Onde comer na Islândia? Preço dos restaurantes

Saiba onde comer na Islândia! Três restaurantes com preços bem diferentes.

Uma grande pergunta que eu mesmo me fazia antes de começar esta viagem era sobre ONDE comer na Islândia.  Quais restaurantes seriam bons em Reykjavik. Outra coisa muito difícil de achar eram pessoas falando do real preço de uma refeição no país.



Conversando com alguns amigos que já haviam visitado a Islândia, como o pessoal do Travel and Share, fiquei sabendo que comida seria algo bem caro e – muitas vezes – não muito boa.

VAI VIAJAR? RESERVE SEU HOTEL PELO BLOG:
Você pode fazer a reserva pelo Booking.com ou diretamente neste link AQUI. Caso você use este link, me ajuda a continuar escrevendo o blog  e seguir ajudando pessoas a viajar o mundo com uma pequena comissão. Ah! E você não pagará nada a mais por isso. 🙂

Me deparei, então, com duas situações: a primeira eram os restaurantes de estrada. Mesmo grandes redes, como Taco Bell, pareciam ser diferentes do que estávamos acostumados no quesito qualidade. Muitas vezes pegavam a batata frita do balcão que estava há um tempão por lá e nos entregavam. Isso tudo sem mencionar os valores. Um menu de fast food custava em média 20 à 25 euros.

A segunda situação era Reykjavik. Muitos até dizem que existe a Islândia e existe Reykjavik. Isso porque Reykjavik é a única cidade que pode, de fato, ser chamada de cidade. Lá sim é possível encontrar excelentes restaurantes e comer muito bem – muito bem MESMO!

Sendo assim, vou responder a pergunta sobre onde comer na Islândia! Vou dar dica de três restaurantes que visitei durante os dias que passei em Reykjavik. Estão preparados? Então já corre me seguir no Insta. @EstevamPeloMundo pra não perder as próximas viagens e se liga nas dicas:

3 – BAEJARINS BEZTU PYLSUR – O MELHOR HOT DOG DO MUNDO:

Desde que Bill Clinton veio à Islândia, algo mudou na vida de uma família que vendia cachorro quente na capital Reykjavik.



Ao comer seu cachorro quente de cordeiro e dizer pro mundo que este era o mais gostoso que já havia provado, todos queriam visitar a famosa barraca do Íslendingar borda SS pylsur.

O cachorro quente na islândia é bem mais simples que no Brasil, mas realmente é uma delícia. E o segredo não está nos excesso, como no Brasil. Mas sim na simplicidade de uma boa carne de cordeiro utilizada na fabricação da salsicha.

VALOR em KRONERS: 

Hot dog: 840,00

Bebida:  360,00 

NOTA: 4,7 de 5,0

Endereço: Tryggvagata, 101 Reykjavík, Iceland

2- BRYGGJAN BRUGGHÚS BISTRO & BREWRY – BOA COMIDA E EXCELENTE CERVEJA NA ISLÂNDIA:

O primeiro restaurante que visitei – de fato – em Reykjavik. O Bryggjan Brugghús Bistro & Brewry fica no porto da cidade. Isso garante frutos do mar sempre frescos e fácil acesso. Fui andando do meu HOSTEL até lá.

O que mais gostei no menu foi a salada de camarão que custou 3800 kroners (cerca de 35 euros).

O prato principal foi um bacalhau islandês. Afinal, gosto muito de provar comidas locais quando estou viajando.
Ele era bem salgado e acompanhava risoto e vegetais. Gostoso, mas o sucesso mesmo foi a salada!

De sobremesa, experimentei o FAMOSO Skyrr Brúlée. Ele é feito a base de skyrr (uma espécie de iogurte delicioso que tem aqui) e queimado no maçarico igual um Créme Brúlée.

VALOR em KRONERS:

Salada: 3.800

Bacalhau: 4.400

Skyrr Brúlée: 1.900

NOTA: 4,6 de 5,0

3- APOTEK – MENU DEGUSTAÇÃO E CARNE DE PUFFIN

Esta viagem havia sido TÃO incrível, que decidi fazer da minha última noite no país a mais especial! Após passar o dia na Lagoa Azul, decidi jantar no Apotek Restaurant.

O restaurante requer uma reserva prévia. Além claro, de uma boa preparação do bolso também – mas vale a pena!

Optei por experimentar o menu degustação da casa.

Foram sete pratos, iniciando com um shot de cachaça nacional brennivin. Depois passando por carne de puffin (a famosa ave da Islândia), purê de beterraba, truta com trufas de maionese, aspargos, cordeiro. Para finalizar, uma sobremesa de skyrr, queijos e limão. Uma delícia! Parecia até mentira de tão bom!



Outro destaque vai para os drinks da casa que tem nome de remédio (Apotek – que é o nome do restaurante – quer dizer farmácia em islandês). Eu escolhi o Apotek French75 com gin, suco de limão, xarope de abacaxi com rosemary e champagne.

Algo que também podia ter sido mentira era o valor do jantar. Ficou em mais de 10 mil kroners o jantar com um drink. Veja:

VALOR em KRONERS:

Menu degustação com 7 pratos: 8.900 kr.

Drink: 2.490 kr.

TOTAL:  11.390 kr.

NOTA: 4,8 de 5,0

Apotek Restaurant: Austurstræti 16, 101 Reykjavík

PS: O serviço poderia ser um pouco melhor, visto que era o melhor restaurante do país. Precisamos chamar o garçom várias vezes para pedir insumos básicos, como um copo de água.

VAI VIAJAR? RESERVE SEU HOTEL PELO BLOG:
Você pode fazer a reserva pelo Booking.com ou diretamente neste link AQUI. Caso você use este link, me ajuda a continuar escrevendo o blog  e seguir ajudando pessoas a viajar o mundo com uma pequena comissão. Ah! E você não pagará nada a mais por isso. 🙂

Eaí? O que achou das dicas de restaurantes na Islândia? Deixe aqui sua pergunta ou comentario que eu mesmo vou responder!

Aproveita e me siga no INSTA: @EstevamPeloMundo e também se inscreve no Youtube, em nosso canal! Tem muitos videos legais da Missão Islândia por lá!