O que é aquela espiral na turbina do avião?

Viajantes que adoram aviação, essa é para vocês. Vocês sabem o que é aquela espiral na turbina do avião?

Pois bem, muita gente já deve ter visto ela ao ver algum avião. Ou então enquanto subia as escadas para embarcar. A espiral tem uma função bastante direta: alertar a equipe de terra de que o motor está funcionando. E também, assegurar que ninguém chegue muito perto dele. Afinal de contas, a turbina não é brinquedo. Vocês viram esse post aqui, contando sobre uma senhora jogou moedas na turbina?

avião

Caso a turbina esteja ligada, é possível ver um borrão branco ou uma espiral girando. Ele parece que vai te hipnotizar, sério! Claro que a rapidez do movimento depende da velocidade da rotação do motor. Ela funciona como um sinal visual extremamente claro e que adverte a todos ao redor da aeronave para ficarem longe dos motores.

VAI VIAJAR? RESERVE SEU HOTEL PELO BLOG:

Você pode fazer a reserva pelo Booking.com ou diretamente neste link AQUI. Caso você use este link, me ajuda a continuar escrevendo o blog  e seguir ajudando pessoas a viajar o mundo com uma pequena comissão. Ah! E você não pagará nada a mais por isso. 🙂

Você deve estar se perguntando. “Mas não é possível que as pessoas que estão em terra não ouçam o barulho de um “pequeno” avião ligado!” Pois bem, o que acontece é que nas pistas dos aeroportos, muitas vezes podem haver inúmeras turbinas funcionando ao mesmo tempo. Além disso, a equipe de chão muitas vezes usa proteção auricular, justamente por causa do barulho alto e constante. Por isso, as vezes pode não ser tão óbvio como a gente pensa, saber qual turbina está realmente funcionando.

Além disso, mesmo não sendo um fato comprado cientificamente, dizem que a espiral pode ajudar a fazer com que os pássaros voem longe dos motores. Ao invés de verem um buraco escuro, eles veem uma espiral como um disco branco, alertando de que há alguma coisa ali.

Além do sinalizador na turbina, há também uma área de risco ao redor de cada motor. Quem aí já viu aquelas faixas isolando uma área próxima a turbina? Elas servem justamente para evitar que qualquer pessoa ou coisa se aproxime das hélices. Num Boeing 787, por exemplo, essa área é de 4.57 metros. Esse raio é medido a partir do centro da entrada da turbina.

E aí, gostaram de saber um pouco mais sobre esses detalhes dos aviões?

Posts Relacionados

  • Dilson Cunha Campos

    O que me chamou a atenção é que as janelas do avião estão no sentido horizontal e não vertical. Será que “mexeram” na foto?