As 7 Maravilhas Não Oficiais do Mundo

Olá viajante! Depois do post das 7 Maravilhas do Mundo Moderno, resolvemos falar também das 7 Maravilhas Não Oficiais do Mundo (mas tão incríveis quanto!). Vem conferir!

Torre Eiffel, França

A primeira Maravilha não consagrada é o monumento pago mais visitado do mundo. Símbolo de Paris e da França, a Torre Eiffel foi inaugurada em 31 de março de 1889, para a Exposição Universal de 1889. A Torre foi construída para honrar o centenário da Revolução Francesa. Na época, a construção de 324 m era a estrutura mais alta do mundo produzida pelo homem.

Curiosidades: A princípio, a Torre Eiffel era um projeto temporário, e seria demolida 20 anos após a exposição (quando acabasse o período de contrato do terreno da exposição). No entanto, o que a salvou foi uma antena de transmissão de rádio posicionada em seu topo, que corresponde aos 24 m superiores; a torre possui 1665 degraus até o topo.

 

Big Ben, Inglaterra

Nossa segunda Maravilha não consagrada é o símbolo da capital inglesa, Londres. Big Ben, na verdade, é o nome do sino instalado na torre do Palácio de Westminster, a Elisabeth Tower. A estrutura possui o segundo maior relógio de quatro faces do mundo (o primeiro fica na prefeitura de Minneapolis, nos EUA). A torre foi concluída em 1858 e possui 96 m de altura. O sino em si pesa quase 14 toneladas, tem 2, 39 m de altura e 2,74 m de diâmetro.

Curiosidades: Desde 31 de dezembro de 1923, a rádio BBC transmite todos os dias as badaladas do sino; o sino tocou apenas duas vezes fora do habitual: em 15 de fevereiro de 1952 tocou 56 vezes, todos os minutos durante o funeral do rei Jorge VI, falecido com 56 anos de idade; e em 27 de julho de 2012, que tocou durante 3 minutos (das 8h12 às 8h15) para anunciar a abertura dos Jogos olímpicos 2012.

 

Pirâmide do Sol, México

A terceira Maravilha não consagrada é a Pirâmide do Sol, em Teotihuacan. Ela é a maior pirâmide da cidade, a segunda maior de todo o México e a terceira maior pirâmide do mundo. Construída no século II d.C., está localizada no centro de Teotihuacan. É composta por cinco plataformas dispostas em degraus e uma escadaria que leva diretamente ao topo. No topo há um templo de madeira onde eram realizados rituais de sacrifícios e oferendas aos deuses. Foi descoberto, em 1971, uma grande caverna subterrânea à Pirâmide, que leva a outras quatro salas.

Curiosidade: sua inclinação geográfica faz com que, nos solstícios de verão e inverno (20 de maio e 18 de junho) o por do sol se alinhe perfeitamente à sua frente.

 

Catedral de São Basílio, Rússia

A 4ª das 7 Maravilhas não oficiais está localizada na Praça Vermelha, em Moscou, na Rússia, e é datada de 1561. Seu formato único remete à ideia de chamas de uma fogueira subindo aos céus. Não há nada semelhante na arquitetura bizantina entre os séculos V e XV, o que surpreende e a destaca pela sua imprevisibilidade, complexidade e beleza. Desde 1928 opera como parte do Museu Histórico do Estado, e foi consagrado Patrimônio Mundial da UNESCO em 1990.

Curiosidade: a Catedral de São Basílio está localizada exatamente no centro geográfico de Moscou.

 

VAI VIAJAR?  RESERVE SEU HOTEL NESTE LINK PELO MELHOR PREÇO QUE VOCÊ ESTARÁ AJUDANDO O BLOG A SEGUIR CHEIO DE DICAS LEGAIS SEM PAGAR NADA A MAIS POR ISSO! 🙂

 

Catedral de Cristo Salvador, Rússia

A 5ª das 7 Maravilhas não oficiais também fica na capital Russa, Moscou. Ela disputa com a Catedral de São Basílio o título de principal igreja de Moscou. A Catedral foi construída no século XIX (inaugurada em 1883), após a vitória contra as tropas napoleônicas. Foi erguida pelo Czar Alexandre I em honra e homenagem aos soldados russos mortos na batalha.

Curiosidade: em 1933 a Catedral foi dinamitada pelos comunistas, por ser um símbolo do Império Czarista. Nos anos 1990, após a queda da URSS, existiu um movimento de reconstrução, que culminou na reinauguração no ano 2000.

 

Monumento da Renascença Africana, Senegal

A 6ª das 7 Maravilhas não oficiais é uma gigantesca estátua de bronze que representa os 50 anos da independência do Senegal. Ela está localizado na cidade de Dakar, foi inaugurada no ano de 2010 e tem 49 metros de altura. É a estátua mais alta do mundo fora da Ásia e da antiga União Soviética.

Curiosidade: a estátua foi concebida em meio a muitos protestos e controvérsias. O principal argumento é o custo de US$ 27 milhões, gasto considerado desnecessário devido às carências que o país enfrenta.

 

Torre de Pisa, Itália

A 7ª e última Maravilha, mas não menos importante, é a Torre Pendente de Pisa, na cidade de Pisa, Itália. Embora destinada a ficar na vertical, a torre começou a inclinar-se logo após o início da construção. Isso se deve a uma fundação mal construída e a um solo de fundação mal consolidado, que permitiu à fundação ficar com assentamentos diferenciais. Sua altura é de 55,86 metros no lado mais baixo e de 56,70 metros no lado mais alto, pesando aproximadamente 14.500 toneladas. Entre 1990 e 2001 ela passou por uma restauração estrutural que diminuiu sua inclinação de 5,5 graus a 3,99 graus. A torre levou cerca de 177 anos para ficar pronta, com várias pausas, sendo concluída em 1319 (exceto pela sino-câmara, instalada em 1372). Em 1987 foi declarada Patrimônio Mundial da UNESCO.

Curiosidades: segundo a tradição, diz-se que Galileu Galilei deixou duas bolas de canhão de pesos diferentes caírem do alto da torre. Isso para demonstrar que a velocidade da queda independe da massa. No entanto, não há provas, apenas palavras do secretário de Galileu; a torre possui 7 sinos, sintonizados na escala musical.

 

E aí, viajante, o que achou do post sobre as 7 Maravilhas Não Oficiais do Mundo? Conta pra gente!

Snap: LucasEstevam1

Insta: @EstevamPeloMundo

Face: Estevam Pelo Mundo

Youtube: Canal Estevam Pelo Mundo

PS: As fotos foram obtidas de divulgação na net 🙂