensa pelo conforto de companhias como Air France, KLM e British, mas a conexão em solo europeu pode ser longa, e os voos mais caros. As rotas mais comuns incluem Singapura, Tailândia, Malásia e China. Para os endinheirados, a melhor opção do Brasil é entrar na Ásia pelo Singapura, via Singapore Airlines, com apenas uma curta escala em Madrid. Para a China, Vá de Air China também parando em Madrid.

Via Oriente Médio, as conexões são por Dubai, Abu Dhabi, Doha e Istambul, pela Emirates, Etihad, Qatar e Turkish, algumas das melhores e mais confortáveis companhias aéreas do mundo. Mas cuidado com conexões longas, que muitas vezes passam de dez horas. E frequente os sites das companhias, que às vezes enlouquecem e soltam promoções malucas. Se for fazer stop em qualquer uma dessas cidades, com exceção de Istambul, vale lembrar que os vistos são burocráticos e devem ser planejados.

Incrivelmente a rota mais rápida costuma ser também a mais barata, pela Ethiopian Airlines, com conexão na capital Adis Ababa. Dá para se chegar a Bangkok em 24 horas, metade do tempo de algumas outras companhias. Voa-se para a Etiópia em 12 horas em modernos Dreamliners, três horas em conexão e mais 9 horas até Bangkok. A companhia também oferece voos para as principais capitais asiáticas. Os contras costumam ser o caótico aeroporto de Adis Ababa, e aeronaves velhas no segundo trecho, além de um serviço mais básico. Mas é comum encontrar passagens entre R$ 1.800 e R$ 2.600, inclusive em alta temporada.

Esqueça viagens curtas e trace rotas. Você chegou até a Ásia. Essa é a parte mais difícil. Passar uma semana ou dez dias é uma loucura. Alguns viajantes ficam duas ou três semanas. A maioria fica um mês, ou vários. O Sudeste Asiático ainda é incrivelmente barato se comparado aos padrões ocidentais. Existem países caros no continente obviamente, como Japão, Singapura e Hong Kong. Tailândia e Camboja, Vietnam e Filipinas são muito baratos. Laos, Malásia, Indonésia, China e Índia são ainda países relativamente baratos.

Trace roteiros de acordo com o seu desejo. A Ásia é diferente, não adianta traçar países fronteiriços como na Europa, porque na maioria das vezes, o transporte em terra será precário ou extremamente demorado. O melhor é voar, e aproveitar as incríveis companhias low-costs da Ásia, como a Air Asia. E nada de passar três ou quatro dias em um países. A Ásia foi feita para se relaxar, então slow down.

Mergulhe na Cultura e abra sua mente. Se a Euorpa é o paraíso de amantes de museus, igrejas, história e arquitetura, a Ásia é um paraíso de templos, gastronomia, hospitalidade de seu povo e uma dose de exotismo. Mas corra logo para a Ásia, antes que esse exotismo acabe, e os países fiquem todos iguais, o que é uma tendência mundial. O Singapura já chegou lá, sendo a mais ocidental das cidades asiáticas, mas ainda sabe preservar suas tradições. Medite, sinta, veja e guarde suas memórias.

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celular, alugar um carro, garante os tickets para passeios e compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará me ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo  gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveita e se inscreve no meu canal do Youtube e no meu Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas.

Deixe o seu comentário

Posts Relacionados