Dicas: Como evitar passar mal no avião

Viajantes do meu Brasil (e do mundo, quem sabe)! Vocês sempre me perguntam e me mandam mensagens falando sobre o medo de passar mal nos voos. Pensando nisso, hoje vou compartilhar com vocês algumas dicas. Elas são do presidente da Sociedade Brasileira de Medicina Aeroespacial, Dr. Marco Cantero. Ele dá várias dicas que achei super úteis para os viajantes. Deem uma olhada:

Ele explica que as principais causas de morte em aeronave não estão obrigatoriamente relacionadas aos voos. A maioria das causas são doenças cardiovasculares, especialmente infarto do coração e AVC. Ele explica que isso iria acontecer em solo de qualquer forma, pois a pessoa já estava com essa pré-disposição. “No voo pode ocorrer uma antecipação de um evento que aconteceria um pouco mais pra frente”, afirma. Mas a causa do problema não tem a ver com o voo em si.

NÁUSEAS E DORES

Enquanto casos extremos são mais raros, é comum passageiros terem alguma queixa relacionada à aceleração e desaceleração do avião. Náuseas e desconforto abdominal e auditivo são os mais comuns. “Isso está relacionado a um ambiente com menos pressão de ar. Menos pressão atmosférica leva a um aumento do volume dos gases dentro do nosso organismo”, explica o médico.

Ele dá dicas para evitar estes desconfortos e não passar mal no avião.

  • Para dores abdominais a dica é não ingerir bebidas alcoólicas em excesso e não tomar refrigerante antes e durante o voo. Tente sempre dar preferência para água.
  • Para o desconforto auditivo tem uma dica bastante simples e efetiva que é no procedimento de descida da aeronave tapar o nariz com os dedos da mão e engolir com a boca fechada algumas vezes. Isso melhora bastante o desconforto auditivo na descida do avião.
  • Já para quem tem crises de labirintite, o ideal é entrar medicado no avião. Claro que usando o remédio que foi receitado por seu médico.

VAI VIAJAR? RESERVE SEU HOTEL PELO BLOG:

Você pode fazer a reserva pelo Booking.com ou diretamente neste link AQUI. Caso você use este link, me ajuda a continuar escrevendo o blog  e seguir ajudando pessoas a viajar o mundo com uma pequena comissão. Ah! E você não pagará nada a mais por isso. 🙂

EVITAR TROMBOSE

Uma dica importante para evitar passar mal no avião e ter alguma complicação mais séria é tentar não ficar muito tempo sem se mexer durante o voo. Claro que é impossível ficar se movimentando durante todo o voo. Mesmo porque, isso atrapalharia bastante os outros passageiros e a tripulação. Mas ele recomenda mexer a perna e o tornozelo, fazer os movimentos de esticar a perna e dobrá-la o máximo que for possível na sua poltrona. Segundo o Dr. Cantero, isso é muito importante para evitar a trombose.

DOENÇAS JÁ EXISTENTES

Segundo o médico, quando situações mais graves acontecem no voo é porque o passageiro já tinha alguma doença. “Para ter um infarto dentro do avião é evidente que geralmente seja alguma pessoa com pré-disposição prévia como hipertensão, tabagismo, sedentarismo ou obesidade”. Esses são os fatores de risco para o infarto de uma maneira geral. Dentro do avião, como tem um pouco menos de oxigênio, o infarto pode ser antecipado. Para evitar que isto aconteça, é importante fazer os tratamentos de suas complicações e a diminuição dos fatores de risco. Aquelas dicas que parecem batidas mas são importantíssimas. Não fumar, fazer exercício, ter uma alimentação adequada, tratar a diabetes e a hipertensão arterial são algumas delas. Isso é o básico para ter uma boa saúde e que vai contribuir para evitar riscos maiores dentro do avião.

PASSAGEIRO FREQUENTE TAMBÉM TEM RISCOS

Quem está acostumado a viajar de avião já se habitua a problemas mais simples e já sabe como agir em diversas ocasiões. Entretanto, não é por ser um passageiro frequente que ele estará livre de passar mal no avião ou ter complicações mais graves. Por isso é sempre importante cuidar da sua saúde de um modo geral.

Eai viajantes, gostaram das dicas? Espero que elas tenham ajudado vocês!

Posts Relacionados