Nascer do sol do balão!

Oi viajantes, tudo bom? No meu último post eu falei sobre Mynia (não lembra? Entra nesse link aqui). Depois de lá, fomos pra Luxor e viajamos de balão para ver o nascer do sol! Vem ver como foi a experiência!
Processed with VSCO with hb2 preset

balão enchendo às 5h da manhã para nos levar ver o nascer do sol

13827218_1571848756454560_1123506208_n

Barcos à espera para nos levar ao balão

Acordamos às 5 da manhã, e o hostel tinha se preparado pra receber todo mundo. Então, nos reunimos no hall e fomos para os ônibus. Todos estávamos munidos de uma expectativa louca, porque afinal, dali uma hora iriamos entrar no balão e vibrar naquela loucura toda de nascer do sol.

Pra mim, é sempre uma coisa incrível. Culpem meu signo, mas sempre fui muito ligada em natureza (perdoem a lua em touro), então aquilo, pra mim, foi realmente o paraíso. Só queria curtir aquele momento o máximo que eu pudesse porque, afinal, não é todo dia que vemos o sol nascer refletido no Rio Nilo, né?
Bom, fomos ate o porto de Luxor (um mini porto, porque na verdade só tem barco pra ir para o lugar do balão, praticamente). Tinha um café da manhã pra cada um, e ficamos realmente extasiados para chegarmos logo. Os homens responsáveis por encher o balão ainda estavam se preparando, então ficamos esperando. Contando os segundos, minutos, horas, sei lá. Estava tão animada que nem pensava direito.
Processed with VSCO with hb2 preset

Trabalhadores enchendo o balão

14240484_596238720549144_1447138705_n

Nascer do sol visto do alto do balão

Na hora de entrar, confesso que morri de medo. Mandaram a gente abaixar pra que o balão subisse. E quando eu subi, meu Deus! Poder, enfim, ver o dia amanhecer perto das pessoas que, naquele momento, eram a minha família… Vimos plantações intermináveis, e confesso que uma pobreza absurda. E não sei dizer como esse cenários todo ficou carimbado na minha cabeça como tão especial. Pode parecer bem mesquinho, mas vista de cima, era tudo tao lindo, que eu acabei me esquecendo do que cada um lá embaixo passava, dia apos dia.

O balão acabou pousando em um lugar não planejado, e tivemos que pular dele. Mas ta tudo bem viu? Entramos na van e fomos para o mini porto.
13725769_316505805349044_508563069_nDe lá, chegamos no hostel, e já arrumamos as malas. Próxima parada: templo de Karnak. É incrível pensar que cada pedra daquela foi colocada lá baseada na força de cada uma das pessoas que pisaram naquele terreno. É realmente incrível a forma como eles dedicavam a própria vida pra construção daquilo. E digo: valeu muito a pena.
São metros e metros dedicados aos deuses, com algumas partes destruídas por pagãos que não acreditavam naquele tipo de pensamento ou inclinação à religião.
13745092_1561973000778757_714079362_n
Do templo, dava pra ver um McDonald’s e estávamos morrendo de fome. Eu e o Khalaf fomos até lá, e comemos muito. Acabou que todos os egípcios se juntaram à nos, e foi tão bom! Conversamos muito, demos risada, e cada vez mais eu me via ligada àquele lugar.

Fomos pro hostel e descansamos para atingir o próximo destino. Quer saber qual foi? Acompanha aqui comigo quinta que vem! E me segue no Instagram também, tem bastante coisa legal lá (@heloisemeirelles).

Por hoje é só, viajantes! Espero que tenham gostado, e até a próxima!