POR QUE DECIDI LARGAR TUDO E VIAJAR O MUNDO?

5:35 da manhã em algum lugar dos Andes. Os primeiros raios de sol batem lentamente na persiana do assento 17F de um boeing 737. À minha esquerda, um senhor com seus 70 anos tenta dormir enquanto busca uma posição confortável para as pernas. Eu deveria fazer o mesmo. Mas não vou.

Mesmo com o sinal de atar cintos ligado e uma leve turbulência, decidi escrever este texto.
por-que-decidi-largar-tudo-e-viajar-o-mundo-6

Tenho 26 anos, mas as vezes esqueço disso.  Acho que apenas não esqueço que viajar o mundo foi a melhor escolha que já fiz. Aos 26 anos, pensei que estaria galgando uma carreira de diretor em alguma multinacional que apostasse em novos talentos. Imaginava ainda, poder ganhar muito dinheiro para comprar uma bela casa. Iria ter uma babá que cuidasse dos filhos enquanto, eu, trabalharia para juntar ainda mais dinheiro e elogios do chefe.

Bom, nada disso aconteceu. Nada saiu como o planejado. A carreira na multinacional acabou aos 22 anos e, com 23, minha vida começava.

Decidi que iria trocar meus sapatos por chinelos e minhas preocupações por milhas. Mas não queria fazer isso sozinho. Então, resolvi recrutar viajantes que também dividiam deste sonho comigo.

Se você está lendo este texto. Com certeza já pensou em largar tudo e viajar o mundo. Acertei? Mas possivelmente você está esperando o momento certo que ainda não chegou. O dia perfeito, o verão mais azul e a primavera mais colorida. Mas eles não chegam nunca. Nunca mesmo. A única coisa que já chegou foi seu sonho e sua vontade de viver – ou não – tudo aquilo.

Pedi outra água, afinal ultimamente essa é minha única certeza aqui na econômica. Aliás, talvez eu esteja errado. A econômica pode não ser o lugar mais confortável do avião, mas é onde aprendi o valor das viagens.

Foi na econômica que encontrei pessoas como eu e descobri que nunca iria viajar sozinho. A brasileira que casou com o suíço, a mãe que visitava o filho recém alocado em Londres e o intercambista ansioso com o pouso do avião.

Derrubei o copo d´água em cima da revista de bordo. Mas é difícil, sabe? Tudo bem apertado aqui em cima. Não tem muito espaço pras pernas, mas sobra espaço para sonhos. Talvez fosse isso o que eu realmente precisasse entender.

por-que-decidi-largar-tudo-e-viajar-o-mundo-10

Sonhos são tão bons que eu mal consigo dormir, tamanha ansiedade. Aquela mesma sensação de sempre. Dos momentos que valeram a pena. Da hora do vinho branco às margens do rio Reno. Dos finais de semana contemplando a Torre Eiffel sentado em um jardim e de alguns 6 idiomas aprendidos conversando com locais pelo mundo.

Bate aquela sensação de saudades com uma sensação de quero mais. Viajar o mundo é aprender mais, conhecer mais. Aprender de novo aquelas palavras loucas que talvez eu nunca use, mas que, com certeza me farão lembrar do dia em que conheci as pessoas mais iguais e diferentes que esse mundo já me apresentou.

Das noites mal dormidas em um quarto de albergue em Budapeste, baladas insanas em Barcelona e dos museus únicos que visitei em Londres após caminhar horas pra não ter que pagar um taxi.

o-que-aprendi-na-classe-economica-do-aviao-8

Não esqueço também do dia em que perdi o último metro em Moscou e assisti o sol nascer na praça vermelha. Talvez você nem fale mais com aquela pessoa que correu para pegar o trem com você e dividiu a compra de mercado em um domingo qualquer. Mas com certeza ela lhe foi importante. Todos que conhecemos são. Toda troca que fazemos é.

Ah! E eu fiz tantas trocas!

