Um paraíso chamado Cinque Terre

Quem me acompanha no Instagram já sabe que estou passando um tempo aqui na Itália pra tirar minha cidadania (vai ter post e vídeo no Youtube sobre isso, se inscrevam lá!!). Aqui no blog já tem post sobre Lucca, Bolonha e Roma. Agora é a vez desse paraíso chamado Cinque Terre.

Cinque Terre é um destino que via no cinema e na TV e sempre sonhei em conhecer! Confesso até, que o lugar parecia tão mágico, que tive medo se me decepcionar pessoalmente. Mas isso foi algo que NÃO aconteceu!

Neste post mostrar um roteiro de um dia para você fazer em Cinque Terre e aproveitar o melhor da região! Se gostou, peço que deixe um comentário ao final do post com sua dica ou sugestão, ou mesmo se pretende um dia conhecer esse paraíso.

COMO IR
Eu estava hospedado em Firenze no PLUS HOSTEL. Da estação central, peguei um trem que me custou 12 euros até a cidade de La Spezia (maior cidade perto de Cinque Terre e com bons hotéis).
A dica é sair cedo para poder conhecer as 5 terras com calma.

CHEGANDO EM CINQUE TERRE
Assim que cheguei em La Spezia, tive que comprar um day pass. Este é um ticket que custa 16 euros e oferece trânsito livre de trem entre La Spezia, todas as cinco terras (Riomaggiore, Manarola, Corniglia, Vernazza e Monterosso Al Mare) e Livorno.

POR ONDE COMEÇAR
Você pode fazer tudo de trem ou, se for verão e as trilhas estiverem abertas, você pode fazer duas que são bem legais. Existe a trilha sentido Azzuro ou a que vai de Vernazza até Corniglia. Lembre-se de comprar o Cinque Terre Trekking Pass para isso (custa 7 euros e 50). Eu optei por fazer tudo de trem.

Veja o melhor de cada cidade:

RIOMAGGIORE
Saindo de La Spezia, a primeira terra é Riomaggiore que foi fundada no século XII.
– Via Colombo (principal rua de Riomaggiore) cheia de bares e restaurantes pega turista.
– Chiesa di San Giovanni Battista (3 naves, 2 portais goticos e fachada com arquitetura romantica)
– Castello di Riomaggiore (linda vista do alto da cidade)
ONDE COMER: Peguei uma pizza com fritas no Mama Mia Take Away, mas muitos falam do Il Pescato Cucinato (onde vendem um cone com mix de frutos do mar).
O único barzinho que vi por lá chamava-se Bar Vertical.
FOTOS: Pegue a escadinha a direita da via colombo bem no comecinho dela e vá à Marina de Riomaggiore (ótimo pra pegar praia no verão também).
Lá você consegue fazer fotos legais, tomar um gelato na Sottozero Gelateria ou um vinho gostoso no bar La Conchiglia ou Dau Cila.

MANAROLA
Saindo de Riomaggiore, você pode ir a pé até Manarola pela via 532 (via Beccara). Como eu tinha pouco tempo, fui de trem. Os trens passam a cada 30 minutos.
Manarola nasceu na era romana e as construções estão agrupadas em um afloramento rochoso ao longo do rio do Groppo. Coisa linda de ver!
O Groppo é destaque pois tem as vinicolas que fazem o famoso vinho Sciacchetrà.
– Igreja di san Lorenzo – construida em 1338, tem 3 naves no estilo gótico por fora e interior barroco.
– Fazer fotos na Marina de Manarola.
– Fazer a trilha na marina para ver o mar e a cidade de Corniglia.
– Jantar no Nessum Dorma se estiver com fome.
COMER: O Il porticciolo tem boas pastas com frutos do mar por um preço justo e também tem o famoso Azienda Agricola Burasa com ótimos vinhos na Via Discovolo, 267.
Eu não comi em Manarola, pois quis seguir a viagem!

CORNIGLIA
Corniglia é a terra mais “diferente”. Pois como fica no alto, os barcos não param.
Você tem que subir 360 degraus ou pegar o ônibus que sai da estação de trem (o valor é incluso no Cinque Terre Card).
– Passear pela Via Fieschi (principal rua);
– Igreja Sao Pedro construída em 1334 no estilo gotico liguriano;
– Oratório dos Flagelantes de Santa Catarina;
– Comer na cantina de Manara.

VERNAZZA
Vernazza é bem bonita! Gostei bastante da cidade. A arquitetura é um pouco diferente das outras terras com portais decorados e loggias.
– Castello Doria (melhor vista de lá) custa 1 euro e 50 pra subir. É a fortificação mais antiga de cinque terra que sobreviveu ao tempo.
– Igreja Santa Margherita, construida em 1318 no estilo gótico liguria tem também 3 naves e 40 metros de altura com uma vista mara!
– Almoce ou jante na Focacceria Batti Batti

VAI VIAJAR? RESERVE SEU HOTEL PELO BLOG:

Você pode fazer a reserva pelo Booking.com ou diretamente neste link AQUI. Caso você use este link, me ajuda a continuar escrevendo o blog  e seguir ajudando pessoas a viajar o mundo com uma pequena comissão. Ah! E você não pagará nada a mais por isso. 🙂

MONTEROSSO AL MARE
Essa foi, sem dúvidas, a minha terra favorita. Monterosso Al Mare é a maior das 5 terras. Lá, existem duas prais super gostosas (mas apenas no verão).
Monterosso al Mare também é famos pelos guada sois coloridos e enfileirados certinhos na praia. Com certeza você já deve ter visto em algum filme ou foto.
– Praia da Vila Antiga (ao lado do ponto de ferries).
– Fegina (visao da estatua de Netuno 1910) 20 euros um guarda sol em fegina.
– Mosteiro dos Capuchinhos (linda vista la de cima) admirar a estatua de São Francisco e depois conhecer a Igreja de São Francisco e o cemiterio.
– Igreja de São Giovanni battista foi seriamente danificada apos a enchente de 2011
– Gelateria Il Golosone uma delicia

PORTO VENERE
– Não faz parte oficialmente de Cinque Terre, mas vale visitar: ilhas palmaria, tino e tinetto
– Foi erguida no sec 12 e hj vive do turismo e cultivo de mexilhões.
– Igreja s. Pietro e castello (1116) tem linda vista pro mar.
– De riomaggiore ate aqui sao 30min de ferry.
– Comprar assim que chegar o ticket no primeiro andar do barco ao lado direito que faz um tour de 40min pelas ilhas palmaria, tino e tinetto.(13euros).
– Palmaria é a principal ilha do arquipelago de Porto Venere com forlaezas como Cavour de 1857 e a fortaleza UmbertoI.
– Grotta dei Colombi
– Comer em Portovene restaurante na Via Capellini

Gostou das dicas? Já foi a Cinque Terre? Esquecemos de falar algo importante? Comente aqui para sabermos! 🙂

Posts Relacionados