BELIZE: ROTEIRO COM PRAIAS E HOTÉIS

Neste minuto, estou no avião voltando de uma das viagens mais incríveis que já fiz na vida! Fui até o Belize através da Copa Airlines (eles tem vôos diretos de São Paulo, com uma rápida conexão no Panamá).

AQUI NESTE POST contei detalhes sobre o país, como chegar e o que esperar. Mas no post de hoje, vou falar sobre o meu roteiro em Belize. Tem dicas de hotéis, restaurantes e atividade para fazer nesse país tão lindo que é o Belize.

Foram 4 dias e 3 noites, 2 em Placencia e 1 em Hopkins:

DIA 1 – SÁBADO:

Desembarquei no aeroporto de Belize em um voo da Copa Airlines. Lá, fui recebido pelo pelo pessoal do Turismo de Belize. O Perry, que seria meu guia e parceiro de viagens, tinha um carro à nossa disposição. Ele disse que alugar um carro é a melhor maneira de conhecer o país. Por sinal, bem em frente ao aeroporto existem várias locadoras de veículos.

Dirigimos cerca de 2 horas até o outro lado do país (oeste). Chegamos quase na fronteira com a Guatemala, onde almoçamos no restaurante “Benny’s Kitchen”. Eles fazem um prato típico que é cozido durante 12 horas em um buraco no chão e se chama “Pibil”. Vale provar, pois é uma carne que derrete na boca! Eu adorei!

Assim que terminamos o almoço, agendamos um tour com o Philip da YUTE EXPEDITIONS por Xunantunich. O Phillip é um guia local que trabalha há 23 anos mostrando o melhor do país para os viajantes com muito amor e paixão no olhar. Se quiser fazer um passeio com o Phil, você pode agendar direto pelo site da YUTE – não esquece de falar com o Estevinho mandou um abraço pra ele! 🙂

Foram duas horas nas ruínas maias de Xunantunich e, logo depois, fomos até a cidade de Placencia. À noite jantamos no Wendy’s mas, apesar do nome similiar a rede de fast food americano, o Wendy’s é de uma senhora nascida no Belize, a Wendy. Ela cozinha com muito amor para os viajantes e eu recomendo experimentar o fried jack! Uma espécie de pastel delícia que tem por lá!

Após o jantar, cheguei no Miramar Hotel Belize. Onde me hospedaria por duas noites.

VAI VIAJAR? RESERVE SEU HOTEL PELO BLOG:

Você pode fazer a reserva pelo Booking.com ou diretamente neste link AQUI. Caso você use este link, me ajuda a continuar escrevendo o blog  e seguir ajudando pessoas a viajar o mundo com uma pequena comissão. Ah! E você não pagará nada a mais por isso. 🙂

DIA 2 – DOMINGO:

Acordei bem cedo – às 6:30 – pois hoje iria ser meu dia favorito da viagem! Dia de conhecer algumas ilhas caribenhas do Belize e morrer de amores pelo país!

Escolhemos o Splash Dive Center Belize para nos levar até a Silk Cayes. Lá fizemos dois passeios de snorkel e almoçamos uma típica refeição criola que eles cozinharam num fogão à lenha. Achei incrível! E como se não bastasse, ainda paramos para nadar com tartarugas gigantes e tubarões. Além de ver bem de pertinho – quase que tocando – inúmeros golfinhos que nadavam em volta do barco. Lindo e indescritível!

Logo depois, jantamos no restaurante TOUCH – que ficava há uns 30 metros do hotel. rsrsr. Eu gostei muito da comida e ainda pedi um rum nacional com coca! O rum é bem famoso por aqui! Lembra do JACK SPAROWS no Piratas do Caribe? Então! Era sua bebida favorita!

Logo depois, voltei até o Miramar Hotel e dormi super bem! O hotel é hiper novinho e tudo de ótima qualidade, além de bem confortável. Uma das melhores camas de hotel da vida, juro!

Neste vídeo AQUI você pode ver mais do hotel e outras dicas da viagem.

DIA 3 – SEGUNDA-FEIRA:

Novamente acordei cedo e, às 8 horas em ponto, partimos! O destino hoje era uma fazenda próxima à Hopkins, onde descobri como é feito o chocolate de verdade! Visitamos a fábrica maia do senhor Julio e eu pude fazer meu próprio chocolate! Isso mesmo, caro viajante! No Youtube vocês conferem eu fazendo chocolate e contando detalhes sobre como era fabricado na época.
Logo depois, fomos até a Grand King Maia Waterfall, visitar uma linda queda d´água. Terminei o dia numa escola de tambores Garufinas, onde aprendi a tocar, dancei muito e dei boas risadas. O professor além de muito bom, era super simpático!

Saindo de lá demos um passeio pela vila de Hopkins. Vi senhores jogando dominó, comprei uma cerveja em um bar na beira da praia (Queen Bean Bar), joguei basquete com locais e até visitei uma família que abriu suas portas pra mim.

Pra finalizar o dia, fui jantar no Logger Heads – restaurante de uma canadense que foi morar no Belize após se encantar com o vilarejo de Hopkins.

DIA 4 – TERÇA-FEIRA

Meu último dia em Belize foi rápido, mas bem legal. Parti de Hopkins, rumo ao Blue Hole (buraco azul) que fica bem próximo à capital – Belmopan. Belize tem dois “Blue Hole”. Um fica fora do continente (acessível de barco ou avião). O outro você pode ir de carro e custa 8 dólares de Belize (ou 4 dólares americanos).
Seguimos para a cidade de Belize (antiga capital) e fotografei no BELIZE SIGN (aquelas letras coloridas que muitas cidades tem, sabe?).
De lá, segui para o aeroporto pra pegar meu voo da Copa Airlines que saia às 14:01 do aeroporto internacional da Cidade de Belize.

Pronto! Espero que meu roteiro te ajude a visitar Belize e que você se apaixone pelo país como eu me apaixonei! O povo é extremamente simpático, acolhedor e as cores do país são encantadoras.

Se já foi ao Belize, tem alguma sugestão ou pergunta, deixe aqui nos comentários! Vou adorar saber sua opinião ou poder ajudar de alguma maneira!

Agradecimento especial à Copa Airlines e ao Belize Tourism Board por me receberem tão bem no país.

Posts Relacionados