AS MARAVILHAS DE CARTAGENA, NA COLÔMBIA

Cartagena das Índias ou apenas Cartagena é uma cidade localizada no litoral da Colômbia. Além de sua importância histórica, ela é conhecida por seus prédios antigos e suas praias caribenhas (vou falar delas em outro post). Cartagena foi, por muitos anos, o endereço do escritor colombiano e Nobel de Literatura Gabriel Garcia Márquez. Lá ele escreveu uma de suas principais obras: O amor nos tempos de cólera (1985).

A cidade, fundada em 1533,  é considerada cara em relação a outros destinos da Colômbia. Ainda assim, há opções para todos bolsos e é bem fácil desfrutar da cidade gastando pouco. O mais indicado é levar dólares e, quando chegar, trocar por pesos colombianos. Casas de câmbio é o que mais tem por lá. É bem fácil encontrar uma.

Puerta del Reloj (Foto: Augusto Junior)

As principais atrações de Cartagena estão dentro e ao redor do seu centro histórico. A área é cercada por muros e a sua entrada principal é pela Puerta del Reloj. Seu grande charme são as construções de estilo colonial. São diversos prédios coloridos e com balcões que fazem você viajar no tempo. A beleza e o valor histórico do local levaram a UNESCO a declará-lo, em 1984, um Patrimônio Mundial da Humanidade.

Ruela dentro da cidade amuralhada (Foto: Augusto Junior)

A melhor forma de conhecer a cidade amuralhada é se perdendo por suas ruelas. O local não é muito grande. Então, em poucas horas dá para conhecer toda a região. Dentro dos muros, tem muito comércio, hostels e hotéis, bares, restaurantes, baladas, museus, praças e, inclusive, a Universidade de Cartagena. Em uma das extremidades fica o Café del Mar, um restaurante sobre o muro e de frente para o mar onde é possível assistir ao pôr do sol.

(Foto: Augusto Junior)

Em Cartagena é verão durante o ano todo. A temperatura média é de 30°C e a umidade do ar é bem alta. Por isso, um dos itens mais vendidos pelas ruas da parte turística da cidade são los sombreros. Se for comprar um, a regra é pechinchar. Essa dica vale inclusive para os táxis. Eles são bem baratos, mas é preciso fechar o valor antes da corrida para evitar surpresas. O trecho do aeroporto até o centro histórico, por exemplo, sai por aproximadamente 15 mil pesos (cerca de R$15,70).

VAI VIAJAR? RESERVE SEU HOTEL PELO BLOG:

Você pode fazer a reserva pelo Booking.com ou diretamente neste link AQUI. Caso você use este link, me ajuda a continuar escrevendo o blog  e seguir ajudando pessoas a viajar o mundo com uma pequena comissão. Ah! E você não pagará nada a mais por isso. 🙂

Centro histórico (Foto: Augusto Junior)

Castelo de San Felipe de Barajas

A cerca de 15 minutos de caminhada da cidade muralhada, ele é uma fortificação que serviu como ponto de defesa em diversas guerras durante o período colonial. A construção é impressionante por si só e conta com vários tuneis. O legal também é que lá do alto dá para ver toda Cartagena, desde a região histórica até a sua área moderna. As visitações acontecem todos os dias das 8h às 18h. Os ingressos custam 25 mil pesos (cerca de R$ 26) para estrangeiros. Crianças, professores e estudantes pagam 10 mil e 500 pesos. Para pagar o valor reduzido, eu apresentei a carteirinha da minha universidade no Brasil.

Castillo San Felipe de Barajas (Foto: Augusto Junior)

Getsemani

 A poucos metros da cidade amuralhada, Getsemani é tradicionalmente um bairro popular da área. Os restaurantes, bares e hostels localizados por lá são geralmente mais baratos. O bairro costuma ser a região preferida dos mochileiros.

Plaza de la Trinidad (Foto: Augusto Junior)

Durante as noites, de segunda a segunda, a Plaza de la Trinidad é onde os viajantes e os locais (que são muito simpáticos) se reúnem. Essa praça é muito amor! É o lugar ideal para conhecer pessoas de diferentes partes do mundo e ainda assistir a várias apresentações de dança e música que rolam por lá. Para melhorar, na praça tem vários carrinhos de comidas típicas, como as famosas arepas (uma espécie de pão de milho que pode ser recheado com carne desfiada e entres outras coisas. É uma delícia!) e os patacones (basicamente são feitos de banana da terra e depois fritos ou assados).

Ah, é importante lembrar que para entrar na Colômbia é obrigatório apresentar o Certificado Internacional de Vacinação contra a febre amarela. Para solicitar um, basta ter tomado a vacina há pelo menos dez dias, ir até a uma unidade da ANVISA e apresentar a carteira de vacinação.

Se tiverem mais alguma dúvida, podem deixar aqui nos comentários.

Posts Relacionados

  • Lucas Napoli

    Oi Estevam! Qual eh o nome da aquelas músicas que vc põe no seus vídeos? (Remixes) pq eu tô mega encanado c elas e eu quero ouvi las inteiras!

    Abraços Lucas

    • Lucas Estevam Ferreira

      Opaa! Fica ligado nas minhas redes sociais que vira e mexe comento sobre elas 🙂 abração

  • Pingback: CARIBE COLOMBIANO: COMO É A PLAYA BLANCA?()