Surfando sofás pelo mundo – The Couchsurfing Experience [Parte 1]

Open your mind, pois essa é a melhor maneira de começar a ler este texto. Abrir a cabeça quando se viaja é o que separa um turista de um viajante. Sabe aquela história do “viu tá visto” que os turistas contam? Pois é, um verdadeiro viajante sempre vai além.
openmImagina então, além de conhecer uma nova cidade, ou pais, você ter a chance de ser recepcionado por um local? Foi o que aconteceu comigo em Roma, Londres, Letonia, Lituania, Israel, Romenia, Bulgaria… e quer saber? Foi a melhor coisa que fiz na vida.

   A ideia do Couchsufing é bem simples: milhões de pessoas em mais de 230 países oferecendo um teto para qualquer viajante ou mesmo uma chance para que você (que não está viajando no momento) interagir com gringos que passem pela sua cidade. A ideia é fantástica não apenas para dar aquela ajuda no orçamento do mochileiro que quer viajar (mas anda meio “duro”) mas também pra você ter uma experiência fidedigna independente de onde esteja.

filess 013

post 4

“Lucas eu adorei a ideia e preciso sair surfando nesses 230 paises AGORA!! Como faço?”

Muito simples meu caro leitor: acesse o site do Couchsurfing  e crie sua conta (lógico que é grátis!). Coloque o Maximo de informações suas possíveis: amo viajar (ah vá!), gosto de cachorros (fazendo a linha animal friendly), já viajei pra uns 2, 20 ou 200 países (mostrando o quão open minded você é), amo baladas (seja franco!), sou atleta por natureza (não vale mentir!), se deixar durmo até meio-dia (avise se curte ser preguiçoso na casa de estranhos) e use sua criatividade pra “bombar” seu perfil de muito conteúdo.

post 7

“Criei meu perfil e tá geral me convidando!! Pra onde eu vou?”
 Com certeza, se você criar um perfil bacana, adicionar alguns amigos e referências positivas, as pessoas vão querer te receber. No meu caso eu sempre mando solicitações para até 20 pessoas – escolhidas a dedo. Dessas 20 pessoas é provável que 5 te deem certeza. A partir daí, cabe a você decidir qual delas tem um perfil (lifestyle) mais parecido com o seu e se a casa do seu host é muito longe ou perto do centro da cidade. Ah, claro,

e o mais importante: se ele É UMA PESSOA DO BEM!

  Nunca passei por constrangimentos no Couchsurfing, mas soube de uma menina que se hospedou uma vez em London, em um cara que no perfil dizia: “Rapaz jovem naturalista. Adoro andar ao natural quando estou em casa.” Claro que ela foi até lá e ele tirou a roupa e ainda tentou algo a mais com a viajante, mas graças a Deus nada serio aconteceu. Por isso adicione no Facebook seu possível host, veja se os posts, conversas, fotos e referências são legítimos e se tudo faz sentido.

post 8

“Conferi, já posso partir?”
 Claro! Agora tá na hora de pegar o endereço de seu host (sempre avise um amigo ou familiar onde você vai se hospedar – por segurança) e se jogue no mundão. Veja se seu host estará disponível para te mostrar lugares bacanas, passear pela cidade ou mesmo tomar um gellato contigo. Caso ele não esteja e ofereça pouco contato (afinal o verdadeiro intuito disso é oferecer um cantinho em sua casa em troca de intercambio cultural) busque no site do próprio Couchsurfing pessoas que não podem te hospedar, mas adorariam tomar um café, um drink, visitar um museu ou curtir uma noitada com você na cidade deles.

filess 029

“Então eu como, bebo, durmo e sigo viagem?”
  Veja bem, se você foi bem recebido, por que não dar um “agrado”para seu host? Presentes simples, como cartões postais do Brasil com uma mensagem de agradecimento, um par de havaianas ou uma bandeira do seu pais são ótimas opções. A ideia não é gastar com o presente, mas deixar a sua marca e ser sempre grato por onde passa.

havaianas

filess 043

filess 030

“Top! Adorei! Quero fazer, mas to curioso pra saber como foi sua primeira vez!”
Então clique aqui e descubro como foi surfar por ai!

Lembrando que toda vez que você reserva seu hotel, contrata o seguro viagem, compra um chip de celular, alugar um carro, garante os tickets para passeios e compra suas passagens aéreas pelos links aqui do blog, você estará me ajudando que todo conteúdo desse blog continue sendo  gratuito e que eu possa continuar levando esse projeto a todos os viajantes!

Aproveita e se inscreve no meu canal do Youtube e no meu Instagram para ficar sabendo de mais dicas e novidades sobre viagens além de reviews de companhias aéreas.

 

 

[Fotos: Arquivo Pessoal e Reprodução]

Deixe o seu comentário

Posts Relacionados