Troquei o certo pelo duvidoso, sim, e adorei minha escolha. Escolhi caminhar de madrugada despreocupado por alamedas escuras na Itália. Decidi que não iria aceitar o dinheiro que fosse para não ter tempo de ver meus amigos e aceitar apenas os finais de semana na praia como recompensa pelas longas horas diárias trabalhadas todos os anos.

Tudo ficou simples, mas mágico. Tudo parecia não fazer sentido, mas ao mesmo tempo era o real sentido que eu tanto buscava pra minha vida. Entendi que, primeiro, eu precisa me conhecer melhor. Foi quando decidi viajar o mundo, que comecei a entender o meu mundo.

Acabei de esbarrar mais uma vez o cotovelo  nesse senhor que, aparentemente, não encontra uma posição suficientemente confortável para dormir. Faltam 5 minutos para as 6 e o sol já brilha sob a asa direita da aeronave.

por-que-decidi-largar-tudo-e-viajar-o-mundo

Acho que vou desistir de manter o cotovelo no apoio de braço e parar de olhar o relógio em meu pulso. Vou focar mesmo é na vista aqui de cima. Será que a aeromoça me traria um vinho branco? Talvez seja apenas outra água. Mas não importa.

Quero mesmo é aproveitar que ainda não limitaram o espaço interno de meus sonhos, apenas da mala de mão.

Se gostou deste texto, compartilhe com os amigos que também amam viajar e veja mais do mundo em minhas redes sociais:

Snap: LucasEstevam1

Insta: @EstevamPeloMundo

Face: Estevam Pelo Mundo

Youtube: Canal Estevam Pelo Mundo

Posts Relacionados

  • Bruno Scheletz

    Estevam, o texto é simplesmente sensacional…

    • Lucas Estevam Ferreira

      Valeu Bruno!! é noixxxx viajante!

  • Willem Cereda

    Texto incrível !!

    • Lucas Estevam Ferreira

      Valeuu Will!

  • Luan Fabri

    Lindo texto.! Lucas eu sempre acompanho seus videos, ja assisti vários no Youtube, adoro os videos, as dicas de viagem e tudo que voce compartilha…!!! Muito legal!! Vc e 10!!

    • Lucas Estevam Ferreira

      Obrigado Luan!! Fico felizão em saber que acompanha o blog!! Grande abraço!

  • Lucas Estevam Ferreira

    Que bacana saber disso Juan!! Valeu por passar aqui! grande abraço

  • Gustavo Cardoso

    Simplesmente sensacional… Parece muito comigo tudo isso.

    • Lucas Estevam Ferreira

      Demais saber disso Gustavo!!! é noixxxx viajante!

  • Augusto Luis Rodrigues Junior

    Como é bom viajar e você neste momento estava viajando literalmente e no pensamento escrevendo este belo artigo para nós, os viajantes, que te acompanhamos e viajamos junto contigo! Super obrigado!

    • Lucas Estevam Ferreira

      Eu que agradeço por vocês nunca me deixarem viajar sozinho!!
      Abração Augusto!

  • Rangell Oliveira

    Que texto show mito… sério mesmo, vibe boa me identifiquei.. queria trabalhar com algo relacionado a viagem(tipo tu! sem inveja kkk) mais não consegui, mais em compensação ponho o pé na estrada direto e já conheci 2 continentes diferentes. Daqui 2 anos os 5 estão completos, é nois mito!

    • Lucas Estevam Ferreira

      Aeeee Rangel!! O importante é cair nesse mundão!! abração, viajante!!

  • Jader Oliveira

    Que lindo texto! Parabéns! Que continue buscando e sonhando mais.

    • Lucas Estevam Ferreira

      Valeu Jader!! é isso aí! Nunca podemos desistir de nossos sonhos! abs

  • Helinton Carlos Yuzawa

    Muito bacana o texto, parabéns! Explica de forma simples a força que move um viajante!

    • Lucas Estevam Ferreira

      Fico feliz que tenha gostado Helinton!! ABração e sempre que puder apareça aqui no blog! 🙂