Mulher na África do Sul pode? A Veri foi!

Fala meu povo do EPM! Tudo bem com vocês? Faz tempo que eu não apareço aqui né!? Bom, o principal motivo do meu sumiço muito grande foi a minha faculdade. Mas 6ª feira, 10.06 eu CONCLUÍ meu curso!!! Enfim… eu sou a pior blogueira e colunista, pois o Estevam foi para a África do Sul e eu não havia nem publicado esse texto. Foi mal heheh… Mas vamos ao que interessa. Em Abril de 2015, eu fui passear lá pela Africa do Sul também. Vocês achavam que mulher na África do Sul não dava certo? Nada disso!

Para onde eu fui: Mossel Bay,Stellenbosch, Cabo Verde (Cape Town).

Quanto tempo eu fiquei: 9 dias ao todo.

Dia 1 foi apenas para chegar em Cape Town daqui de Londres (que por sinal fiz um voo mega longo e levou quase 16h (lol). Chegamos na cidade, alugamos nosso carro e fomos para o hostel descansar.

Eu e o Luke pegamos um quarto so para nós em um Hostel Chamado Green Elephant Backpackers – no Observatory (nome do bairro) e foi suficiente por uma noite. Eu não sou muito fã de hostels no geral, mas quebra um galho de vez em quando.

No dia seguinte de manha pegamos o carro e eu dirigi por umas 3 ou 4 horas até Mossel Bay. Nossa acomodação era numa praia chamada Dana Baai, bem residencial e quieta…

Ficamos em Mossel Bay por 3 dias, e em um deles nos aventuramos em: SHARK CAGE DIVING ou seja, mergulhei numa gaiola para ver tubarões brancos! Gente, pensa num medo, agora dobra, pois é.. eu tava tremendo de medo de ver aqueles bichos. E o esquema funciona assim: você assiste um vídeo sobre tubarões brancos, e aprende muita coisa sobre eles, uma delas que me deixou bem triste foi que há um consumo muito grande na Asia de sopa de barbatanas (aquela parte que você vê do lado de fora quando tem um tuba se aproximando). Mas o povo da Ásia só esta interessado na barbatana, então eles pescam o tubarão e cortam a barbatana. Muitas vezes o tubarão volta para o mar, mas não adianta nada pois eles afundam e morrem. Ou seja: NUNCA COMAM SOPA DE BARBATANA DE TUBARÃO! (mesmo que seja tao chique quanto comer caviar) pois essa pratica esta colocando-os em extinção.

Voltando ao dia… depois do vídeo, a tchurma vai para um barco e aí partimos para alto mar. No caminho paramos na ilha das focas (Gente, como elas são fofas!!!) e ancoramos a uns 3 km de distância da ilha em pleno alto mar. O moço do Shark Cage diving fica jogando uma isca, que é uma cabeça velha de atum, para atrair os tubarões. Os tubarões são mais curiosos do que qualquer coisa, então eles acabam se aproximando do barco. Pausa para a observação mais importante… A veri aqui não tem go-pro ou aquelas coisas que você pode usar na água, portanto não tenho foto dos tubas que chegaram perto da gaiola (#fail)… Mas enfim tenho umas fotos 🙂

Bora no barco ver os tubas...

Bora no barco ver os tubas…

Luke na gaiola para ver os tubaroes!

Luke na gaiola para ver os tubarões!

Ilha das focas! Fofas e grandes!

Ilha das focas! Fofas e grandes!

 

Os sulafricanos (?) são também especialistas em churrasco, sim gente, aquele de carvão mesmo 🙂 Mas por lá se chama Braai, e vou confessar que era delicioso! Mossel Bay é uma cidade que vive de turismo então quando estivemos la estava um pouco quieto. Nos outros 2 dias que passamos nessa área fomos a Wilderness andar de quadricículo e ver um pouco da praia. Comi avestruz pela primeira vez, os veganos e vegetarianos que me desculpem mas era delicioso!

curiosa olhando o que eram as gosmas no chao... agua viva!!!

Curiosa olhando o que eram as gosmas no chão… água viva!!!

Churrasco sulafricano - DIVINO!

Churrasco sulafricano  (Braai) – DIVINO!

Avestruz.... :)

Avestruz…. :)

 

Bom vou deixar mais uma fotos aqui de Mossel Bay e jajá faço o post parte II com Cape Town e Stellenbosch!