Países Bálticos: Estônia, Letônia e Lituânia

Estonia-1-620x465

Estônia

Se vocês derem um Google sobre os países Bálticos, vão saber do que eu estou falando – porque você só vai ver pessoas elogiando e imagens lindas (tipo, surreais de tão lindas!). A Estônia por exemplo, é conhecida por ter um centro histórico que abriga a mais bem preservada cidade medieval da Europa (Vanalinn). E essa é a grande atração da cidade: milhares de pessoas passam por lá todos os dias para andar pelas ruas e vielas de arquitetura gótica (como o Grande Portão Costeiro, que dá saída para o porto e é grudado na Margarida Gorda, uma torre com paredes de até 4 metros de espessura), e andar pelas torres (algumas podem até ser visitadas por dentro!), cercadas por pracinhas, cafés e restaurantes. Ou ainda, conhecer a Catedral de Alexandre Nevsky, uma igreja ortodoxa russa, símbolo da tentativa de “russificação” dos Países Bálticos no final do século XVII. Ou andar por Vene, uma avenida repleta de restaurantes que fica próxima à Müürivahe, onde há uma pequena passagem chamada Katariina Kaik (hoje um reduto de artesãos), que tipo um paraíso dos souvenirs!

Letônia

A capital Riga é considerada cosmopolita, e é a maior cidade dos países Bálticos. É uma cidade moderna, movimentada (suuuuper movimentada, tanto na vida noturna quanto nos horários de pico, que tem trânsito estilo sampa), e bem estruturada (tem ônibus turístico e tudo mais). Assim como a Estônia, a Letônia também tem características medievais – mas bem menos, pois a maioria já foi destruída em conflitos e substituídas por parques, lojas e etc. Por exemplo, antigamente havia o Castelo de Riga, mas de tanto ser destruído e reconstruído, resolveu dar lugar à dois museus (Museu de Arte Estrangeira e Museu de História da Letônia). Mas claro, como toda cidade cosmopolita que se preze, há também um Mercado central e um shopping! O Galerija Centrs é um çlugar bem legal pra passear, comer e comprar lembrancinhas. Outro passeio que também vale a pena é o Parque Bastejkalns, de onde saem passeios de barco, e onde você pode ter acesso à fabrica de chocolates Laima.

Lituânia

Caraterizada por ser um lugar bastante religioso. Prova disso é que um dos portões principais de entrada da cidade é adornado por um oratório com uma imagem da Virgem Maria feito para abençoar os viajantes que partiam e afastar os inimigos. Além disso, a cidade possui váaaaarias igrejas (muitas mesmo, e uma mais bonita que a outra!). Arquitetura gótica, referências ortodoxas, várias crenças, cores, estilos, e uma igreja linda que mais parece um templo grego, se encontram por lá. Além disso, a Universidade de Vilnius (em frente ao Palácio Presidencial, outro ponto turístico que vale a pena) é um dos pontos turísticos da cidade, por sua arquitetura clássica (e por ser de livre visita). Assim como o Castelo de Cima, que oferece uma vista panorâmica da cidade. Próximo do Castelo, fica a Rua Pilies, onde é possível comprar souvenirs, comer e relaxar (quem sabe tomar um café num bistrô bonitinho vendo as pessoas passarem, como nos filmes europeus? haha).

 

E vocês, já fizeram esse roteiro? Quero saber nos comentários!

 

Imagens: Reprodução.

Posts Relacionados