Road trip: 5 roteiros que você tem que fazer

Viajar de carro tem muitas vantagens, mas a principal é a liberdade! Para quem curte road trip, esse post é para você.

Tem gente que não gosta tanto desse tipo de viagem. Mas, poder escolher o tempo de duração, as cidades onde vai parar, fazer desvios não planejados e ver as surpresas que o caminho pode te revelar, são coisas impagáveis. Mas, não vá pensando que por ter essa liberdade a road trip não deve ser planejada. Viagens de carro exigem um certo planejamento sim. Tanto para locais de hospedagem no caminho, quanto para condições das estradas, do clima. E, claro, os cuidados com o próprio carro. Confira abaixo 5 roteiros imperdíveis de road trip:

Pacific Coast Highway (Estados Unidos)

road trip

Umas das road trips mais conhecidas, a Califórnia é uma das queridinhas para quem viajar de carro. A Highway 1 (mais conhecida como Pacific Coast Highway), sai de São Francisco e vai até Los Angeles. Ela tem longos trechos sem edificações, presentando o viajante com vistas panorâmicas incríveis.

Quando ir: o ano todo. Porém, no inverno pode chover e ventar muito, o que pode atrapalhar os passeios. No verão, há a garantia de belos dias de sol e céu azul. Já a primavera é ideal para quem quer distância da agitação da alta temporada.

Duração: 7 a 10 dias

Dica: Começar a viagem em São Francisco, em direção a Los Angeles (e não o contrário). Nesse sentido você viaja com a vista dos mirantes.

Rio – Santos (Brasil)

Fazer uma road trip no Brasil é um desafio. É preciso escolher que parte desse enorme litoral você deseja conhecer. Afinal de contas, são mais de 7400 km de costa, com inúmeras opções de roteiros. Os 457km que ligam o Rio de Janeiro à Santos é considerada uma das mais bonitas do litoral. O passeio oferece inúmeras opções de paradas. Só em Ubatuba, são 11 ilhas e 78 praias. Além claro de opções de comida, artesanato, passeios junto à natureza e muito mais.

Quando ir: no verão ou na primavera

Duração: a partir de 3 dias

Dicas: não deixe de parar e ficar e pelo menos uma noite em Paraty.

Toscana (Itália)

Paisagens dignas de filmes, isso é o que pode se esperar de uma viagem pela Toscana. A região central da Itália oferece, além disso, muitos outros atrativos. Florença, Arezzo, Assis, Lucca, Siena, Pisa, opções não faltam. Aproveita a viagem para percorrer os vinhedos, campos de flores, pequenos povoados. Para aproveitar ainda mais, não deixe de se hospedar em um dos vilarejos.

Quando ir: entre Maio e Setembro

Duração: 7 a 10 dias

Dicas: Não tenha medo de sair das autopistas e entrar nas estradinhas menores. Além de serem mais tranquilas, suas curvas acentuadas oferecem vistas e surpresas de tirar o fôlego.

VAI VIAJAR? RESERVE SEU HOTEL PELO BLOG:

Você pode fazer a reserva pelo Booking.com ou diretamente neste link AQUI. Caso você use este link, me ajuda a continuar escrevendo o blog  e seguir ajudando pessoas a viajar o mundo com uma pequena comissão. Ah! E você não pagará nada a mais por isso. 🙂

Santiago – Mendoza (Chile – Argentina)

Com a cordilheira dos Andes como pano de fundo, cruzar o Chile em direção a Argentina pode ser uma viagem de tirar o fôlego. É possível ver desde paisagens áridas, até montanhas cobertas de neve, passando por cachoeiras e áreas verdes. Para quem quiser, aproveite uma das paradas para esquiar, ou conhecer alguma vinícola.

Quando ir: Se não quiser pegar muito frio, evite fazer o passeio entre Maio e Setembro, quando as temperaturas podem chegar a 5 graus negativos.

Duração: média de 6 dias.

Dicas: Se prepare para a aduana na fronteira entre Chile e Argentina. Além de ser um trecho que pode demorar um pouco, é preciso ter a documentação em dia para não ter dor de cabeça.

Provença (França)

Muita gente quando pensa em França, pensa em Paris. No entanto, a região da Provença é uma das mais belas. O interior do país oferece ruínas, edificações centenárias, aldeias bucólicas e paisagens que inspiraram grandes artistas como van Gogh, Matisse, Picasso e Cézanne.

Quando ir: entre Maio e Setembro, mas evite Agosto. por ser alta temporada, as estradas costumam ficar congestionadas.

Duração: entre cinco e vinte dias (depende da quantidade de paradas você pretende fazer)

Dicas: Assim como a Toscana, o sul da França também é cheio de estradas vicinais que valem a pena se perder. Nelas você pode encontrar produtores locais de vinhos, queijos e locais únicos que vão te surpreender.

Alguém já fez alguma delas ou tem outras dicas? Conta pra gente sua experiência.

Posts Relacionados

  • Zé Nilton

    “SANTIAGO – MENDOZA” Hmm… Estou louco pra conhecer… Só esperando o frio amenizar um pouco rs

    • Lucas Estevam Ferreira

      Oba! Vai adorar 🙂 grande abraço

  • Roberto

    Opa Estevito tudo beleza?
    Você já fez SANTIAGO – MENDOZA de carro? Achei a idéia show de bola, mas tenho receio que não dê para atravessar a fronteira com carro alugado! Tem alguma experiência para relatar?
    Abraços!

    • Lucas Estevam Ferreira

      opaaa já atravessei de bus!!! E AMEI! !! Tem altos videos no youtube 🙂