Surfando sofás pelo mundo – The Couchsurfing Experience [Parte 2]

“Top! Adorei! Quero fazer, mas to curioso pra saber como foi sua primeira vez!”

rani rani

Já que vocês insistiram tanto, então eu conto! Surfando na net, achei uma passagem por 6 Euros para Roma (ida e volta com taxa e tudo – afinal também tenho meus dias de gloria!) uma semana antes dos meus tios e amigos (que iam passar férias em Roma e me encontrar). Determinado a não perder essa barganha italiana em pleno verão europeu, resolvi que estava na hora de abrir minha cabeça e criei meu perfil.

O host? Ele se chamava Ranieri, havia hospedado mais de 100 gringos em seu AP e disse que sentiu uma boa energia quando viu meu perfil (mesmo sem ter qualquer referência – nem positiva, nem negativa em minha página).

Ele me buscou de carro no aeroporto, cozinhou jantar para mim e duas amigas, me mostrou os segredos de Roma, provei o melhor tiramisu italiano, me apresentou seus amigos, conheci a região vulcânica que poucos (diria, quase ninguém) explora quando vai a capital italiana, descobri a melhor vista da cidade e senti algo que nunca havia sentido antes: a experiência de viver, como um local. Afinal, é como dizem né : em Roma, faça como os romanos.

rom2

roma

Após a incomparavel experiencia que tive na Itália, resolvi “surfar” por muitos outros países! Imagina que peguei tanto gosto pela coisa que fiz um mochilão sem hotéis ou albergues, mas APENAS com a boa vontade de anfitriões desse mundão tão fascinante! Mas isso já é assunto pra outro post!

galere

Se perdeu a primeira parte desse post, clique aqui e descubra porque o Couchsurfing vale a pena.

Duvidas, criticas, sugestões e reclamações guarde para você. Mentira! Apenas mande-me um email no [email protected] que eu mesmo terei o prazer de responder.

Aquele abraço e ótima “surfada”pra você! Depois conta como foi sua experiência aqui no blog!

 

 

Posts Relacionados