Brasília – Como visitar os palácios do governo?

Apesar dos escândalos políticos que têm marcado a imagem de Brasília, ela é muito mais do que isso. A capital do Brasil também é famosa por sua arquitetura única e impressionante. O estilo modernista de Oscar Niemeyer define a identidade visual da cidade fundada em 1960 por Juscelino Kubitschek. Contemplar as construções de Brasília é uma grande experiência, mas, melhor ainda, é poder conhecer o interior dos prédios principais.

Algumas pessoas não sabem, mas os palácios do governo ficam abertos para visitações. São realizados tours gratuitos e guiados para apresentar à população onde os nossos representantes vivem e trabalham. É a chance descobrir um pouco mais sobre a história e o sistema político do país. Está planejando conhecer Brasília e ficou interessado? Então, veja só as dicas que separamos.

PALÁCIO DO PLANALTO

É nesse prédio de quatro andares e rodeado por uma sequência de colunas curvas onde o Presidente da República trabalha. Localizado em frente à Praça dos Três Poderes, o Palácio do Planalto fica aberto para visitações todos os domingos das 9h30 às 14h00. A dica é chegar cedo para garantir o passeio. O tour é formado por grupos de até 20 pessoas e dura cerca de 30 minutos. Os visitantes têm a oportunidade de conhecer diversos salões e salas de reunião, o gabinete presidencial e ainda as obras de arte que compõem o espaço.

Palácio do Planalto (Foto: Augusto Junior)
Salão nobre do Palácio do Planalto (Foto: Augusto Junior)

PALÁCIO DA ALVORADA

A “humilde residência” do Presidente da República é o Palácio da Alvorada, localizado às margens do Lago Paranoá. Para conhecê-lo internamente, é preciso ir até lá em uma quarta-feira, das 14h30 às 16h50. O tour inclui o hall de entrada, os diversos salões, a biblioteca, a capela e os jardins da “casa” presidencial. Um fato curioso é que os gramados do palácio são habitados por emas. Elas foram colocadas lá com o intuito de controlar a presença de animais peçonhentos.

Palácio do Planalto (Foto: Rudolf Noronha/reprodução)
Biblioteca do Palácio do Planalto (Foto: Ichiro Guerra/portal do planalto)

PALÁCIO DO ITAMARATY

Particularmente, essa é uma das minhas construções favoritas de Brasília. O Palácio do Itamaraty é a sede do Ministério das Relações Exteriores e foi inaugurado em 1970. O enorme espelho d’água que fica em frente ao prédio reflete os arcos do palácio e o deixa ainda mais fascinante. As visitações acontecem diariamente e é recomendado que elas sejam agendadas. Quando eu estive lá, fui sortudo. Não tinha feito o agendamento, mas consegui participar do tour, pois havia vagas disponíveis naquele horário. O roteiro inclui o salão principal do Itamaraty, que é curioso pelo fato de ser gigante e não contar com colunas de sustentação. Os visitantes também podem conhecer a mesa onde a Princesa Isabel assinou a Lei Áurea, os salões de jantar do palácio, o seu jardim suspenso e as obras de arte nacionais que se encontram lá.

Palácio do Itamaraty (Foto: midiamax/reprodução)
Jardim suspenso do Itamaraty (Foto: Diego Paiva)

PALÁCIO DO CONGRESSO

O Palácio do Congresso Nacional é o centro do poder legislativo do país. Lá estão concentrados a Câmara e o Senado Federal. Esse é certamente um dos prédios mais icônicos de Brasília por causa de suas cúpulas côncava e convexa. As visitas ao Congresso são realizadas todos os dias, exceto às terças e quartas-feiras. Às quintas-feiras é o único dia no qual o agendamento prévio é necessário. Lá, os visitantes têm a oportunidade de conhecer os plenários do Senado e da Câmara, que são bem menores do tamanho que parecem ter quando vistos pela tevê. O tour pelo palácio dura cerca de 60 minutos. Para realizar a visita, é preciso ficar atento às regras de vestimenta.

Palácio do Congresso Nacional (Foto: Augusto Junior)
Plenário do Senado (Foto: Augusto Junior)

VAI VIAJAR? RESERVE SEU HOTEL PELO BLOG:

Você pode fazer a reserva pelo Booking.com ou diretamente neste link AQUI. Caso você use este link, me ajuda a continuar escrevendo o blog  e seguir ajudando pessoas a viajar o mundo com uma pequena comissão. Ah! E você não pagará nada a mais por isso. 🙂

Quem ai já conhece Brasília? Tem mais alguma dica?

Posts Relacionados