Au pair – Uma alternativa mais econômica para a sua viagem

Foto: Oliver Rossi/Corbis
Foto: Oliver Rossi/Corbis

Fazer intercâmbio é uma das maiores alegrias da vida! Você prepara sua viagem com meses de antecedência, pensa nos países que vai conhecer, nas atrações turísticas e não-turísticas mais incríveis a que terá acesso, no tempo maravilhoso que passará fora de casa.

Mas tem de pensar também nos gastos disso tudo. No quanto custará a passagem, no quanto precisará para comer, se hospedar, passear, conhecer os lugares. Nada fácil, não é mesmo? Afinal, intercâmbio é uma delícia, mas pesa no bolso, sim, não há como negar.

Que tal, então, fazer tudo isso, viver esses dias que prometem ser incríveis e, ao mesmo tempo, se sustentar no país de destino?

Isso mesmo.

Muitas pessoas – homens e mulheres – viajam como au pairs, que, em francês, significa “a par” ou “igual”, uma espécie de troca de serviços. Funciona assim: você vai para o país estrangeiro e se hospeda como uma ajudante da casa, mas como se fosse parte da família; você cuida da casa, das crianças, vira parte da família e, em troca, recebe moradia, comida e uma bolsa de estudos – geralmente, do idioma local.

Nada mal, não é mesmo? Você aproveita para conhecer o país, a cultura e a língua bem de perto, já que se hospedará na casa de uma família nativa, e, ao mesmo tempo, recebe remuneração ou, ao menos, hospedagem e comida em troca – o que já está de bom tamanho, né?

A prática de au pair requer que o estrangeiro conviva com a família, acompanhando-a em passeios, viagens e atividades habituais, cuidando principalmente das crianças. No entanto, existem limites quanto às horas trabalhadas, que variam dependendo do país, já que são estabelecidos pelo governo.

Apesar de os Estados Unidos serem o destino mais procurado nesses casos, há programas de au pair nos mais diversos países, espalhados pelos mais diversos continentes. Dando uma boa pesquisada, você pode encontrar essa possibilidade no seu destino preferido.

Há agências de intercâmbio que podem ajudar no que diz respeito à procura de uma família no país que você deseja. Dessa forma geralmente fica mais fácil, já que eles cuidam de papéis e documentos, toda aquela parte burocrática e complicada. Mas você também pode entrar em contato diretamente com as famílias, por meio de sites ou mesmo nas redes sociais.

Daremos dicas sobre programas de au pair e intercâmbio com frequência, fiquem ligados!

Deixe o seu comentário

Posts Relacionados